Diário da Região

30/09/2017 - 11h42min

SAÚDE

HB aumenta capacidade de atendimento em radioterapia

O aumento será permitido com a verba de R$ 1,7 milhões anuais do governo federal

Milena Grigoleti 29/9/2017 Após remover tumor no cérebro, Maria faz sessões de radioterapia
Após remover tumor no cérebro, Maria faz sessões de radioterapia

O credenciamento da Unidade de Radioterapia do Hospital se Base pelo Ministério da Saúde poderá ampliar de 60 para 80 a quantidade de pacientes atendidos diariamente no setor. O aumento será permitido com a verba de R$ 1,7 milhões anuais do governo federal.

Segundo Júlio César Perereira Cardoso Neto, radioterapeuta responsável pela unidade, a radioterapia age localmente no tumor. “Os que têm indicação mais comumente são os de mama, próstata, região da cabeça e pescoço e ginecológicos”, aponta.

A duração de todo o tratamento e a frequência com que deve ser feito varia para cada caso e o local da massa tumoral. Em média, o tratamento custa R$ 4 mil, dura dois meses e pode ser a única medida no combate ao câncer ou ser associado com quimioterapia e cirurgia.

A auxiliar de limpeza Maria Filomena da Costa, 45 anos, moradora de Cedral, fez a primeira sessão de radioterapia logo após a cirurgia para remover um tumor cerebral, ocorrida em 7 de agosto.

Como o Diário noticiou quando ela teve alta, Filomena passou a operação acordada e conversando, e até cantou, pois a massa estava localizada na área da fala e a equipe precisava acompanhar a cada momento se nenhuma função estava sendo comprometida. “Estou muito bem, o tratamento (da equipe) é muito bom”, diz sobre a radioterapia.

Odair Zaneli, aposentado de 65 anos morador de Macaubal, vem diariamente a Rio Preto tratar um tumor na próstata. Em 11 anos desde que descobriu a doença, é a primeira vez que faz radioterapia. “Espero exterminar tudo, só fazer acompanhamento, se Deus quiser.”

O Hospital de Base tem hoje quatro tipos diferentes de radioterapia. “O tratamento sendo muito localizado vai atingir apenas o tumor, e isso faz com que tenha menos efeitos colaterais”, explica o médico Júlio.

Outros credenciamentos

Além da Unidade de Radioterapia do HB, o Hospital da Criança e Maternidade (HCM) foi credenciado para integrar a Rede Cegonha. Serão destinados pelo Ministério da Saúde R$ 1,9 milhão anuais para pré-natal, parto, nascimento e atenção à saúde da criança. Outros R$ 600 mil serão pagos para custear partos de alto risco, em que a unidade é referência no Estado.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso