Diário da Região

30/09/2017 - 19h43min

QUERMESSES

Aberta a temporada de festas religiosas

Frango assado é o queridinho das quermesses, que vão movimentar Rio Preto neste mês em diferentes paróquias

Imagina algo gostoso, pode multiplicar por cinco. É que neste mês Rio Preto se transforma na "capital" das quermesses. Igrejas que têm padroeiros em outubro já começam a se preparar para receber fiéis e comilões que sabem bem como se divertir em meio a tantas delícias. As cinco igrejas da cidade que vão fazer festas, juntas, esperam receber em torno de 20 mil pessoas.

O frango é o protagonista dos eventos, cada um tem uma forma diferente de preparo, alguns são assados em forno à lenha, ficam marinando em tempero até dois dias antes, recheados, macios. Cada igreja tem um motivo para dizer que o seu frango assado é o mais saboroso.

Aquele sentido de delícias antigas será relembrado em forma de cachorro-quente, batata frita, polenta frita, torresmo, kafta, espetinhos, lanches de pernil, doces e muito mais. E não adianta, o que se come em uma quermesse não é igual em qualquer outro lugar, é meio "mágico" mesmo.

O clima também é propício para a diversão em família, para reencontrar colegas e amigos. Uma musiquinha ao fundo, olhos fixos nas cartelas e canetas anotando os números sorteados, leilões de leitoas e outras prendas que são doadas para as igrejas são alguns dos itens obrigatórios nessas festas e que fizeram com que se tornassem tradição.

BASILICA(1)_WEB Basílica mantém a tradicional quermesse, mas neste ano o foco maior está na programação religiosa

Como os eventos são para arrecadar fundos para a manutenção das paróquias e promoção de ações sociais, o binguinho é liberado. "Este ano, esperamos receber entre 4 mil e 5 mil pessoas nas duas noites de quermesse, além do frango assado, nossa batata frita é muito procurada. No ano passado, fizemos 300 quilos e não deu para quem quis, este ano faremos 400 quilos", diz o padre Marcos Vinícius Cavallini, da paróquia de Santa Edwiges.

Mensalmente, a igreja atende 70 famílias carentes da comunidade com doação de cestas básicas. "As quermesses são para comemorar os padroeiros e também se tornaram festas para a manutenção das paróquias e dos trabalhos sociais", prossegue o padre. No local da festa será montado um espaço para as crianças brincarem, com monitores, assim, os pais poderão desfrutar do que é oferecido com mais tranquilidade.

Em tempos de crise, que se estende nos últimos anos, as quermesses aumentam a arrecadação de dinheiro. A paróquia São Francisco de Assis, por exemplo, ainda não se mantém sozinha apenas com dízimos e há festas e jantares praticamente todos os meses para angariar fundos.

Neste ano, ela está com uma ação entre amigos. Fiéis estão vendendo folhinhas com quatro números cada e, na Loteria Federal de 21 de outubro, o primeiro ganhador vai levar R$ 3 mil, o segundo, R$ 1,5 mil e o terceiro, R$ 500. A quermesse será em dois fins de semana e são esperadas 500 pessoas em cada um dos dias.

A quermesse de São Judas Tadeu, uma das mais tradicionais de Rio Preto e que neste ano está na 55ª edição, espera receber entre 5 mil e 7 mil pessoas nas quatro noites de festa. "Esse número pode ser maior considerando o feriado", diz o padre Luiz Caputo. O frango assado é o mais disputado, mas a porção de torresmo vem logo atrás.

"A Festa de São Judas Tadeu vai contar com novidades em sua programação social e religiosa, tudo para que os devotos possam alcançar com entusiasmo renovado o Dia do 'Santo dos Casos Desesperados'", diz Caputo. O evento é uma das formas de arrecadar recursos para manter os trabalhos de evangelização da comunidade e formação de crianças e adolescentes.

Voluntários são fundamentais nos eventos

Todas as festas feitas nas igrejas de Rio Preto contam com a colaboração de voluntários que atuam tanto para tentar conseguir doações como no preparo da festa e atendimento do público. É o que faz Cristiana Garcia Escatulin, 53 anos, que desde a inauguração da igreja Nossa Senhora do Rosário, 14 anos atrás, é uma das coordenadoras da quermesse. "Eu faço de tudo: coloco mesas, limpo, distribuo os cartazes, fico na recepção acolhendo quem chega", diz.

Os voluntários são a força motriz dessas festas. Sem eles as igrejas não conseguiriam fazer sozinhas suas quermesses. "São cerca de 30 voluntários para receber da melhor forma possível quem prestigia a nossa festa", conclui Cristiana. Em função da falta de voluntários, este ano, a igreja São Benedito não vai realizar sua festa.

A Basílica mantém a tradicional quermesse, mas este ano o foco maior está na programação religiosa. A partir de terça-feira, dia 3, até o dia 11, o bispo dom Tomé Ferreira da Silva vai celebrar as missas, às 19h30, junto com a novena à Nossa Senhora Aparecida. No dia da santa, a primeira será à meia-noite e durante o dia serão mais seis.

Durante três dias, acontecem as quermesses normais e no dia da Padroeira, a festa começa às 8h30 e se estende até a noite. São esperadas em torno de 6 mil pessoas.

Tempo de orar

Os padroeiros de sete das 38 paróquias de Rio Preto têm suas datas comemorativas em outubro e todas as igrejas estão com programação religiosa especial para atender os fiéis. Novenas, missas com horários diferenciados, celebrações feitas pelo bispo do Tomé, cada dia por um padre diferente durante a eucaristia e portas abertas o dia todo para receber os fiéis, estão nas programações.

Mesmo as igrejas Santa Terezinha do Menino Jesus, cuja data é neste dia 1º, e São Benedito, no dia 4, que não terão quermesses, mantêm novenas, procissões pelas ruas próximas e grande queima de fogos para celebrar seus santos.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso