Vida e Estilo

  • Domingo, 26 de Fevereiro
  • Insista, persista e nunca desista.
Vida e Estilo

Matéria

Quarta-feira, 08.02.17 às 19:53 / Atualizado em 08.02.17 às 19:53

Saiba quais são os alimentos prejudiciais para seu pet

Gisele Bortoleto
Stock Images/Divulgação Cachorro - 09022017

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do
Diario da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Stock Images/Divulgação Cachorro - 09022017

Difícil quem consegue resistir ao olhar pidão do seu animalzinho de estimação quando está comendo. Seja na hora das refeições ou de beliscar qualquer coisa, lá estão eles, com aquelas carinhas de "também quero". O resultado é quase sempre oferecer um tiquinho do que está comendo. Embora você possa achar que está mimando e demonstrando amor pelo seu pet, muitos alimentos são proibidos para eles.

Alguns podem causar sérios danos, intoxicação e até morte. Os cães, principalmente, não são muito seletivos na escolha dos alimentos e não recusam quase nada. "Existem alimentos que não podem ser consumidos pelos pets porque fazem mal de verdade", diz a veterinária Juliana Gaborron. Isso acontece porque cães e gatos não têm algumas enzimas capazes de metabolizar alguns alimentos. 

Na dúvida, antes de cair em tentação e oferecer um pouquinho do que está comendo, resista. Não dê. Alguns alimentos humanos até podem, sim, ser consumidos por seu cão ou seu gato, mas o veterinário é quem poderá dizer o que faz ou não bem a eles. "Não existe problema, por exemplo, em comer comida caseira, mas ela precisa ser preparada de forma diferente da nossa, sem alguns temperos que eles não podem consumir", explica a veterinária Cibelli Soares Frade.

BATATA - Os vegetais da família das solanáceas (batatas, tomate, berinjela, jiló e pimentão) contêm um glicoalcaloide chamado solanina (ou solamina), capaz de deprimir o sistema nervoso central e provocar transtornos gastrintestinais. Mas de todos os citados a batata inglesa (a do tipo comum) é a mais rica nesse composto, cuja casca concentra até 90% da solanina. Opte por tubérculos que substituem com vantagens a batata comum e que não contêm solanina, como a batata-doce, o inhame, a mandioquinha e o cará, sempre cozidos
 
CARAMBOLA - A fruta apresenta grandes quantidades de ácido oxálico insolúvel, que pode prejudicar os rins, com depósito de cálculos de oxalato de cálcio. Existem relatos na literatura científica de insuficiência renal aguda em pessoas e em camundongos por ingestão da fruta in natura ou do suco dela. Sintomas associados à toxicidade por carambola no seu pet: salivação, inapetência, vômitos, diarreia, prostração, fraqueza, tremores, presença de sangue ou cristais na urina e alterações da sede

CEBOLA - Ela possui uma substância chamada "n-propil disulfito", que pode causar um tipo grave de anemia no seu bichinho. Os gatos são mais sensíveis à intoxicação que os cães, portanto, correm maior risco. Também evite alimentos que levem o ingrediente, como arroz com cebola, carne com cebola e produtos industrializados com cebola na composição
 
CHOCOLATE - O responsável nesse caso é um alcaloide derivado do cacau chamado teobromina. O fígado do pets não metaboliza essa substância, parente da cafeína, que fica ativa no organismo, podendo intoxicar gravemente e causar taquicardia, espasmos musculares, vômitos e diarreia. Quanto mais puro o chocolate (meio amargo, amargo e chocolate culinário), maior a ameaça 
de intoxicação severa
 
MACADÂMIA - Cães e gatos podem apresentar fraqueza, vômito, tremores, hipertemia e até queda nos membros traseiros até 12 horas depois do consumo. Isso gera desconforto ao animal. Outras castanhas, como castanha-do-Pará, nozes, amêndoas  
e amendoim, não são tóxicas, mas  
são gordurosas e devem ser  
oferecidas com moderação
 
MASSA CRUA DE BOLO - Se você fizer bolo ou pão caseiro, nem pense em dar um pedacinho aos pets. O fermento presente na massa crua produzirá gases e álcool no sistema digestivo deles. Isso vai causar dor e desconforto, com a distensão das alças intestinais ou do estômago. Pode parecer exagero, mas as vísceras podem até se romper
 
UVAS E PASSAS - Ainda não se sabe exatamente o motivo, mas há relatos de cães que comeram uvas ou passas e desenvolveram falência renal aguda, em muitos casos, letal. Qualquer tipo de uva ou passa, mesmo orgânica, com ou sem casca e com ou sementes, e em qualquer quantidade, pode subitamente danificar os rins. Mesmo cães que sempre comeram uvas sem prejuízo aparente podem sofrer uma crise. Acredita-se que essas frutinhas também sejam prejudiciais aos gatos 

Cuidados Extras

Evite deixar a tigela de ração próxima à mesa onde todos almoçam e jantam, já que os cães têm suas táticas para tentar ganhar comida dos humanos. "Ao perceber que as pessoas estão comendo, o cachorro perde o interesse pela ração e começa a chorar com aquela carinha de quem quer ser alimentado", diz a veterinária Camila Lozano. "Quando não têm informação, as visitas ou os próprios tutores não resistem ao 'charme' do pet e dão de comer a ele. Com a vasilha longe, isso se torna mais difícil de acontecer. Os cães mantêm a atenção na ração", ensina 

Alguns cães ou gatos costumam ficar bastante ansiosos e agitados quando alguém lhes oferece comida. Enquanto estão assim, correm o risco de engolir o alimento sem mastigar corretamente e engasgar. "Em situações como essas, o melhor é fazer carinho no pet para acalmá-lo e dar de comer a ele só quando estiver mais tranquilo e sempre em pequenas porções. Também é preciso muito cuidado com ossos pequenos, quebradiços e caroços de fruta, já que, quando engolidos pelo pet, podem parar no estômago e/ou intestino, causando lesões bem graves", explica a veterinária Camila Lozano 

Outros Alimentos Potencialmente Perigosos

  • Açúcar e alimentos açucarados - Podem causar obesidade, cáries, diabetes e tornar o paladar dos pets seletivo.
  • Bebidas alcoólicas - Apresentam vômitos, convulsões e podem entrar em choque se o teor alcoólico ingerido for alto
  • Chá preto e café - Contém alcaloides neurotóxicos que podem causar alterações cardíacas
  • Frituras - Fornecem gorduras prejudiciais à saúde, oxidadas 
  • Osso de ave cozido - O cozimento altera a estrutura molecular do colágeno do osso, tornando-o mais rígido ao ser partido. Com isso, o risco de perfuração gastrintestinal é real. O tratamento por calor também torna o osso mais difícil de digerir, favorecendo obstruções 
  • Sementes de maçã e pera - Liberam pequenas doses de ácido cianídrico no estômago, um tipo de veneno 

Fonte: Cachorro Verde (www.cachorroverde.com.br)

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.