Vida e Estilo

  • Quinta-feira, 22 de Junho
  • A vida bem preenchida torna-se longa!
Vida e Estilo

Matéria

Quinta-feira, 11.05.17 às 17:22 / Atualizado em 11.05.17 às 17:22

Engajado com você mesmo

Francine Moreno
Stock Images/Divulgação Homem meditando  - 12052017

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do
Diario da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Stock Images/Divulgação Homem meditando  - 12052017

Quais são os caminhos para felicidade e para uma vida plena? Não existe uma receita ou regra. Cada pessoa vai encontrar a sua forma correta para viver bem e em equilíbrio. No entanto, seguir algumas dicas de especialistas em comportamento pode facilitar ou abreviar alguns percalços. Ter alguns hábitos diários, por exemplo, são valiosos para a conquista de uma vida plena. Eliminar a autossabotagem tem a ver com isso.

Quem garante é a coach de carreira, executivos e negócios Juliana Paes Garcia. Autossabotagem é a principal causa que impede as pessoas terem uma vida feliz e realizada. "Ela é formada por padrões de pensamento negativos que nos atrapalham na hora de conquistar nossos objetivos, levando a uma vida frustrada e muito distante daquilo que desejamos. Apenas 20% das pessoas conseguem atingir seus objetivos durante a vida, e a principal razão para isso não acontecer é a ação dos autossabotadores, que drenam nossa energia e nos fazem desistir e procrastinar." 

Para sair deste comportamento é preciso aprender quais são estes sabotadores e quais são as mentiras que eles contam para manter a pessoa na zona de conforto. "Sua mente pode ser sua maior aliada, mas também pode ser sua pior inimiga na hora de conquistar seus objetivos. E, quando percebemos que somos capazes de alterar a nossa realidade a partir da escolha de que tipo de pensamentos queremos ter, percebemos quão capazes nós somos de transformar a nossa vida para melhor."

Juliana afirma que os pensamentos determinam os sentimentos e os sentimentos determinam as ações. "Se nosso pensamento é positivo, se acreditamos que é possível, que somos capazes, isso vai nos levar a um sentimento de poder e autoconfiança, que, por sua vez, nos levará a ter atitudes mais bem-sucedidas. Mas, ao contrário, se pensamos que não somos bom o suficiente, que não existem oportunidades, que só existe crise no País, isso trará uma sensação de insegurança e baixa autoestima, o que por sua vez afeta nosso rendimento."

Uma pessoa que está se preparando para ir a uma entrevista de emprego, por exemplo, e que mantém apenas pensamentos negativos na sua cabeça, tem maior probabilidade de ir mal na entrevista, aparentar insegurança e não demonstrar adequadamente toda sua capacidade ao entrevistador. "Um exemplo clássico de autossabotagem agindo para te impedir de conquistar o que você quer", explica. 

Natural de Rio Preto, Juliana se mudou para Ribeirão Preto aos 17 anos, para fazer faculdade. Depois fez intercâmbio na França e se mudou para Curitiba, para trabalhar, onde está há mais de 10 anos. Ela desembarca em Rio Preto no dia 24 de junho para ministrar um curso sobre como transformar autossabotagem em produtividade na Famerp. 

A empresária, gestora e professora Ada Assis e Silva, que está trabalhando com coach profissional desde 2005 e tem utilizado o coaching para o aprimoramento efetivo dos profissionais, uma vez que possibilita a descoberta de novas competências, habilidades. Ela afirma que é preciso tomar atitudes para ser feliz e usa uma frase de Norman Vincent Peale para reforçar a importância: "O covarde nunca tenta, o fracassado nunca termina e o vencedor nunca desiste". 

Segundo Ada, todo profissional de hoje sente na pele todos os dias uma grande pressão para dar resultados e conquistar metas. "Assim, para se ter sucesso na vida pessoal e profissional, não adianta ter uma atitude de coitadismo e ficar esperando que as coisas caiam do céu ou responsabilizando terceiros por sua falta de conquistas."

Ada afirma que é preciso ter coragem e muita ousadia para não desistir diante dos obstáculos e principalmente ter objetivos definidos, ter disciplina para manter o foco nesta jornada e entender que a pessoa é a única responsável pela condução da sua vida e de sua carreira. "É bom recordar que o corajoso não é aquele que não tem medo, é aquele que, mesmo diante do medo e da insegurança, segue adiante e redobra suas forças interiores para alcançar seus objetivos."

Ter autoconhecimento é o segredo para viver uma vida plena. Ada afirma que a responsabilidade e a consciência daquilo que o homem carrega em sua vida são imprescindíveis no processo de busca existencial. "Quando se tem um sentido para viver, dificilmente o indivíduo será barrado pelo modo que se vai viver. Seja diante das adversidades da vida pessoal ou profissional, o homem transcende a realidade, transpondo-se no futuro, podendo agarrar algo deste tempo que ainda vem, fazendo deste um sentido para viver."

Para Ada, uma das principais características de uma pessoa de sucesso é saber muito bem seu propósito de vida. "Esse conhecimento faz com que ela direcione seus esforços tendo como base seu propósito. Além de tornar a jornada mais gostosa, prosseguir aliado a seu propósito de vida vai fazer com que se tenha mais energia e disposição para superar os obstáculos dessa jornada."

Entenda melhor

A falta de autoconhecimento é uma das maiores causas de baixa produtividade. Quanto mais nos conhecemos e nos respeitamos, mais nos tornamos felizes e realizados, e mais fazemos o que precisa ser feito. O autoconhecimento engloba desde entender os valores pessoais que são fundamentais na hora de tomarmos uma decisão na nossa vida, identificar seus sabotadores, seus pontos fortes e pontos a desenvolver, seu propósito de vida... e até detalhes bem práticos como entender o seu ritmo biológico: que horário do dia você é mais produtivo, que tipo de alimentação te faz bem. Investimento em autoconhecimento é o mais rentável que existe, pois quanto mais cientes da nossa própria essência nós formos, mais nossas atitudes estarão alinhadas com a nossa vontade. O resultado de tudo isso? Uma vida feliz e realizada.

Fonte: Juliana Paes Garcia, coach de carreira, executivos e negócios 

Falta currículo emocional

Formado em propaganda e marketing, Ale Bossan atua há 23 anos em empresas de vários setores e sua rotina é lidar com executivos e líderes. Baseado nesta experiência, ele divulgou recentemente um vídeo em seu Facebook em que falou que tem encontrado muitos profissionais com currículo extenso. São pessoas qualificadas e com várias formações diversas, mas que não tem um bom currículo emocional. 

Segundo ele, a vida moderna, estresse, competitividade, individualidade profissional e muitos outros fatores têm criado a categoria que ele chama de competentes racionais com inabilidades emocionais. "Isso é muito ruim para as empresas a partir do momento em que estes gestores lideram equipes, colocando em risco valores corporativos como engajamento, metas, união e objetivos, em função de não propiciarem qualidade dos relacionamentos emocionais."

Um dos motivos para este comportamento está sendo potencializado pela desestruturação da base familiar. "Quem não entende de emoções em casa, de comportamento positivo no ambiente familiar, de respeito, de educação subordinada e de admiração por pai e mãe, dificilmente vai ser um executivo adulto com estes valores a propagar." 

Hoje, as pessoas também precisam cuidar da sua estrutura emocional para ter um bom currículo interno. "O bom currículo emocional é mais importante em momentos decisivos que todo o estudo acumulado numa vida completa de um executivo bem preparado. E isso é treino. Sim, emoção é treino. Assim como o cérebro desenvolve suas avenidas de comunicação através das sinapses estimuladas por pensamentos e comportamentos negativos, podemos e devemos treinar valores emocionais diariamente, auto aprendendo a manter as emoções em alta vibração, que são necessárias."

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.