Vida e Estilo

  • Quarta-feira, 16 de Agosto
  • Se não existe esforço, não tem progresso!
Vida e Estilo

Matéria

Quarta-feira, 01.03.17 às 17:42

Aprenda os primeiros passos para jogar pingue-pongue

Beto Carlomagno
Johnny Torres Eric e Atushi Toyoshima
Eric e Atushi Toyoshima jogam partida de tênis de mesa no Loop Ping Pong Bar, em Rio Preto

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do
Diario da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Johnny Torres Eric e Atushi Toyoshima
Eric e Atushi Toyoshima jogam partida de tênis de mesa no Loop Ping Pong Bar, em Rio Preto

Um esporte democrático, que acomoda a todos que desejarem praticá-lo. É assim que os praticantes e amantes do tênis de mesa – ou pingue-pongue – o descrevem. Alto, baixo, criança, adulto, qualquer pessoa que tenha interesse pode praticar esse que é um dos mais antigos e populares esportes em todo o mundo.

Para quem tem interesse, começar é fácil. Não precisa de nada além da vontade, nem mesmo do equipamento, afirma Eduardo Henrique Ferri Salinas, praticante do esporte e vice-presidente da Associação Riopretense de Tênis de Mesa (ARTM).

“É preciso ter apenas disposição. Tomar a iniciativa. Se não sabe por onde começar, nós da Associação podemos ajudar. Treinamos todas as terças e quintas, às 19h30, e aos sábados, às 16h, no Salão Comunitário de Engenheiro Schmitt. Para começar, temos raquetes e bolinhas para emprestar, até que a pessoa compre a sua própria”, afirma.

E não há uma idade mínima para começar, diz Walmir Costa, presidente da Associação. “Alcançando a mesa, já pode praticar. Normalmente, a criança atinge essa altura por volta dos seis, sete anos, mas pode ser mais cedo. E também não há idade para parar.”
Apesar de não ser uma escolinha, a entidade está aberta a ensinar e dar dicas aos interessados no esporte. “Fazemos o possível para ajudar. É um espaço dedicado para o treino de quem compete, mas usamos também para ensinar e dar dicas àqueles que se interessam”, diz Walmir.

O tênis de mesa também traz benefícios para o jogador. “O risco de lesão é quase zero, é um jogo muito aeróbico, ajuda a desenvolver o raciocínio rápido e lógico. Praticamente sem contraindicação”, explica Eduardo.

Além de democrático, o tênis de mesa é um esporte de regras simples. São cinco sets de 11 pontos e cada jogador, tem dois saques seguidos, independente de quem marcar o ponto. No jogo individual, o saque não precisa cruzar – por exemplo, a bola sair do lado direito do jogador que está sacando para o lado direito do oponente.

Nos jogos em dupla, é obrigatório alternar o jogador que rebate a bola, ou seja, um mesmo jogador da equipe não pode rebatê-la duas vezes seguidas. Também não pode “sacar preso”, afirma Eduardo.

“Sacar preso significa segurar a bola. Na hora do saque, o jogador tem que lançar a bola para o ar para golpeá-la. Outra coisa proibida é esconder o saque com o corpo. O adversário tem que ver a bola o tempo todo.”

Walmir Costa Walmir Costa, presidente da Associação Riopretense de Tênis de Mesa demonstra movimentos do esporte

Onde jogar

Além do salão comunitário onde a Associação Riopretense de Tênis de Mesa treina, os interessados na prática podem jogar no Sesc de Rio Preto, que tem três mesas para o esporte. As mesas ficam disponíveis para recreação do público e as raquetes podem ser emprestadas mediante a apresentação da Credencial Plena (comerciários matriculados e seus dependentes) ou Credencial de Atividades (Outros Públicos).

Os empréstimos acontecem de terça a sexta, das 13h às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 9h45 às 18h30. As bolinhas devem ser levadas pelos praticantes.

Já a terceira opção é uma novidade. Inaugurou em Rio Preto no fim de 2016, o Loop Ping Pong Bar, um espaço que permite que os praticantes de tênis de mesa joguem enquanto saboreiam uma cerveja artesanal e petiscos.

A ideia do projeto de Eric Toyoshima nasceu em 2013, quando um amigo dele, que é apaixonado pelo esporte, ficou sabendo de um bar voltado ao pingue-pongue em Nova York. “Toda vez que surgia uma viagem para os Estados Unidos, ele não perdia a oportunidade de dar uma passadinha no bar”, conta Eric.

O conceito foi tão bem aceito que se espalhou por diversas cidades nos Estados Unidos e até na Europa. E Eric trouxe a ideia para Rio Preto com a ajuda de amigos. “Conseguimos formatar o projeto e realizar todo o bar pela colaboração. O Loop tem cinco mesas de tênis de mesa oficiais. Para jogar, tem o custo do aluguel da mesa, que será de R$ 20, por 30 minutos, ou R$ 35, por uma hora.”
Segundo Eric, para quem nunca jogou, a melhor forma de aprender o tênis de mesa é praticando. O Loop fica na avenida Alberto Andaló, 2929. 

Eric Toyoshima Eric Toyoshima explica que no Loop as pessoas podem praticar tênis de mesa enquanto apreciam cervejas artesanais

Competições

Para quem está um pouco mais avançado no jogo e quer competir, há uma série de torneios regionais, estaduais e nacionais para manter os praticantes do esporte ocupados por um bom tempo.

Na região, há a Liga Oeste Paulista, que exige que o jogador seja confederado para participar. Ela envolve todas as cidades da região. Há também o Campeonato Paulista, cuja competição envolve todo o Estado de São Paulo. Há, ainda, o Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa, com jogadores de todo o País.

Os praticantes eventuais da região, que não fazem parte de federações ou não se encaixam dentro dos padrões profissionais, podem competir em uma liga que foi formada pela Associação Riopretense de Tênis de Mesa.

“Criamos a liga regional no ano passado para que as pessoas que residem em cidades próximas à Rio Preto e que gostam do esporte possam jogar. No ano passado, conseguimos reunir cerca de 150 pessoas”, conta Walmir Costa, presidente da associação.
Os interessados podem entrar em contato com a ARTM pelo telefone (17) 98190-0579 ou pelo e-mail tm.riopreto@hotmail.com.    

Informe seu WhatsApp, escolha os assuntos de interesse e receba notícias pelo celular



X

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.