Últimas de Politica

  • Sábado, 19 de Agosto
  • Se não existe esforço, não tem progresso!

Matéria

Quinta-feira, 18.05.17 às 08:14

Aloysio defende Aécio e diz que STF deve liberar vídeo

Agência Estado/Núcleo Multimídia
Foto: Dida Sampaio/Estadão Agentes deixam casa de Aécio, em Brasília
Agentes deixam casa de Aécio, em Brasília

No início da noite desta quarta-feira, 17, o jornal O Globo revelou que os donos da empresa JBS gravaram conversa com Michel Temer, no dia 7 de março, que comprova que o presidente consentiu com o pagamento de uma mesada para calar Eduardo Cunha. A informação foi confirmada pelo Estadão.

Outros políticos, como o senador Aécio Neves, foram alvos dos grampos dos empresários, que já tinham a intenção de prestar delação premiada aos investigadores. Aécio teria pedido R$ 2 milhões à empresa.

As denúncias esvaziaram o Congresso no final do dia, provocaram protestos em capitais e novos pedidos de impeachment contra Temer. 

Nesta quinta-feira, 18, a Polícia Federal iniciou operação que tem como alvos os citados pela JBS. O STF já determinou o afastamento de Aécio e prendeu a irmã dele, Andrea Neves.

O coro pela renúncia de Michel Temer já é reforçado por movimentos de esquerda, como a Frente Brasil Popular, e de direita, como o Movimento Brasil Livre — que antes defendeu o impeachment de Dilma Rousseff. Os maiores protestos estão marcados para o próximo domingo, 21.

Acompanhe os desdobramentos da crise política ao longo do dia:

20h30 - A assessoria de Aloysio Nunes afirma que ele irá permanecer no Ministério das Relações Exteriores. A assessoria negou que o tucano tenha entregue carta de demissão ao presidente Temer. O  senador licenciado não divulgou nota oficial sobre a crise do governo. 

19h11 - Irmã do senador Aécio Neves, presidente licenciado do PSDB, foi presa nesta quinta,18,  em sua casa em um condomínio em Belo Horizonte (MG)

Clique aqui para ampliar 

 

18h20 - Acirp diz que governo está enfraquecido - O presidente da Acirp (Associação Comercial e Industrial de Rio Preto), Paulo Sader, afirmou que a crise política na qual atravessa o País afeta a economia e deixa o governo de Michel Temer "enfraquecido". 

"A bolsa caiu, o dólar subiu. Dificilmente, os juros a longo prazo vão continuar caindo. O governo está enfraquecido e governo fraco

é ruim em todos aspectos, mas é cedo para fazer avaliação mais profunda. É preciso aguardar o que vai acontecer nos próximos dias", afirmou Sader. 

18h15 - Veja o comunicado do senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB:

"Em razão das ações promovidas no dia de hoje contra mim e minha família, quero afirmar que, a partir de agora, minha única prioridade será preparar minha defesa e provar o absurdo dessas acusações e o equívoco dessas medidas.

Me dedicarei diuturnamente a provar a minha inocência e de meus familiares para resgatar a honra e a dignidade que construí ao longo de meus mais de trinta anos de vida dedicada à política e aos mineiros em especial.

O tempo permitirá aos brasileiros conhecer a verdade dos fatos e fazer ao final um julgamento justo.

Para isso, decidi licenciar-me hoje da Presidência do PSDB que ocupo há mais quatro anos com extrema honra e dedicação. O Brasil precisa que o PSDB continue a ser o fiador das importantes reformas que vêm mudando o país.

Depois de ouvir inúmeros companheiros e seguindo o que determina o nosso Estatuto, estou apresentando à Executiva o nome do senador Tasso Jereissati, do PSDB do Ceará, para assumir nessa interinidade a presidência do partido.

Estou seguro de que, sob seu comando, com o apoio de nossos governadores e prefeitos, de nossas bancadas no Senado e na Câmara, dos nossos diretórios estaduais, de nossos líderes municipais e de todos nós, ele fará o partido seguir de forma firme e corajosa sua vitoriosa trajetória.

Aguardarei com firmeza e serenidade que as investigações ocorram e estou certo de que, ao final, como deve ocorrer num país onde vigora o Estado de Direito, a verdade prevalecerá e a correção de todos os meus atos e de meus familiares será reconhecida."

18h - Deputado Pedro Tobias, presidente estadual do PSDB-SP, defende afastamento de Aécio Neves. Veja a nota na íntegra:

“Diante dos fatos amplamente noticiados pela imprensa desde a noite desta quarta-feira, 17/05, e em nome da nossa história e dos compromissos éticos e democráticos assumidos pelo Partido da Social Democracia desde sua fundação, personificados em lideranças como Mario Covas e André Franco Montoro, o Diretório Estadual do PSDB-SP defende o imediato afastamento do senador Aécio Neves da Presidência Nacional do partido.

Reafirmamos o total compromisso com São Paulo e com o Brasil e a plena confiança na Justiça e nas investigações em curso. Aguardaremos o transcorrer das investigações com a crença que, ao final, inocentes serão isentos de culpa e os responsáveis por crimes serão julgados e rigorosamente punidos. (Dep. Pedro Tobias, presidente estadual do PSDB-SP)

17h - PPS deixa o governo

O líder do PPS, o deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) confirmou que o ministro da Cultura, Roberto Freire, e o da Defesa, Raul Jungmann já entregaram os cargos. Ambos os ministros estavam licenciados pelo PPS, e agora devem reassumir o mandato na Câmara dos deputados. A entrega das pastas é uma medida de oposição a Temer, que na visão do PPS deve renunciar. 

16h41 - Gravação "não deixa dúvida"

No Supremo Tribunal Federal (STF), quem teve acesso ao áudio da delação do empresário Joesley Batista, dono da JBS, diz que a gravação "não deixa dúvida" sobre a frase do presidente em relação à compra do silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PSDB-RJ). 

16h - Bolsonaro defente renúncia

O deputado e pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSC-RJ), defendeu nesta quinta-feira que a renúncia do presidente Michel Temer (PMDB) é a melhor solução para que o Brasil saia da crise. Bolsonaro defende que o possível sucessor de Temer seja escolhido por meio de eleição indireta.

15h20 - Aloysio quer esclarecimento

O ministro das Relações Exteriores de Michel Temer, senador Aloysio Nunes, de Rio Preto, afirmou em entrevista em Brasília, que espera “esclarecimento” sobre a situação do presidente. Ele disse que o STF deve liberar vídeos e áudios que mostram Temer determinando pagamento pelo silêncio de Eduardo Cunha. 

"Esperamos um esclarecimento dessa situação, é óbvio. Por enquanto não temos sequer conhecimento dos áudios e dos vídeos. É preciso que isso venha a público. O que temos são fragmentos, transcrições. Eu penso que esta questão não pode continuar assim. É preciso que o Supremo Tribunal Federal libere o quanto antes para que possamos ter a inteireza de todas as ações", afirmou. 

Aloysio também saiu em defesa de Aécio Neves (PSDB), afastado do Senado por decisão do Supremo. A irmã de Aécio foi presa nesta quinta, 18, por determinação do STF.  Aloysio não respondeu quando questionado se irá permanecer no cargo de ministro. Ala do PSDB defende rompimento com o governo de Temer. 
 
"Viemos para manifestar nossa solidariedade, nossas confiança nele. Estamos chocados com as medidas que foram tomadas, como por exemplo, a decretação de prisão de sua irmã, Andréia, e o senador Aécio vai recorrer de todas as medidas que foram tomadas."

14h30 - Renúncia

O senador Aécio Neves (MG) deve entregar ainda nesta quinta-feira sua carta de renúncia da presidência nacional do PSDB, informaram deputados tucanos ao Broadcast Político. Com a renúncia esperada, a bancada do partido na Câmara indicou o deputado Carlos Sampaio (SP) para substituir o parlamentar mineiro interinamente. Sampaio é vice-presidente jurídico da legenda.

14h13 - Fachin manda investigar Temer 
Fausto Macedo: O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta quinta-feira, 18, abertura de inquérito para investigar o presidente Michel Temer (PMDB), por suposto envolvimento em uma trama para ‘compra’ do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

13h59 - Imagens indicam pagamento de propina aos indicados de Temer e Aécio

Clique para ampliar

13h20 - Grupo de Rio Preto marca ato na Andaló - Evento criado no Facebook convoca moradores para manifestação em frente

à Prefeitura, na avenida Alberto Andaló, a partir das 18 h. "Acabou Temer # Diretas Já - São José do Rio Preto" é o nome do evento. Internautas já colocaram no portal faixas que serão utilizadas na manifestão. 

 13h10 - Temer solicita ao STF os áudios entregues pelo executivo da JBS

O presidente Michel Temer solicitou ao STF os áudios entregues pelo executivo da JBS, Joesley Batista. Segundo fontes, Temer assinou o pedido que foi levado há pouco à Corte. A decisão de pedir a divulgação dos áudios, segundo fontes do Planalto, é fundamental para que o presidente faça o pronunciamento nesta tarde. Segundo aliados, a situação é “delicada” e está “difícil encontrar uma saída para o governo”. Apesar disso, Temer tem dito que está firme e que tem as explicações.

12h15  -  A JBS admitiu que operações da Polícia Federal afetam sua imagem perante o mercado. Em resposta à questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), divulgada nesta quinta-feira, 18, a companhia afirma que, apesar dos impactos, "entende por bem aguardar o recebimento de todas informações envolvendo cada uma das operações".

"O excesso de informações desencontradas e um pronunciamento superficial da companhia diante das acusações poderiam acarretar em mais insegurança e incerteza em relação a ela e em relação ao setor de atividade em que atua", afirma a JBS. 

12h - O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), afirmou que vai aguardar o protocolo de pedido de cassação para se manifestar sobre o caso do senador Aécio Neves (PSDB-MG). "Não estou sabendo de nada oficialmente. Como de praxe, vou aguardar que cheguem os documentos para poder tomar uma posição sobre o caso", afirmou.

11h41 - “Não roubarão nosso país de nós’, diz Deltan Dallagnol
Procurador da República que integra força-tarefa da Lava Jato sugere em sua conta no Facebook que 'a melhor coisa que a sociedade poderá fazer, além de protestar, será mostrar sua indignação nas urnas, colocando no Congresso em 2018 pessoas comprometidas com as transformações'

11h21 -  Temer diz ser “vítima de uma conspiração”

O presidente Michel Temer disse hoje a senadores que o visitaram pela manhã que é “vítima de uma conspiração”. Sem apontar os autores do golpe, Temer repetiu mais de uma vez que “está firme” no cargo e sentenciou: “Não vou cair!”. Neste momento, Temer está reunido com ministros do núcleo duro do governo e avalia fazer um pronunciamento.

O presidente apontou ser estranho que os fatos tenham sido divulgados no momento em que a economia voltou a crescer e as reformas avançam no Congresso.

10h35 - Manifestações 

Manifestações de militantes de direita e esquerda já estão tomando as ruas. Todos pedem a renúncia de Temer, mas a direita defende eleições indiretas no Congresso, enquanto a esquerda pede "Diretas, já!".

10h15 - PF no apartamento da irmã de Aécio

Agentes da Polícia Federal e procuradores do MPF deixaram o prédio de um apartamento de Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves, pouco antes das 9h30 da manhã. Ao deixarem o edifício, em Copacabana, os agentes carregavam um malote com material apreendido no imóvel localizado no oitavo andar. Os procuradores não quiseram se manifestar. Algumas pessoas que acompanhavam a movimentação na calçada se manifestaram em favor da ação. Uma mulher gritou "Fora, Temer".

9h44 - Prisão de procurador
Foi determinada nesta manhã a prisão do procurador da República Ângelo Goulart Villela, por suspeita de negociar propina para vazar informações de investigações sobre a JBS. Joesley Batista disse aos investigadores que o esquema teria envolvido pagamento de mesada de R$ 50 mil ao procurador.

O Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, disse que a prisão do procurador tem 'gosto amargo'

9h22 - PSDB vai anunciar sucessor de Aécio à frente do partido
O PSDB se reúne neste momento no Congresso para anunciar o sucessor de Aécio Neves (PSDB-MG) à frente da presidência nacional do partido. Nesta manhã, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão do senador Aécio Neves, mas o ministro Edson Fachin considerou que esta é uma decisão que cabe ao plenário do Supremo. Fachin determinou o afastamento de Aécio do mandato de senador e buscas em endereços dele, inclusive no gabinete do Senado, como revelou a Coluna. A informação sobre o pedido de prisão de Aécio foi antecipada pela TV Globo e confirmada pela Coluna.

Membros da ala jovem do PSDB na Câmara já começaram a se descolar do governo Michel Temer. Há o desejo para que ministros deixem os cargos. “Não há mais base e ninguém mais vai defender ou dar apoio a isso que está aí”, avaliou um deputado.

9h10 - Primo é preso
Um primo do presidente do PSDB, senador Aécio Neves, também foi preso preventivamente nesta quinta-feira pela Polícia Federal. Fred, como é conhecido Frederico Pacheco de Medeiros, teria sido filmado recebendo R$ 2 milhões a mando do empresário Joesley Batista.

Além dele, Menderson Souza Lima, assessor do senador Zezé Perrela (PMDB-MG) também foi preso. Assim como a irmã do operador financeiro Lucio Bolonha Funaro, chamada Roberta. Todos foram citados na delação de Joesley Batista.

Em todos os casos os mandados são de prisão preventiva e foram autorizados pelo STF.

8h52 - Irmã de Aécio, que foi presa, tentou embarcar para Londres

Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves, tinha uma passagem comprada para Londres na noite desta quinta-feira, segundo investigadores. Ela foi presa há pouco em Belo Horizonte acusada de pedir dinheiro para Joesley Batista em nome do irmão, que recebeu R$ 2 milhões do empresário em entrega filmada e registrada. O dinheiro foi dada a um primo de Aécio.

A Operação que afastou o presidente do PSDB do mandato foi denominada pela Polícia Federal de Patmos. É uma referência a ilha grega onde o apóstolo João teria recebido mensagens do apocalipse.

8h32 - URGENTE: Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, pede prisão do senador Aécio Neves. 

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão do presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), mas o ministro Edson Fachin considerou que esta é uma decisão que cabe ao plenário do Supremo. Fachin determinou o afastamento de Aécio do mandato de senador e buscas em endereços dele, inclusive no gabinete do Senado, como revelou a Coluna. A informação sobre o pedido de prisão de Aécio foi antecipada pela TV Globo e confirmada pela Coluna.

8h30 - Agentes da Polícia Federal seguem fazendo busca e apreensão de documentos no gabinete do senador Aécio Neves (PSDB-MG) no Senado. A operação no local já dura mais de duas horas, segundo policiais legislativos. Parte da imprensa foi impedida de acompanhar a operação. A polícia legislativa restringiu o acesso ao prédio anexo do Senado onde os gabinetes dos senadores estão localizados. Os carros da PF aguardam os agentes na chapelaria do Congresso Nacional, entrada principal do prédio. 

8h15 -A Polícia Federal faz uma busca neste momento no apartamento de Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB), localizado na Avenida Atlântica, na Praia de Copacabana, no Rio. Dois carros da PF estão diante do prédio. Alguns motoristas que passam pela avenida à beira-mar festejam ao som de buzinas. O STF determinou a prisão de Andrea, que ainda não foi localizada e deve ser procurada pela Interpol.

8h26 -As datas das gravações feitas pela JBS de conversas com o presidente Michel Temer (PMDB) e com o senador Aécio Neves (PSDB) coincidem com um momento em que o setor pecuário do País, no qual a empresa atua, passava por uma crise resultante da Operação Carne Fraca.

8h15 - A Polícia Federal faz uma busca neste momento no apartamento de Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB), localizado na Avenida Atlântica, na Praia de Copacabana, no Rio. Dois carros da PF estão diante do prédio. Alguns motoristas que passam pela avenida à beira-mar festejam ao som de buzinas. O STF determinou a prisão de Andrea, que ainda não foi localizada e deve ser procurada pela Interpol.

7h49 - A operação iniciada nesta manhã pela Polícia Federal mira os citados na delação do empresário da JBS Joesley Batista aos investigadores da Lava Jato, conforme apurou o Estadão. Há mandados de busca no Senado e residências do senador Aécio Neves, que já tem afastamento determinado pelo STF. O 'recheio' da delação ainda nem veio à tona, segundo informaram investigadores.

7h47 - 'Tudo o que conseguimos nesse um ano de governo Temer está sendo perdido': A economista-chefe da XP Investimentos e colunista do Estadão, Zeina Latif, disse em entrevista ao Broadcast que há um potencial muito grande de piora da economia nos próximos dias em decorrência da gravidade da informação de que o presidente Michel Temer teria sido gravado comprando o silêncio do deputado Eduardo Cunha, em gravação feita pelo empresário Joesley Batista, da JBS. 

7h42 -Área econômica já analisa impacto de acusações. Há o temor de que o processo de retomada do crescimento do País, que começou só agora no primeiro trimestre de 2017, seja interrompido ainda em sua fase inicial depois de um ano do governo Temer. O clima é de frustração diante desse risco.

7h33- URGENTE: STF determina afastamento de Aécio Neves (PSDB) e prisão preventiva da irmã do senador, Andrea Neves.

7h14 - Depois dos protestos espontâneos que ocorreram ontem à noite contra Temer, movimentos de esquerda e direita organizam mais atos para pedir a renúncia do presidente. A Frente Brasil Popular coordena a manifestação "Fora Temer! Diretas Já". O movimento Vem Pra Rua anuncia o ato "Prendam todos: Temer, Dilma, Lula e Aécio".

7h02 - LONDRES - O chefe de pesquisa macroeconômica para América Latina da consultoria britânica Oxford Economics, Marcos Casarin, avaliou ao Broadcast, notícias em tempo real do Grupo Estado, que as notícias de que há gravações comprometedoras de Michel Temer em relação à compra do silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha representam "o fim da linha" para o presidente, que há poucos dias registrou um ano no poder. "Mais cedo ou mais tarde, ele vai cair. Se vai renunciar, sofrer processo de impeachment, ou ter a chapa cassada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ainda não sabemos", disse o economista baseado em Londres.

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.