Diário da Região

05/08/2017 - 16h39min

Para bom degustador

O tipo do copo faz toda a diferença na hora de tomar cerveja; entenda

Para bom degustador

Divulgação NULL
NULL

Foi-se o tempo em que a única preocupação era se a cerveja estava ou não gelada. Nos dias de hoje, com o aumento de apreciadores e especialistas no assunto, saber distinguir o recipiente ideal para cada rótulo é fundamental na hora de degustar a boa e velha cervejinha. “Primeiro é importante dizer que a cerveja é uma bebida descontraída e que não ter um determinado copo não pode ser, de maneira alguma, motivo para deixar de tomá-la. Em grandes festivais, por exemplo, é muito comum a utilização de copos de plástico ou acrílico. Dito isso, a utilização do copo correto, maximiza a experiência ao degustarmos uma determinada cerveja”, declara Fábio Campos, docente do Senac Rio Preto. 

As baixas temperaturas também são um convite para investir em cervejas. “Nessa época mais fria do ano, as cervejas escuras e mais alcoólicas são mais indicadas. “As Stouts e Porters, bem como suas variantes mais potentes Imperial Stout e Imperial Porter, junto com as Bocks, Doppelbocks, Old e Wood Ale fazem bastante sucesso e aquecem o coração cervejeiro em um dia de temperaturas mais baixas”, ensina Luiz Gustavo Doná, sommelier de cerveja e sócio do Don Tonel, em Rio Preto.

Cerveja Vila A cerveja Delirium Tremens tem aromas frutados e sabores que parecem de frutas cítricas, com leve toque de damasco e caramelo. É servida no copo tipo tulipa, no Vila Dionísio, em Rio Preto

Questão cultural

Alexandre Zanin, sócio-proprietário do pub Vila Dionísio, reforça o quanto a cultura tem um grande peso na hora de degustar uma cerveja. “O mais importante é respeitar a característica de cada estilo. Cervejas pilsens brasileiras são servidas estupidamente geladas, devido à tradição já impregnada na cultura local, embora o ideal fosse servi-las em 2 a 4 graus positivos, mas pouca gente se arrisca a romper essa tradição”, diz ele que continua: “Para melhor apreciar as cervejas consideradas especiais em nosso mercado, identificando notas de maltes, os aromas cítricos ou florais ou herbáceos dos lúpulos. As cervejas precisam e são melhor degustadas respeitando a temperatura de cada estilo.”, ensina.
Segundo Zanin algumas delas devem ser servidas entre 6 e 9 graus. “Isso é importante para que todos os sabores e aromas possam ser encontrados nessa experiência cervejeira. Na primeira vez, os cervejeiros brasileiros mais tradicionais ficam um pouco incomodados com essas temperaturas. Com o tempo, passam a entender como são importantes para melhor degustação”, frisa. 

O copo ideal existe?

Existem vários livros e sites que trazem essas informações básicas sobre cada estilo. Existem copos considerados coringas, podendo ser utilizados na degustação de qualquer estilo, como, por exemplo, a tulipa e a taça iso, muito utilizada em degustação técnicas de cervejas e vinhos. “Mas, como eu já disse antes, isso não pode se tornar uma obsessão a ponto de tirar o prazer de degustar uma cerveja”, reforça Campos, que enfatiza: “É importante que o copo esteja limpo e livre de resíduos como gordura ou restos de detergente que, entre outros problemas, prejudicam a formação e estabilidade da espuma”, diz. 

Cerveja copos 2 Luiz Gustavo Doná diz que o ideal é que os apreciadores de cerveja tenham alguns copos específicos como o weizen, pint e tulipa

Segundo Doná, hoje em dia muitas cervejarias indicam em seus rótulos os copos aconselhados para cada estilo da bebida. “No geral cervejas de trigo usam copos mais altos de boca larga, para auxiliar a formação da espuma e de aromas, cervejas mais intensas pedem snifter (copos de conhaque) para concentrar aromas e o contato quente da mão com o fundo do copo liberar aromas com o aquecimento, cervejas inglesas e americanas usam muito o pint, entre outros exemplos”, ensina ele que continua: “Mas ninguém precisa ter diversos copos em casa, alguns copos-chave resolvem a maior parte do problema. Indicaria um copo weizen, um pint e uma tulipa (a verdadeira, no formato da flor). A taça em formato de tulipa é muito versátil, pode receber a maioria dos estilos de cerveja tranquilamente e assim ninguém precisa ter dezenas de copos diferentes, mas pode ter dezenas de tulipas para servir quantos amigos quiser”, declara. 

Copos Clique para ampliar a imagem

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.