Diário da Região

22/06/2017 - 17h01min

Comportamento

Tudo eu

Comportamento

Stock Images/Divulgação NULL
NULL

O egoísmo gera o egocentrismo ou o egocentrismo gera o egoísmo? Especialistas em comportamento concordam que não há uma resposta para a questão. A certeza vem do fato de que a atitude egocêntrica pode prejudicar o indivíduo tanto na sua vida pessoal como profissional. 

A especialista em terapia familiar do Instituto Terapia Sistêmica (ITS), Márcia Orsi, afirma que o egoísmo é uma característica até importante de sobrevivência. "O problema é o excesso."

Já o egocentrismo é o querer ser o centro de tudo. É fazer todas as coisas em função de si mesmo, sem olhar para os demais. "Na verdade é uma carência, falta de amor próprio e infantilidade. Quando preciso ser o centro ou preciso de tudo pra mim, estou dizendo que sou frágil, que sem isso não sobrevivo", diz Márcia. 

O problema mais comum enfrentado por pessoas egocêntricas é o distanciamento das pessoas. Os egocêntricos, por outro lado, apresentam baixa empatia - saber se colocar no lugar do outro. Ale Rodrigues, coach da Direcione Desenvolvimento Humano, afirma que a consequência é que ninguém quer estar com uma pessoa assim por muito tempo. "Essa pessoa acaba possuindo uma visão de mundo e das pessoas muito limitada."

No ambiente de trabalho, o egocentrismo pode gerar vários problemas, tais como falta de colaboração com a equipe e competitividade exagerada, e isso pode criar um ambiente não favorável à cocriação. "Um líder assim terá enormes dificuldades de delegar e desenvolver sua equipe de forma satisfatória. Pode causar isolamento", diz o coach. 

A especialista em terapia familiar concorda que ao se portar como o centro das atenções e enaltecer sua superioridade perante os demais o indivíduo transmite arrogância e egoísmo. Isso pode atrapalhar sua vida pessoa e profissional. "Viver socialmente, se relacionar e trabalhar exigem da pessoa que ela ofereça alguma coisa, muitas vezes, sem receber o equivalente em troca imediatamente. A pessoa egoísta ou egocêntrica não consegue perceber a necessidade alheia, pois está centrada em si mesma. Isso impossibilita a relação de ir adiante, pois provoca um desequilíbrio", afirma.

Se uma pessoa não consegue perceber os demais à sua volta, e pensa somente em benefício próprio, pode ser um alerta. O importante é sempre o equilíbrio. "O equilíbrio é que eu dê o que outro precisa e receba o que eu preciso. Se isso não está acontecendo, tem algo errado", diz Márcia. 

O coach ressalta que, em geral, o egocêntrico é visto como aquele que considera apenas sua própria opinião como verdade, sente-se superior, em muitos casos necessita ser o centro das atenções e está sempre exibindo seus feitos e suas qualidades. É um obcecado por si mesmo. "Não podemos esquecer que pode existir o egocêntrico negativo também, que se desvaloriza, se isola e tem pavor do julgamento dos outros, acha que todos estão sempre o perseguindo."

Coaching pode ajudar

Se você percebe traços de personalidade egocêntrica e deseja construir uma nova percepção sobre si mesmo, abandonando esse comportamento, pode encontrar em um programa de coaching a ajuda necessária. 

O coach Ale Rodrigues explica que uma pessoa que está incomodada com esse comportamento egocêntrico, ou que não percebe que tem esse comportamento, mas entende que seus resultados não estão acontecendo como desejado, será estimulada a desenvolver sua capacidade de identificar os comportamentos que podem estar prejudicando-a. 

"Nesse caso do egocentrismo, por exemplo, pode ser arrogância ou egoísmo. O papel do coach não é de julgar ou rotular seu cliente, mas promover sua evolução através do desenvolvimento pessoal", ressalta o coach Ale Rodrigues. 

Ale explica que com a ajuda do coach essa pessoa vai ser estimulada a analisar-se de uma perspectiva externa, sendo possível assim entender com clareza se esses comportamentos apresentados estão sendo construtivos ou destrutivos em sua vida. "Ou seja, se estão aproximando ou afastando essa pessoa dos resultados desejados. Em caso negativo, o trabalho passa a ser de apoiar o cliente na construção de novos comportamentos para que eles se tornem um novo hábito, direcionando-o ao sucesso."

Características do Egocêntrico

  • Querer ocupar o lugar central, onde tudo e todos agem em função dele
  • Dificuldade de pensar nos outros e em suas necessidades
  • Não ter empatia e nem simpatia
  • Relacionamentos centrados no que podem ganhar
  • Dificuldades em se relacionar socialmente

Fonte: Márcia Orsi, especialista em Terapia Familiar do Instituto Terapia Sistêmica (ITS) 

Como lidar com pessoas egocêntricas

  • Não deixe que o excesso de promoção e autoconfiança do egocêntrico faça a sua confiança diminuir, se você trabalha com uma pessoa assim, não entre nesse jogo de competir com ele sobre que tem as maiores façanhas. Mantenha seu estado mental sempre elevado e não perca o foco em seus objetivos
  • Falamos sempre que somos a média das 5 pessoas com que mais convivemos, portanto, se uma pessoa assim está no seu círculo de convivência, e está contribuindo negativamente, pode ser a hora de procurar novas amizades
  • Se você está casado com alguém assim, e isso lhe prejudica, é preciso uma conversa aberta, e muitas vezes pode ser necessária a ajuda de um psicoterapeuta também para intermediar

Fonte: Ale Rodrigues, coach

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso