Diário da Região

25/05/2017 - 19h43min

Exercício Físico

Pegando Fogo

Exercício Físico

Stock Images/Divulgação NULL
NULL

A busca pelo corpo bonito e saudável nem sempre é fácil. Além de uma dieta equilibrada, a prática de exercícios físicos regulares pode dar uma mãozinha se esse é seu objetivo. 

Ao praticar uma atividade física que acelera o metabolismo, ocorre o consumo de calorias. A quantidade de calorias consumidas pelo organismo vai depender do biotipo de cada um, da intensidade do treino e de outros fatores. 

Mas é fato que os exercícios que mais consomem calorias - na maioria das vezes - são os mais eficazes para que os números na balança comecem a declinar rapidamente. 

Se o objetivo é perder peso, 1 hora de atividade é o tempo ideal, sempre respeitando a frequência cardíaca (número de batimentos por minuto) e os limites do corpo. Mesmo assim, no decorrer de 60 minutos, algumas atividades físicas queimam mais calorias que outras.

"Além de promover um envelhecimento saudável, a prática de atividades físicas melhora a disposição das pessoas, combate a depressão, fibromialgia e fadiga - doenças que estão cada vez mais presentes nessa geração", explica ortopedista e médico do esporte Luiz Henrique.

 

Arte - Exercício - 26052017 Clique na imagem para ampliar

Os exercícios também auxiliam no tratamento de doenças crônicas como hipertensão, diabetes, artrose e dores musculares. "Quando praticamos atividades físicas, liberamos várias substâncias em nosso organismo, como endorfina, noradrenalina, adrenalina, serotonina e dopamina. Essas substâncias têm influência direta no humor, na ansiedade, no sono e na alimentação", explica o educador físico Roger Woellner.

"Exercícios aeróbicos e musculação proporcionam um gasto calórico alto e uma alta movimentação do corpo, estimulando a circulação sanguínea, a queima de gorduras e a aceleração do metabolismo", acrescenta. 

Segundo Eduardo Leite, diretor de e-commerce do setor esportivo, é necessário fazer exercícios desse tipo. "A musculação e a aeróbica são atividades que contribuem muito para aumentar a ação metabólica. Suplementos que dão mais energia para os treinos, como a maltodextrina, são indicados para quem quer fazer exercícios de forma mais intensa e potencializar os resultados", diz.

Regularidade

É importante lembrar que para manter a saúde em dia e em segurança, os exercícios precisam ser feitos mais de uma vez na semana e com uma intensidade dosada. Pessoas que não se exercitam e têm um final de semana agitado, por exemplo, têm maior propensão a desenvolver arritmias cardíacas e morte súbita quando praticam alguma atividade ou esporte, especialmente se tiverem mais de 50 anos.

Organize sua agenda

A falta de organização na agenda e fazer atividades que não proporcionam prazer podem levar muitas pessoas a fugir da prática regular de exercícios. "Não existe uma atividade em que os indivíduos sejam mais fiéis, por isso é importante que eles pratiquem as atividades com as quais se identifiquem, assim, ficarão felizes e tenderão a manter uma regularidade o ano todo", sugere o personal trainer da rede de academias Fit Premium, Thiago Chicora. 

Outra dica do personal é treinar em locais de fácil acesso, que não comprometam muito tempo de deslocamento.

Brasileiro é Sedentário

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) aponta que 62,1% dos brasileiros com 15 anos ou mais não praticaram qualquer esporte ou atividade física em 2015. Os dados divulgados na semana passada mostram que 100,5 milhões de pessoas, de um total de 161,8 milhões, nessa faixa etária, não fizeram nenhum tipo de atividade ou praticaram algum esporte.  
Os números integram levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Hábito alimentar e genética interferem

Se você faz parte do grupo que acha que pode comer qualquer coisa e basta se exercitar que está tudo certo, cuidado. A conta pode não fechar. 

A atividade física, por si só, não garante boa saúde - pois isso também depende de fatores como genética e hábitos alimentares. "Mas garante, certamente, mais saúde", afirma o fisioterapeuta Celso R.F. Carvalho, professor associado da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 

Ainda que a pessoa tenha um histórico familiar de doenças como diabetes e hipertensão, por exemplo, ela terá menor probabilidade de desenvolvê-las se praticar exercícios com regularidade.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso