Diário da Região

24/02/2017 - 14h48min

Beleza

Valorize e assuma os cachos

Beleza

Divulgação NULL
NULL

“Debaixo dos caracóis dos seus cabelos”... O verso, famoso na voz de Roberto Carlos, retrata uma das características da mulher brasileira: o cabelo cacheado. 

Ondulado, cacheado ou crespo, as variações são muitas e é cada vez maior o número de mulheres que decide assumir a textura natural dos fios, deixando de lado os alisamentos obtidos por meio de processos químicos.  

Para o cabeleireiro Rafael Bertolucci, do salão Rafael Bertolucci, em Rio Preto, a mulher moderna está cada vez mais saindo do ‘sintético’ e migrando para o ‘born this way’ (nasci assim) devido à sua rotina de trabalho e pessoal que atualmente tem exigido mais praticidade. 

Segundo Bertolucci, mulheres que fizeram alisamentos conseguem fazer o processo inverso, para assumir de vez os cachos. “Demanda tempo, corte e cuidados. O primeiro passo é cortar a cada 45 dias e sempre usar produtos desintoxicantes, para limpar os resíduos de alisamentos”, explica. 

Se a decisão for por valorizar a textura natural dos fios, um dos problemas que as mulheres precisam encarar é o crescimento dos fios, que terá texturas diferentes na raíz e nas pontas. “Uma dica legal, para suportar essa fase, é usar somente na região crescida um babyliss, mas não se esqueça de que a temperatura deve estar no máximo a 110 graus e de sempre aplicar um protetor térmico antes”, ensina o cabeleireiro. 

O cabeleireiro Arnaldo Romano, do Romano Cabeleireiros, em Rio Preto, lembra que o corte ideal, para quem deseja assumir os cachos, é na altura dos ombros. Também é interessante criar graduações e a franja deve ser um pouco mais longa. “Quando se corta os cabelos cacheados muito na frente fica difícil de arrumar, mas também é importante acompanhar a estrutura do rosto para criar esse efeito, para cada caso há sua especificação. As mulheres que gostam de manter os cachos mais domados e disciplinados é interessante que ela deixe o cabelo um pouco maior, já as que reclamam muito, uma blindagem pode ajudar a reduzir o volume.” 

Cuidados com os cachos

Arnaldo Romano diz que nessa época do ano o cabelo cacheado é o que mais sofre por causa da umidade. “É o cabelo mais sensível para trabalhar, tem que ter muito cuidado, principalmente com os tratamentos, porque é um cabelo que muitas pessoas não assume e costuma fazer tratamentos para reduzir o volume”, explica. O procedimento indicado pelo especialista é a blindagem de carbocisteína, que agride menos a estrutura dos fios reduzindo o volume, o frisado e o arrepiado. 

A recomendação do especialista para cabelos que não foram processados quimicamente é lavar os fios todos os dias, preferencialmente pela manhã, e usar produtos específicos para esse tipo de cabelo. “O cacho passa o dia todo montado, no dia seguinte ele já perde um pouco o formato, nesse caso pode-se fazer um cabelo preso.”

Rafael Bertolucci sugere o uso de produtos ‘low poo’ que tem um pouco de sulfato. Outra dica do cabeleireiro é evitar ventos fortes, por exemplo, deixando o vidro do carro aberto. “Trocar a fronha do travesseiro por uma de cetim evita o atrito do cabelo com o tecido, proporcionando mais disciplina e brilho”, complementa. 

Serviço
Romano Cabeleireiros, em Rio Preto, (17) 3222-4476
Salão Rafael Bertolucci, em Rio Preto, (17) 3304-9179

Finalização

Os cabelos crespos, ondulados e cacheados precisam de cuidados diários e manutenção

Os cabelos crespos podem ser finalizados com leave-in (com proteção térmica ou solar) e os óleos podem ser acrescentados nas finalizações

Nos cabelos ondulados e cacheados podem ser utilizados leave-in em spray ou creme, mousse e óleo. Dentro desses produtos os resultados podem ser diferentes. Por exemplo, para mais definição, mousse, leave-in em spray ou creme; para cachos mais soltos, sempre se preocupe com proteção térmica ou solar, o óleo pode entrar junto com o leave-in (tanto úmidos ou secos)

Para aquele efeito de salão pode ser utilizado babyliss para definir os cachos ou para quem gosta de mudar de vez em quando, pode ser utilizado prancha/chapinha. Lembrando que sempre que optar por esses equipamentos é essencial o uso de protetores térmicos    

Fonte - Fabiano Gimenez, proprietário do Casa Blanca – Studio Ellen Brito, em Rio Preto, (17) 3235-3838

*Preços consultados em janeiro estão sujeitos a alterações

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.