Diário da Região

30/09/2017 - 12h05min

Secretário de Estado dos EUA pede calma na Península da Coreia

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, disse neste sábado que a situação precisa se acalmar na Península da Coreia, mas observou que cabe à Coreia do Norte interromper seus lançamentos de mísseis. Após encontros com o presidente chinês, Xi Jinping, e outras autoridades em Pequim, Tillerson disse acreditar que a China está bastante preocupada com os programas nucleares e de mísseis da Coreia do Norte, e está se esforçando para convencer Pyongyang a voltar à mesa de negociações. Ele não especificou, no entanto, como seriam essas conversações. "Acho que a ação mais imediata é acalmar as coisas", disse Tillerson a repórteres, referindo-se às tensões entre Coreia do Sul e Coreia do Norte. "Eles estão um pouco exaltados no momento, e acho que precisamos acalmá-los antes." Ao ser questionado sobre as recentes declarações do presidente Donald Trump e se a recomendação também se aplicaria a ele, Tillerson disse: "Acho que toda a discussão está um pouco acalorada no momento. Acho que todos gostariam que ela se acalmasse." "É claro que ajudaria se a Coreia do Norte parasse de disparar mísseis. Iso acalmaria bastante as coisas", disse o secretário de Estado. Atualmente, as relações entre Pequim e Washington são vistas como mais importantes do que nunca por causa do impasse em torno das armas nucleares e dos mísseis balísticos de Pyongyang. O líder norte-coreano, Kim Jong Un, e Trump vêm trocando insultos pessoais e ameaças de guerra e não há sinal de uma solução diplomática. Recentemente, Trump vem pressionado a China por medidas mais duras contra a Coreia do Norte. Embora se oponha categoricamente a qualquer medida para derrubar Kim, a China parece cada vez mais disposta a endurecer sua postura em relação a Pyongyang, e concordou com novas sanções impostas à Coreia do Norte pela Organização das Nações Unidas (ONU). Tillerson reiterou que os EUA não vão reconhecer a Coreia do Norte como uma potência nuclear, mas disse que o país não tem a intenção de derrubar o regime de Kim Jong Un. Fonte: Associated Press.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso