Diário da Região

14/09/2017 - 10h19min

Vindima

Fazenda Amazonas realiza colheita de uvas do vinho 'Spirituallis'

Vindima

NULL NULL
NULL

 

Como resultado de um ano de muito trabalho e cuidados especiais no vinhedo de uvas Cabernet Sauvignon e Syrah, a Fazenda Amazonas realizou no último domingo, no dia 10 de setembro, a sua tradicional Vindima: a tão esperada hora da colheita. 

Inspirada em costumes europeus, os convidados tiveram a oportunidade de colher as uvas ao som de músicas ao vivo, sob o espírito de um grande e festivo encontro no campo. Entre os convidados, estava Gabriela Monteleone, eleita em 2012 melhor sommelière do Brasil pela Revista Gula e pela Revista Prazeres da Mesa, e, em 2013 melhor sommelière de São Paulo pela Revista Veja SP.

Desde 2007, o casal Aline e Paulo Girardi se dedica a vitivinicultura, com ações que vão desde o cultivo das uvas até a produção do vinho, batizado de “Spirituallis”. A produção é limitada e numerada em torno de 800 garrafas. Ruy Othake, arquiteto renomado e conceituado profissional, é quem assina o rótulo comemorativo do vinho.

A empresária Aline Cruz Girardi conta que, devidamente colhidas, as uvas formam levadas em transporte refrigerado para a Vinícola Experimental da Epamig, em Caldas (MG), para a vinificação. Essa vinícola acaba de ter vinhos premiados no Decanter World Wine Awards 2017, em Londres, considerado um dos maiores concursos do gênero.

XAV_8828.jpg 90% das uvas são Cabernet Sauvignon e 10% são Syrah

O vinhedo, com área de 0,4 hectare, produz aproximadamente 1.500 kg de uva, das quais 90% são Cabernet Sauvignon e 10% são Syrah. De igual modo, produz uva Bordeaux, especialmente para suco, e uva de mesa Niagara. “A Fazenda Amazonas é pioneira na produção da uva Cabernet Sauvignon no Estado de São Paulo, com mudas originalmente importadas da França”, explica o empresário Paulo Girardi.

Uma nova experiência

A Fazenda Amazonas, que neste ano lançou o suco prensado a frio Puro+, feito de legumes, verduras e vegetais e enriquecidos com ativos da Amazônia, já tem novos projetos em andamento. 

Na Vindima, os convidados conheceram o conceito de um empreendimento imobiliário, que já está em estudo, com diferenciais únicos e exclusivos, como o Caminho do Vinho e um Wine Club. Soma-se ainda, a valiosa fonte de água mineral, de excelente qualidade. 

Sem qualquer tipo de incômodo, os futuros condôminos poderão passear pelo Caminho do Vinho, caminhando ou pedalando por uma rota charmosa, que os levará para o vinhedo e ao Wine Club – um espaço de integração, feito especialmente para a degustação de vinhos, em especial o “Spirituallis”, e para os sucos da Fazenda Amazonas. 

“É um conceito de vida, que propicia a integração com a natureza, com sofisticação e exclusividade, permitindo que os futuros moradores do condomínio possam usufruir de uma estrutura incomparável na região, desfrutando de uma nova experiência”, afirma o empresário Paulo Girardi. 


“Spirituallis”

A vinícola da Fazenda Amazonas, em São José do Rio Preto, já entrou definitivamente no mapa da produção brasileira de vinhos.  Ao lado das regiões de São Roque e do Espírito Santo do Pinhal, as castas Cabernet Sauvignon, Syrah e Sauvignon Blanc se expandem pelos ‘terroirs’ paulistas.

XAV_9010.jpg A primeira safra do vinho 'Spirituallis' foi engarrafada em 2012

Para a sommelière Gabriela Monteleone, o vinho “Spirituallis”, produzido pela Fazenda Amazonas é uma grande surpresa, uma vez que é produzido numa região muito quente e que necessita de um manejo técnico precioso. “Ele é muito prazeroso, com aromas finos, estrutura bem formada e muito bem feito.”

Segundo ela, é um vinho Carbenet Sauvigon muito interessante, típico da sua variedade, com frutas negras, especiarias e um aroma característico de pirazina, além de ser marcado pela estrutura tânica e frescor e com um bom potencial de envelhecimento e de guarda. “Acredito que vai ser um vinho muito especial como exemplar aqui no Brasil”. 

Na Fazenda Amazonas, o plantio das uvas começou em 2007 e a primeira safra do vinho “Spirituallis” foi engarrafada em 2012. Porém, não foram comercializadas porque os produtores decidiram esperar um vinho de mais qualidade. Na busca por excelência, toda safra do ano de 2013 foi descartada.

Já em 2014, a produção rendeu 800 garrafas, que estão passando pelo processo de envelhecimento e estarão prontas para consumo a partir de 2018.  As safras dos anos de 2015 e 2016 foram unificadas, por opção técnica. Engarrafadas, cumprem o período inicial de envelhecimento. Atualmente, este vinho já é considerado o melhor produzido até hoje pelas uvas da Fazenda Amazonas.

O clima da região de São José do Rio Preto, a qualidade do solo e o processo completo de irrigação desenvolvido na propriedade, garantem o sucesso na produção das uvas. Os vinhedos são irrigados com água mineral hipotermal, de fonte fluoretada com traços de vanádio e com pH acima de 7,24 (alcalina). Essa água é rica em potássio e cálcio e contribuiu com o processo de desenvolvimento e adaptação da uva ao solo.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o perí­odo R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o per­íodo R$ 16,90

Já é assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.