Diário da Região

04/01/2017 - 00h00min

Painel de Ideias

Marcas do que se foi

Painel de Ideias

NULL NULL
NULL

Quando criança, na década de 1970, considerava-me um privilegiado. Tive acesso à bastante informação para os padrões da era antes do computador, do celular e da internet.

Tinha a coleção da Barsa (Enciclopédia Britânica), 2 caixas cheias da revista Seleções do Readers Digest que herdei dos meus tios, meu pai assinava o Estadão, depois mudou para a Folha, que invariavelmente chegavam em Andradina só depois do almoço, e os almanaques do Laboratório Catarinense, do Biotônico Fontoura, que o sr. João Miguel da farmácia Moderna guardava para mim todos os anos. Completava o conjunto o Almanaque Abril, que perdura até hoje nas bancas de revista.

Na passagem de 1979 para 1980 fizeram uma retrospectiva da década de 1970 inteira. Descobri o programa há alguns dias no YouTube. Dura menos de 4 horas e é cadenciado, paradão, meio sonolento até. Pode até ser impressão minha mas acredito que 1 ano de notícias atualmente deve dar bem mais matérias do que uma década inteira de 30 ou 40 anos atrás.

O exemplo disso é o ano de 2016. Foram tantos acontecimentos intensos que dá a impressão de que o tempo anda muito mais rápido. Manifestações de rua como não se via desde o movimento das “Diretas Já”. O movimento político que culminou com o impeachment da presidente Dilma Rousseff e as inéditas decisões do Supremo onde “é mas não pode” (vale também para o Renan). A prisão de políticos e empresários graúdos quase dá a esperança de que algo vai mudar. Por enquanto só a esperança...

Teve a Olimpíada do Rio de Janeiro com tudo o que um evento desta magnitude pode oferecer: recordes, superastros, quebra de tabus (ouro olímpico no boxe e no futebol masculino), histórias de superação, decepções e superproduções, tanto na abertura quanto no encerramento. Também foi a gota d’água para as crises moral e financeira que se abateram no Rio de Janeiro por conta dos desvios de verba pública, superfaturamentos, obras inacabadas, promessas não cumpridas e um monte de dívidas não pagas.

Este ano foi de eleições municipais, com regras novas e dinheiro curto para a maioria dos candidatos. E uma enxurrada de abstenções e votos nulos e brancos. O recado foi dado. Não entende quem não quer. Do jeito que está, o voto vai rarear cada vez mais.

O Reino Unido, para surpresa do mundo inteiro, saiu da União Europeia, no movimento chamado “Brexit”. E o susto maior: a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais norte americanas.

Obviamente que este resumo é o que me veio à mente. As retrospectivas estão cada vez mais rápidas, superficiais, com bastantes fatos para mostrar. Daria para falar de mais coisas mas não caberia aqui. Filmes, TV, casamentos, separações... Por isso, peço licença para falar do mais inusitado de todos. O meu Palmeiras foi campeão. Novamente. Finalmente!

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso