Diário da Região

21/07/2015 - 00h00min

Cartas do Leitor

Rio Preto do Bem

Cartas do Leitor

Parabéns ao Diário e aos jornalistas Raul Marques, Bruno Ferro e Liza Mirella pela reportagem "Rio Preto do Bem". Não sabia que Rio Preto conta com um voluntariado de 22 mil pessoas, que contribuem para amenizar a dor dos que sofrem. São "anjos" que fazem com que renovemos nossa esperança no gênero humano. Energias para o bem são sempre bem-vindas, sobretudo numa época bastante conturbada, com notícias diárias sobre corrupção, crimes e descaso para com a ética. Rio Preto, o Brasil e, por que não dizer, o planeta, agradecem aos voluntários, verdadeiros mensageiros da divindade.


Wander Cortezzi, Rio Preto

 

Ditadura

O leitor Domingos Simon (19/7) critica o fato de leitores estarem enaltecendo a ditadura militar. Pois bem, vamos às questões:
1) - Afirma ser cinismo dizer que não havia violência, corrupção e autoritarismo. Eu morava em São Paulo na época citada e andava a pé pela cidade, à noite, com tranquilidade. Todos sabem que nossos presidentes militares morreram pobres, diferentemente de todos os civis que os sucederam. Autoritarismo realmente houve porém, a situação assim o exigia, pois grupos armados planejavam transformar o Brasil em um país comunista;
2) - Achei estranho ele afirmar " ter pensado que iria para o DOPS" e ter dado crédito a esse pensamento mesmo não tendo ido e ter sido liberado no dia seguinte. Com certeza, jovens "ficar cantarolando com a turma" significa que incomodaram a vizinhança que acabou chamando a polícia. Isso aconteceu também comigo de ser detido e liberado no dia seguinte. Nunca supervalorizei este fato;
3) - Sugiro a ele que olhe para trás e veja todos os presidentes civis que sucederam os militares: Sarney, Collor, Fernando Henrique, Lula e Dilma. Falando sério, ainda acha estranho ter gente pedindo a volta dos militares? Particularmente, não sou a favor, mas gostaria que aparecesse um civil honesto e com força suficiente para: acabar com a impunidade desses "menores" assassinos; acabar com essa pouca vergonha de kit gays nas escolas; reduzir para 13 ( como naquela época ) os caríssimos ministérios; mandar para casa os milhares de médicos cubanos que não resolveram o problema da saúde e custam R$ 1 bilhão ao ano; investigar com o rigor total da lei, figuras como Lula, Dilma, Lulinha, Collor, Renan, etc; fazer esse País andar na ótica da transparência e não emprestar dinheiro nosso a países comunistas, por exemplo, a juros muito suspeitos; reduza o custo exorbitante dos nossos políticos. Resumindo, estamos ansiosos para que na pátria-mãe tenha um pai que pense um pouco mais em nós!

Antonio Carlos  Mollon e Souza, Rio Preto

 

Vereadores

Não entendo esta implicância dos vereadores de Rio Preto com a rede bancária. Será que a criação de regras com multas é para aumentar o faturamento? Eles não conseguem entender que não dá para medir em minutos o tempo dispensado para resolver o problema de cada correntista e criam leis para prejudicar os bancos e em contrapartida, os clientes. Já citei mais de uma vez e vou repetir por que não elaboram leis pra que as secretarias do governo resolvam com mais rapidez e eficiência as solicitações dos munícipes? Tenho um protocolo datado de 10/2/2015 endereçado à Secretaria de Serviços Gerais, solicitando o conserto do asfalto esburacado rente à guia de sarjeta, na rua José Sebastião de Almeida, no Residencial Ana Célia I. Enviaram até um fiscal para verificar o pedido, mas a visita foi inútil porque os buracos continuam lá, e em 5 meses só aumentaram de extensão e de profundidade, causando transtornos aos moradores que não podem estacionar o carro em frente de casa ou entrar na garagem, sem o risco de avarias. Vocês gostam de atrapalhar a vida de quem trabalha, enquanto os problemas da administração só aumentam e não são resolvidos.

Mirian Lopes Ramos Marim, Rio Preto

 

Ônibus

Utilizo o ônibus da linha 456, Higienopólis para o Centro, e o 496, Centro para o Jardim Nunes. Pude comprovar: é mentira de muitos que dizem que o condutor de ônibus excede a velocidade. Só existe uma verdade: as ruas estão em péssimas condições, aí as pessoas não se sentem bem no meio de transporte e pensam que o motorista excede a velocidade, porque não é um bom profissional. Dr. Valdomiro Lopes, favor voltar a nos respeitar da mesma forma que no seu primeiro mandato.

José Luiz Stafuzza, Rio Preto

 

Lanterna

Quero ratificar a nota publicada neste jornal dizendo que o vereador Renato Pupo quer explicações da Prefeitura sobre situação de agentes da vigilância que fazem vistoria de combate ao mosquito da dengue sem lanterna. Na semana passada, três agentes estiveram na minha casa para fazer vistoria, porque existia um caso da doença Chikungunya (também transmitida pelo mosquito da dengue) no condomínio onde moro. Para minha surpresa, somente uma das moças entrou na residência e foi direto ao quintal observar se tinha vasos com plantas. A visita não demorou um minuto, e ao sair a moça me deu um panfleto que explicava o combate à dengue e a Chikungunya. Inconformado com a rapidez da visita e com a forma de inspeção, perguntei se ela não iria observar os ralos para ver se tinha larvas do mosquito. Para minha surpresa, ela respondeu que não estavam inspecionando os ralos das residências porque não tinham lanterna. Além da ineficácia desse tipo de prevenção, acho que não vale a pena pagar a diária de três agentes de saúde só para entregar panfletos. Se a vistoria e o combate ao mosquito se resumem a isso sugiro que a Secretaria de Saúde envie esses papéis pelos Correios.

Roberto de Carvalho Junior, Rio Preto

 

Cartas: 

As correspondências enviadas para esta seção devem ter o nome legível do autor, RG, foto, profissão, idade e endereço e telefone para confirmação prévia. Para dar oportunidade a um maior número de leitores, as cartas poderão ser resumidas. Os originais não serão devolvidos. As cartas podem ser enviadas da seguinte forma:

1) Pelo correio, endereçadas à avenida Feliciano Salles Cunha, 1.515 - CEP 15035-000, São José do Rio Preto-SP
2) Entregues pessoalmente no endereço acima
3) Por fax - (0xx17) 2139-2090
4) Por e-mail, no seguinte endereço eletrônico: leitores@diariodaregiao.com.br

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.