Diário da Região

06/09/2017 - 00h00min

Cartas do Leitor

Nova ordem global

Cartas do Leitor

Há boas razões pelas quais a China vem se esforçando para ser a maior economia do mundo. O resto do planeta entende o que isso representa e está em constante alerta diante da ascensão dos chineses na economia global, sobretudo pelo vácuo iminente que os Estados Unidos têm deixado pelas mais variadas razões. Parte deste vácuo está sendo ocupado pela China.

Desembarquei na cidade de Xiamen onde participo da 9ª Cúpula dos BRICS, bloco formado pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. É importante identificar até aqui que, sob a liderança da China, os BRICs assumiram um potencial incomensurável, não só porque invoca o papel de ampliar a voz dos países em desenvolvimento, mas de permitir que essa união tenha êxito, tamanho e expressividade no panorama econômico mundial.

De 2013 pra cá, os BRICs ganharam peso e forma. A participação na economia mundial dos Países que compõem o grupo saltou de 12% para 23%. Como raramente ocorre, essas quatro maiores economias emergentes - Brasil, Rússia, Índia e China - estão crescendo ao mesmo tempo. O clima no Brasil está melhorando: a boa safra de milho e soja nos primeiros meses do ano ajudou a fazer com que o PIB crescesse e o País pudesse caminhar para fechar o ano no azul.

A experiência nos mostra, por outro lado, que o comércio, os investimentos e o desenvolvimento mútuo dentro do bloco aumentaram significativamente nos últimos anos. Parte desse resultado é visto pela maior conquista de crédito em instituições financeiras internacionais, fruto de acordos que visam o desenvolvimento regional nas mais diversas áreas.

O Brasil está obedecendo a uma lógica racional ao dedicar tempo e foco ao BRICs porque não há dúvidas de que o futuro do país dependerá em grande parte da Ásia. O grupo, para isso, terá função fundamental nas estratégias de cooperação em setores essenciais como a de energia, portos e aeroportos. Além de exportar mais, o Brasil tem condições de aumentar o capital chinês em seu território, ampliando a geração de emprego, ao passo que desenvolve as regiões por onde cada investimento passa.

O Brasil está na direção certa ao implementar profundas modernizações e abrir caminho para novas concessões. O país asiático pode ser um dos grandes parceiros nessa jornada. A China tem grandes reservas internacionais e o Brasil pode ampliar seu mercado para o investimento externo, tal qual o modelo de união e cooperação que os BRICs garantem, e que pode dar um novo rumo para o Brasil.

Fausto Pinato, deputado federal por Fernandópolis, presidente da Frente Parlamentar Brasil-China.

 

Poder Legislativo

Pra que elegemos o Legislativo? Para nos representar. Logo, nada mais justo que seja ele o poder dos poderes. Estão cumprindo com o papel para o que foram designados? - A principal função do Legislativo é analisar os projetos propostos pelo Executivo e, dependendo da prioridade, da necessidade, enfim, do que for melhor para a comunidade, aprovar ou não, e fiscalizar, caso aprovado.

Como saber se estão procedendo corretamente, e se não, como cobrá-los? - Saber individualmente o que cada deputado federal (por exemplo) está fazendo, é Impossível, mesmo porque as votações no Congresso dependem de maiorias fracionadas em metade mais um, dois terços, três quartos, enfim.

Para isso existem em qualquer democracia, - os partidos, que tem os seus programas e filosofias, os quais, seus candidatos lhes devem obrigação. É o partido que, no cociente eleitoral somará todos os votos atribuídos à todos os candidatos, (e onde a grande maioria não se elege mas seus votos são somados), e pela proporção se definirá o número de cadeiras daquele partido. Sendo assim, cada partido é responsável pelos seus eleitos e a quem devemos focar nossos anseios e cobranças.

Não podemos cobrar de candidato se na eleição passada, foram 7018 candidatos à eleição para deputado federal, onde somente 7,3% foram eleitos com a porcentagem ínfima de 0,1% dos eleitores cada um em média. Que compromisso este candidato eleito tem, individualmente, para com o eleitor? - Nenhum, mesmo porque, só, não se pode fazer nada. Provavelmente seu candidato não entrou ou, de qualquer forma, esquecestes em quem votou. É por isso que fazem o que fazem.

Cesar Maluf, Rio Preto.

 

Meio ambiente

Preservar o meio ambiente, mormente no que se refere às matas virgens, às árvores e às paisagens, entendemos ser fundamental, para manter a saúde do planeta e de todos os seres vivos que habitam esses aspectos, que correspondem à natureza e que sejam bem-vindos.

Para incrementar esse espaço de proteção aos recursos naturais há de se fazer alusão à árvore, onde todos os anos se comemora a sua importância e o que representa à própria natureza, às aves e a outros animais que dela dependem.

Importante salientar nesta oportunidade que a ecologia é a ciência que estuda as relações entre os seres vivos, além dos meios onde vivem e que fazem parte de uma das riquezas constantes das matas, e que, infelizmente, vez ou outra, observa-se queimadas e destruições de árvores para efeito de comercialização clandestina por parte de quem a pratica, notadamente na Amazônia.

No entanto, para salvar o planeta, todos podem participar. Nunca é tarde ou cedo demais para fazer parte, mediante movimentações e campanhas, através de forças vivas e unidas, visando, exclusivamente, a preservação do verde, por sinal, simboliza uma das principais belezas e imprescindíveis à vivência do dia a dia do próprio ser humano.

Alessio Canonice, Ibirá.

 

Decência

Eu não sei quem, mas alguma autoridade precisa renascer das cinzas do bem e reascender a esperança da nação brasileira. Impossível continuar do jeito que está, pois a continuar, o sofrimento será imensurável. E não pensem que serão apenas os pobres, pois todos serão alcançados.

Infelizmente, a corrupção avassala o Brasil e os governantes insistem afirmar que está tudo bem. Existe um dito popular que diz: “antes que o mal cresça, corte a cabeça”, no contexto, já não seria apenas a cabeça, mas também o tronco e os membros. Meu Deus, por que outras autoridades, não se unam ao Doutor Sérgio Moro, para resolver de vez todo essa sem-vergonhice?

Jorge G. Hipólito, Rio Preto.

 

Cartas

As correspondências enviadas para esta seção devem ter o nome legível do autor, RG, foto, profissão, idade e endereço e telefone para confirmação prévia. Para dar oportunidade a um maior número de leitores, as cartas poderão ser resumidas. Os originais não serão devolvidos. As cartas podem ser enviadas da seguinte forma:

1) Pelo correio, endereçadas à avenida Feliciano Salles Cunha, 1.515 - CEP 15035-000, São José do Rio Preto-SP
2) Entregues pessoalmente no endereço acima
3) Por fax - (0xx17) 2139-2090
4) Por e-mail, no seguinte endereço eletrônico: leitores@diariodaregiao.com.br

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso