Diário da Região

24/02/2017 - 00h00min

Cartas do Leitor

Battisti

Cartas do Leitor

Com mais uma chancela (fora outras mil que não dá para escrever neste espaço) do experiente cidadão que disse que governou este País, nós cidadãos da cidade de oportunidades estamos frente a mais um caso de um oportunista, desta vez na área da saúde.

Voltando ao início, foi o dito experiente cidadão que ao apagar das luzes do seu mandato passou por cima da decisão do STF, canetou que este foragido da justiça italiana condenado à prisão perpétua tivesse condição de continuar em liberdade no Brasil.

Concluindo: este mesmo excelentíssimo cidadão autorizou a deportação de alguns atletas cubanos que pediram asilo por ocasião de competições esportivas em nosso país, e foi negado por ele. Segundo meus conhecimentos, ninguém sabe dos seus paradeiros em Cuba (se estou mal informado à respeito do paradeiro dos cubanos peço desculpas).

O motivo da minha manifestação a respeito do assunto é que o dito cidadão italiano está aproveitando o SUS tentando um tratamento de hepatite que beira os R$ 300 mil, quando na verdade deveria se tratar em seu país, pois nosso sistema de saúde está em colapso. Deveria atender primeiramente os cidadãos brasileiros e não um criminoso que está foragido da lei da Itália.

Mesmo assim somos obrigados a ouvir do senhor Lula que se necessário for o dito cujo se candidata à Presidência. Poupe-nos e vá se preparando para pagar seus erros e falcatruas em uma penitenciária, se assim entenderem as autoridades jurídicas. Seu legado político e seu partido parece que já estão se tornando coisas do passado.

Marcos Reis, Rio Preto.

 

Florestas

Parabéns ao Diário da Região e seu editorialista pelo Editorial de 22/02/2017, sobre a concessão ou venda para a iniciativa privada, pelo governo do Estado, de 2 florestas no antigo IPA e mais a área total do antigo Horto Florestal de Rio Preto, demonstrando com muita sensibilidade a importância delas para a nossa região em contrapartida ao total estrabismo com que o nosso governador as vê e estabelece “soluções”.

Sob o argumento de excesso de despesas, sua Excelência, apresenta gastos que não refletem a realidade e se dá ao direito de implementar a infeliz e nefasta iniciativa que tomou, ao arrepio de abnegados ambientalistas, acadêmicos, especialistas, ONGs, igreja católica, centros espíritas, evangélicos, diversas outras instituições representativas da sociedade e cidadãos comuns, que se mobilizaram contra e ativamente, num trabalho de “formiguinhas”, e coletam assinaturas para um abaixo assinado.

Que os políticos, sem distinção de partido ou ideologia exerçam o seu papel, adiram ao movimento também e trabalhem arduamente para o seu sucesso.

Cesaltino Cambiaghi, Rio Preto.

 

Deus e o Carnaval

Onde está Deus no carnaval do diabo? Sempre depois da Quarta-Feira de Cinzas e no decorrer do ano todo, diante do eminente agravamento da crise financeira, da família destruída, do desemprego, da falência nos negócios, do casamento desfeito, doenças, depressão, traição, culpa, geralmente as pessoas questionam: onde está Deus? Por que Deus permitiu que esse mal me atingisse?

Mas estas mesmas pessoas se esqueceram de Deus quando se entregaram de corpo e alma ao diabo no carnaval, a festa da carne que representa toda sorte de pecados

Na vida tudo é uma questão de: aqui se planta e aqui se colhe, “pois quem semeia para a sua carne, da carne colherá ruína; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.” Gálatas 6:8

“Comportemo-nos com decência, como quem age à luz do dia, não em orgias e bebedeiras, não em imoralidade sexual e depravação, não em desavença e inveja. Ao contrário, revistam-se do Senhor Jesus Cristo e não fiquem premeditando como satisfazer os desejos da carne.” Romanos 13:13-14

Carnaval não combina com Deus, nem com Jesus Cristo, muito menos com o Espírito Santo.

Afonso Martins, Rio Preto.

 

Filosofia

A filosofia começou na Grécia entre os gregos. O maior filósofo grego foi Aristóteles, apresentado por Dante Alighieri como o mestre dos que sabem. A igreja precisava de um filósofo cujas ideias pudessem estar de acordo com a religião. O monge Tomás de Aquino é que teve a sabedoria dessa união.

No século XVI surgiu Descartes, que pôs em dúvida tudo o que sabemos, na verdade Descartes estava errado, ele supunha que o pensamento viesse antes da existência e dizia como argumento que às vezes ele sonhava e que nem por isso era verdade.

Na verdade todos nós somos realistas à maneira de Aristóteles. Nós acreditamos que existimos e que as coisas existem.

A doutrina de Descartes dá aparência de que éramos sombras inexistentes, daí ser chamada de angelismo, dado que segundo a tradição cristã ficou estabelecido que o filósofo máximo é São Tomás de Aquino porque como dizem, batizou Aristóteles à cujas ideias voltamos.

Alfredo Leme Coelho de Carvalho, Rio Preto.

 

Caráter e futebol

No país onde há vários meses um dos assuntos mais discutidos é a falta de caráter de governantes e empresários, que de forma avassaladora roubaram os cofres públicos, transformando a vida do brasileiro em um caos, e onde cada brasileiro começa a por a mão na consciência sobre o 'levar vantagem' em várias situações, no jogo entre Corinthians x Palmeiras, uma cena absurda.

O jogador Kenno, que sofreu uma falta, ao se levantar e ver a indecisão do árbitro, mais do que rapidamente, indicou outro jogador como sendo o infrator, pois já havia recebido um cartão amarelo. Este jogador foi punido novamente e expulso de campo.

Vários jogadores do Palmeiras viram o erro do árbitro e a atitude lamentável do jogador Kenno, mas nenhum deles teve a atitude moral de avisar ao árbitro. No esporte do povo também vale a lei de Ger son. Saibam que sou Santista e não estou defendendo nem um nem o outro, simplesmente mostrando que, se é para ser correto, temos que ser corretos em todos os âmbitos.

Flávio Imamura, Rio Preto.

 

Cartas

As correspondências enviadas para esta seção devem ter o nome legível do autor, RG, foto, profissão, idade e endereço e telefone para confirmação prévia. Para dar oportunidade a um maior número de leitores, as cartas poderão ser resumidas. Os originais não serão devolvidos. As cartas podem ser enviadas da seguinte forma:

1) Pelo correio, endereçadas à avenida Feliciano Salles Cunha, 1.515 - CEP 15035-000, São José do Rio Preto-SP
2) Entregues pessoalmente no endereço acima
3) Por fax - (0xx17) 2139-2090
4) Por e-mail, no seguinte endereço eletrônico: leitores@diariodaregiao.com.br

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.