Diário da Região

23/02/2016 - 00h00min

Painel de Ideias

De fantoches a homens livres

Painel de Ideias

NULL NULL
NULL

A manipulação representa um processo de apagamento da consciência individual e autônoma substituída pela reprodução de pensamentos, de ações e de desejos arquitetados pelo manipulador. De imediato, a mídia surge como uma grande manipuladora de corações e de mentes, sendo a TV, o rádio e a internet seus veículos preferenciais para que alguém (detentor de capital humano, intelectual, material) possa incutir vontades no grande público. Paradoxalmente, o homem pode praticar e sofrer manipulação a serviço de interesses egoístas e mesquinhos ou de objetivos altruístas e solidários. Contextos históricos, atuais e culturais explicam o tema e trazem inquietação a respeito da ameaça sempre presente de qualquer forma de totalitarismo nos dramas existenciais.

Ato 1. Na Europa, após a Primeira Grande Guerra, floresceram algumas das mais trágicas e truculentas ditaduras da humanidade. Conscientes de seu carisma, de seu espírito de liderança e de suas habilidades de retórica, figuras como Hitler e Mussolini souberam usar a fragilidade de suas nações para escreverem (com lábia, sangue, censura e holocausto) páginas soturnas da história. Seus seguidores entregaram-se à ideologia tortuosa do regime nazifascista motivados pelo medo, pela adesão inescrupulosa, pelo fanatismo. E o mundo viveu a Segunda Grande Guerra.

Ato 2. No contexto atual, a manipulação perpetua regimes ditatoriais explícitos e também velados. De um lado, algumas nações supostamente socialistas fazem uso da censura, de cercas, de armamento pesado para a exploração do povo – e alguns ainda dizem que se trata de divisão igualitária da riqueza produzida, culpam o embargo, idolatram o sistema. Quanta ignorância. De outro, algumas nações supostamente democráticas fazem uso do assistencialismo, da corrupção, de propaganda para a exploração do povo – e alguns ainda dizem que se trata de um governo de esquerda, culpam as elites brancas, idolatram o sistema. Quanta demagogia.

Ato 3. A arte explica o tema e nos traz a reflexão necessária acerca da necessária, imperativa e categórica compreensão da miopia coletiva, combustível para a manipulação. O poeta italiano Trilussa viveu na Europa no momento em que as ditaduras de Hitler, de Mussolini, de Franco... horrorizaram o mundo. Com seu humor, escreveu: o ditador somente tem importância porque os seguidores manipulados executam seus planos de governo. Cada leitura do poema traz uma certeza inabalável: o mundo precisa do artista e da arte para se enxergar de modo mais límpido.

Percebemos, portanto, que o homem evoluiu a partir de sua capacidade para persuadir o outro e, assim, alcançar seus objetivos (válidos e lícitos ou não). De certa forma, a manipulação decorrente da ação do médico, dos pais, dos professores e dos religiosos pode surtir efeitos positivos quando direciona o comportamento do paciente, do filho, do aluno e do fiel para o lado da cura, do caráter, da aprendizagem, do altruísmo. Contudo, também há líderes inescrupulosos que escravizam os seguidores, direcionando a força numérica destes para a maldade, para o vício, para o horror totalitário e tão contrário aos direitos humanos. O livre arbítrio diferencia o fantoche de um homem livre. E você? Já questionou uma ordem? Já ponderou se uma norma, se uma sugestão, se uma propaganda quer lhe abrir os olhos ou perpetuar a cegueira coletiva? Não sejamos zero à esquerda de líderes sádicos. Aprendamos a arte da iconoclastia. Abraços.

 

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.