Diário da Região

09/09/2016 - 00h00min

PROTEJA-SE

Homicídio no trânsito

PROTEJA-SE

Orlandeli NULL
NULL

Segundo a Organização Mundial de Saúde, mais de um milhão de pessoas morrem todos os anos em decorrência de acidentes de trânsito no mundo. No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, no ano de 2013, aproximadamente 43 mil vidas foram perdidas em acidentes automobilísticos.

Na região de Rio Preto, conforme dados da Secretaria da Segurança Pública, no ano passado, ocorreram 245 mortes. Só na cidade de Rio Preto, foram ceifadas 30 vidas no trânsito.

Esta violência choca porque acaba repentinamente com os sonhos de muitos jovens, deixando sequelas físicas e psicológicas que o tempo não apaga, motivo pela qual, não deve ser abordada e discutida somente pelos órgãos que compõem o Sistema Nacional de Trânsito, mas também por toda comunidade e pela sociedade em geral, em especial pelas organizações que têm responsabilidade pela vida. As pessoas precisam perceber que o trânsito faz parte da vida de todos, muito mais do que imaginamos. Participamos dele o tempo todo, seja como pedestres, ciclistas, motociclistas ou motoristas.

O número crescente de veículos, a sinalização inadequada, má conservação das vias, congestionamentos e, principalmente, a má formação do condutor e o mau comportamento adquirido por muitos no trânsito, contribuem decisivamente para que ocorram acidentes, lesões e mortes. É preciso dirigir defensivamente, prever o perigo que se aproxima, decidir como atuar e agir a tempo para diminuir ou eliminar a chance do acidente.

Pense no que poderá acontecer e aja com perícia e presteza, visando à preservação da vida, da saúde e do patrimônio. Não importa saber quem é o culpado, mas, sim, quem poderia ter evitado o acidente.

É necessário humanizar o trânsito criando uma consciência coletiva sobre sua importância, combatendo o individualismo. O cerne dessa mudança é a educação, principalmente das crianças e dos adolescentes, com foco na conscientização, na mudança comportamental, no compromisso, na ética e na cidadania, tudo aliado a uma fiscalização permanente, eficaz e punição exemplar dos infratores, a fim de que possamos diminuir o número de acidentes e garantir um direito que é de todos – o direito à vida.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso