Diário da Região

30/09/2017 - 00h00min

Zé Buracão

Ponto de apoio clandestino

Zé Buracão

Mara Sousa 27/9/2017 Terreno no Jaguaré tinha de sofá a animais mortos
Terreno no Jaguaré tinha de sofá a animais mortos

Um lixão a céu aberto se formou na rua Rodolfo Brandolezi, no bairro Jaragué, em Rio Preto. Os moradores do local reclamam (e com razão!) da sujeira e do lixo depositado no terreno, que virou um ponto de apoio clandestino. “Dia e noite param carros e carroceiros e jogam essas sujeiras aqui”, desabafou Ocivaldo Pereira da Silva, 38 anos.

Tem sofá, restos de materiais de construção, cama, cadeiras velhas, partes de móveis, animais mortos e de tudo um pouco. “Chega à situação da gente encontrar gato, cachorro e outros animais que eles colocam em saco e acabam descartando aqui”, acrescentou o morador.

É importante ressaltar que com a chegada da chuva (aleluia!), os resíduos podem acumular água e permitir que as larvas do mosquito da dengue se desenvolvam. E o problema é que são os próprios moradores que descartam o que não serve mais no local e deixam o terreno entupido de entulhos. 

A Prefeitura diz que o descarte naquele terreno é irregular e configura crime, podendo resultar em multa de R$ 521. “O local é limpo periodicamente, mas a população insiste em jogar lixo nessa área,” informou em nota.

A Secretaria informa ainda que vai encaminhar uma equipe nesta segunda-feira para novamente fazer a limpeza da área e pede aos moradores que denunciem pelo telefone 3212 6310 ou 153 (Guarda Municipal) os flagrantes de descarte irregular de lixo.

 

buraco_nota

Buraco fechado

No final de junho, estive na avenida Percy Gandini, próximo à rua Agia Buchala, na Vila Toninho, onde havia buracos. Lá, encontrei duas crateras que acumulavam lixo, sujeira, folhas e até mesmo uma capa de CD do Amado Batista. Voltando à rua esta semana, encontrei os buracos tapados. A Prefeitura parece ter jogado uma massa asfáltica por cima e agora ninguém precisa desviar. Parabéns!

 

 

 

eu e zé

 

 

 

Em minha saga pela cidade, encontrei a Débora, vendendo um delicioso caldo de cana, na Vila Elmaz. Que delícia!

 

 

 

 

 

buraco

Na avenida Dr. Nelson Pires de Albuquerque, no Parque da Liberdade, um bueiro aberto foi sinalizado, mas pelo visto não adiantou. O Semae me disse que uma equipe foi ao local verificar o que ocorreu. Que título você sugere à imagem?

(__) Era uma vez um cone

(__) Bueiro revoltado

(__) Destruição na boca do bueiro

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso