Diário da Região

30/03/2017 - 15h02min

Sua Saúde

Sete coisas que você deve saber sobre a febre amarela

Sua Saúde

Divulgação A população do inseto mantém a reprodução em criadouros internos de imóveis, como ralos, pratos pingadeiras, caixas d'águas, etc
A população do inseto mantém a reprodução em criadouros internos de imóveis, como ralos, pratos pingadeiras, caixas d'águas, etc

Dengue e febre amarela parecem a mesma coisa... Os dois dão febre, dor de cabeça e dor no corpo, são causados por vírus e são transmitidos por mosquitos. Apesar das semelhança, há muita diferença entre dengue e febre amarela. Em nosso primeiro post do blog Sua Saúde, vamos elencar sete coisas que você precisa saber sobre a febre amarela

1- É verdade que o mosquito da dengue pode transmitir a febre amarela também?

Sim, é verdade. Mas graças aos nossos sanitaristas, a transmissão da febre amarela pelo Aedes aegypti não acontece desde aos anos de 1940. É por isso que se fala que não existe transmissão urbana. Todos os casos registrados desde então são de pessoas que foram picadas na mata por outros mosquitos (Haemagogus e Sabethes).

2- Então porque que se relaciona tanto o Aedes e com a febre amarela?

A nossa principal preocupação é de que o vírus da febre amarela chegue a cidade e infecte o Aedes. Se isso acontecer, o Aedes passa a transmitir a febre amarela na cidade. Eliminar o Aedes a gente sabe que é muito difícil. Então, a forma mais eficaz de prevenir a febre amarela é a vacinação, porque mesmo que o vírus chegue até a cidade e o mosquito pique a pessoa, o paciente estará protegido.

3 - Se dengue e febre amarela são tão parecidas, como diferenciar um paciente com a doença?

A principal diferença está na história clínica. Se a pessoa não teve exposição a mata (nos últimos 15 dias) e principalmente está com a vacina em dia, está completamente descartada a chance de febre amarela. Além disso, existem exames de sangue que podem diferenciar uma e outra.

4 - Quanto aos sintomas? Dengue e febre amarela são parecidos?

Há algumas direfenças. Veja no gráfico abaixo.

 

Dengue

Febre Amarela

Onde se pega

Na cidadade

Na mata

Mosquito

Aedes aegypti

Haemagogus e Sabethes

Existe tratamento

Não

Não

Existe vacina

Sim

Sim

É contagiosa

Não

Não

Febre

Sim

Sim

Dor de cabeça

Sim

Sim

Dor no corpo

Sim

Sim

Dor nas juntas

Sim e muito frequente

Não é frequente

Hemorragia

Sim

Sim

Vermelhidão no corpo

Sim

Não

Amarelão (icterícia)

Raro

Sim

 

5 - Toda pessoa que pega febre amarela tem risco de morrer?

Não, a maioria das pessoas infectadas desenvolve sintomas discretos ou nem apresentam sintomas. Mas cerca de 15% das pessoas infectadas podem apresentar a forma grave da doença. E quanto a gente fala grave, é grave mesmo! Com risco de morte, mesmo nas melhores condições de assistência médica.

6 - E a vacina, posso tomar?

Em Rio Preto (que faz parte da região endêmica), todas as pessoas devem tomar a vacina. O Ministério da Saúde recomenda pelo menos duas vacinas ao longo da vida. Até pouco tempo atrás tinha a recomendação de vacinar de 10 em 10 anos, mas pesquisas indicaram que não precisava vacinar tanto assim. A Organização Mundial da Saúde considera que uma única dose da vacina é suficiente para proteção por toda vida. Mas a recomendação atual com a vacina brasileira é de duas doses.

7 - E a vacina é segura, dá muita reação?

É segura, sim, mas claro que pode ter reação, no entanto é minoria. A reação que mais acontece é dor no local da aplicação. Outros sintomas mais fortes como febre, dor de cabeça e dor no corpo podem acontecer em cerca de 4% de todo mundo que toma a vacina, e é mais comum na primeira dose da vacina. Mas atenção. Tem algumas pessoas que não podem tomar a vacina de jeito nenhum, principalmente quem tem a imunidade muito baixa como quem tem Aids, transplantados, com câncer em quimioterapia, reação alérgica grave a ovo. Em idoso e gestante a recomendação da vacina é só se o risco de ter a doença for muito elevado.

Então a vacina é segura e eficiente, mas não é todo mundo que precisa. Na dúvida se precisa ou não da vacina, vá até um posto de vacinação ou pergunte ao seu médico. 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso