Diário da Região

24/03/2016 - 00h00min

Editorial

Estado de alerta

Editorial

Especialistas ouvidos em reportagem publicada ontem pelo Diário da Região demonstraram fundamentada preocupação com o avanço dos casos de gripe suína no noroeste paulista. Neste ano, são 140 registros de pessoas que contraíram o vírus H1N1, das quais 15 morreram. As ocorrências da doença na região estão acima da média do Estado, tanto que o governo paulista decidiu antecipar a vacinação, desde ontem disponível nos postos de saúde. A corrida à imunização também já era grande nas clínicas particulares.

A vacina, porém, não está disponível para a população em geral no âmbito da saúde pública. É destinada apenas a idosos com 60 anos ou mais, crianças de até 5 anos, profissionais da saúde e pessoas portadoras de doenças crônicas, além de mulheres que tiveram filhos nos últimos dois meses.

Relevante destacar que das 15 pessoas que morreram neste ano na região, 7 não estavam nesse grupo considerado de risco. Por mais criteriosa e científica que seja a definição desse grupo, fica difícil concordar com essa distinção à medida que a doença avança e mostra que, a rigor, o risco é geral. É caso de emergência que justifica, no mínimo, que as autoridades da saúde pública revejam esse critério e, preventivamente, estudem formas de ampliar a abrangência da imunização - situações diferenciadas e pontuais exigem posicionamentos diferenciados e pontuais. Até porque, agindo na prevenção, a autoridade pública poderá proporcionar outro tipo de benefício, contribuindo para amenizar a sobrecarga nos já tradicionalmente superlotados postos de saúde.

Ainda na linha preventiva, é de se esperar que o gerenciamento do sistema dedique um pouco mais de atenção a questões elementares de estrutura e até de higiene. Reportagem do Diário mostrou na semana passada, por exemplo, que parte das UBSs de Rio Preto não tem nem sabão nos banheiros, para que as pessoas possam lavar as mãos.

Este jornal e outros meios de comunicação têm noticiado, com regularidade, a precariedade da saúde pública - que vai de atraso no atendimento à falta de insumos básicos, passando pela quebra de equipamentos imprescindíveis para ambientes de grande aglomeração de pessoas, caso dos aparelhos de ar-condicionado.

O momento é especialmente grave e merece empenho mais que dobrado. Não dá para ficar assistindo de camarote à consolidação do destino da próxima vítima. Mais do que explicações manjadas que não levam a nada, a população merece providências com celeridade. Está sobrando omissão e faltando responsabilidade.

Das 15 pessoas que morreram de gripe suína, 7 não estavam no grupo considerado de risco

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso