Diário da Região

17/12/2016 - 00h00min

editorial

O Uber em debate

editorial

É salutar o debate aberto em Rio Preto por defensores e opositores do Uber, o serviço alternativo ao táxi que conecta motoristas particulares e passageiros por meio de um aplicativo de celular. Reportagem da jornalista Tatiana Pires publicada pelo Diário da Região na edição de ontem revela a mobilização de um grupo, que articula pressão para convencer a Prefeitura a propor derrubada da lei de autoria do vereador Paulo Pauléra (PP). A legislação proíbe a atividade sob o argumento de que desempregaria taxistas numa cidade onde não existe demanda, além de se tratar de um serviço sem previsão de concessão pública, que não paga impostos e não garante segurança aos passageiros.

Quem defende e principalmente quem já usou o serviço oferecido em grandes capitais e outras cidades maiores tem visão bem diferente. Afirma que se trata de uma alternativa sempre mais barata em comparação com o táxi convencional. Considera que o Uber oferece mais conforto ao passageiro, é ágil quando se solicita uma corrida via aplicativo porque é enviado o veículo que está circulando mais próximo. Antes mesmo da chegada do carro, o cliente já recebe no sistema a ficha corrida do motorista - inclusive com foto - e a avaliação do seu serviço, sempre atualizada pelos próprios usuários.

Respeitada a legalidade, o município ganha com a opção por qualquer tipo de transporte que estimule a pessoa a deixar seu carro particular em casa. Para uma cidade como Rio Preto, com trânsito complicado e muitos problemas de mobilidade, alternativas desse tipo podem ser ainda mais interessantes. Nesse aspecto, o Uber seria apenas mais uma dessas possibilidades. O que vai levar a população a usar o ônibus, o táxi, o próprio mototáxi ou mesmo o Uber - e dar preferência a um deles - certamente é o equilíbrio entre qualidade e custo, a capacidade de se atender com perfeição, de forma legalizada e confiável, acessível, segura e no tempo certo, de acordo com as necessidades do cliente.

Os poderes Executivo e Legislativo não farão mal algum se, oportunamente, retomarem a discussão. Se for o caso, buscar o entendimento sobre a possível revisão de uma lei que, de fato, foi aprovada a toque de caixa, sem interesse por uma discussão mais profunda com diferentes segmentos da sociedade, sem ao menos considerar condições para regulamentar a atividade - e até mesmo sem saber se o sistema Uber tinha ou tem, efetivamente, interesse em operar na cidade. Rio Preto merece debater essa questão com bom senso e sem transbordar para as contaminações do chamado espírito de corpo.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso