Diário da Região

04/10/2017 - 00h00min

Meu Carango

Conheça Anastácia, caminhonete que desfila pelas ruas de Votuporanga

Meu Carango

Elton Rodrigues GM 1950 modelo Boca de Sapo, durante evento de antigo-modelismo no Recinto de Exposições de Rio Preto
GM 1950 modelo Boca de Sapo, durante evento de antigo-modelismo no Recinto de Exposições de Rio Preto

A Anastácia de Votuporanga veste preto gótico. É uma idosa de 67 anos, mas a carcaça é nova em folha. Pela idade, imaginamos que é muito rodada e não dá mais conta do recado. Na prática, é ao contrário, ela cumpre bem seu papel e não deixa a desejar. Também, pudera, ela foi toda repaginada. Não pelas mãos de um cirurgião plástico como você pode estar pensando, mas sim por um funileiro. O nome é de uma mulher, mas no caso se trata de uma caminhonete GM 1950 modelo Boca de Sapo.

O nome Anastácia é um apelido carinhoso que o luthier Adailson Donizeti Abra, 53 anos, colocou. É uma homenagem a Anastácio, o caminhão do Mazzaropi, de quem Adailson é fã. “É Anastácia, namorada do Anastácio. Sou fã do Mazzaropi. Fotografei o caminhão dele em Santa Fé do Sul. O sobrinho dele leva o veículo para os encontros”, disse. A caminhonete ano 1950 chegou em Votuporanga em 2015. A data da compra o luthier tem na ponta da língua. 

“Foi 26 de agosto de 2015. Essa data não esqueço. Foi a data que realizei um sonho de criança aos 51 anos”, afirmou. O votuporanguense teve contato com esse tipo de caminhonete ainda criança por meio de dois parentes que tinham um veículo desse modelo. Em 2010, ele negociava a compra de um Diplomata 1986 quando viu na garagem do então proprietário uma GM Boca de Sapo, ano 1950, do jeito que ele sonhava.

Depois de cinco anos consertando viola e violão, ele juntou o dinheiro e voltou para buscá-la. “Trabalhei duro e em cinco anos juntei dinheiro. Muitas pessoas juntam dinheiro para o fim da vida. Eu junto para realizar os meus desejos”, disse. O primeiro passeio foi uma vinda a Rio Preto para comprar peças de trabalho. “Foi uma delícia. Se você vier um dia na minha casa faço questão que você dirija ela. Não tem um barulho, ganha até de caminhonete zero quilômetro”, afirmou.

A caminhonete foi comprada já restaurada, mas o painel era de S-10. Para deixar mais original, Adailson foi até Paranavaí buscar um painel original que ele mesmo trocou. “Tirei e montei tudo. Ela ficou ainda mais bonita”. O motor é o da Silverado 1996, movido à gasolina. O câmbio é importado, de cinco marchas. “Essa semana vou passar para etanol. Polui menos e o carro rende mais. Vou com ela para todo lugar e não me deixa na mão.

Depois que fez o primeiro passeio, o luthier não parou mais. Fez viagens na região, foi para outro estado e agora planeja ir aos encontros de picape em Poços de Caldas e a Águas de São Pedro. Com uma frente imponente e suas grades cromadas, a Boca de Sapo é atração nas ruas de Votuporanga, principalmente para as crianças. “As crianças adoraram porque tem um desenho infantil que tem uma parecida. Querem entrar, tirar foto. Um dia me pediram para tirar fotos de um casamento nela. Para mim é uma realização. Minha esposa também gosta, o que facilita”, disse.

Mas, o caso mais engraçado, segundo o proprietário, aconteceu com um adulto. Ele estacionou Anastácia em uma rua de Votuporanga e a moradora de uma casa perguntou se aquela caminhonete era lançamento, porque ela nunca tinha visto. “Em Votuporanga só tem a minha. Ela achou que era zero quilômetro. Respondi para ela que era lançamento sim, mas de 1950. Foi uma situação bem engraçada”.

Ficha Técnica

  • Proprietário: Adailson Donizeti Abra
  • Carro: caminhonete GM modelo Boca de Sapo
  • Ano: 1950
  • Cor: preto gótico
  • Cidade: Votuporanga
  • Tempo com o carro: 2 anos
  • Características: motor de Silverado, movido a gasolina; câmbio de 5 marchas; interior em couro na cor caramelo; modelo fabricado nos EUA

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso