Diário da Região

23/03/2017 - 00h07min

Coluna do Diário

Arrecadação fica 5% aquém do esperado

Coluna do Diário

Guilherme Baffi O secretário da Fazenda, Angelo Bevilacqua, que faz monitoramento do caixa da Prefeitura
O secretário da Fazenda, Angelo Bevilacqua, que faz monitoramento do caixa da Prefeitura

A luz amarela acendeu mesmo na Prefeitura de Rio Preto. Números fechados da Secretaria da Fazenda revelam que a arrecadação de janeiro e fevereiro foi quase 5% menor do que o município esperava arrecadar no período, considerados um dos melhores do ano com a entrada de pagamentos à vista de impostos como IPVA e IPTU. Na ponta do lápis, o município esperava receber R$ 287,9 milhões, mas entraram apenas R$ 274,6 milhões, uma diferença de 4,6%. 

O clima é de apreensão no governo, preocupação que foi revelada pelo próprio prefeito Edinho Araújo (PMDB) durante a abertura do “Seminário Rio Preto 2030 - Tendências e perspectivas de desenvolvimento sustentável”, que o Diário promoveu nesta quarta-feira, 22.  A norma é gastar o menos possível até segunda ordem. 

As secretarias de Fazenda e Planejamento vão seguir monitorando as entradas e saídas do caixa da Prefeitura em março para ter um diagnóstico mais preciso da saúde financeira do município. “Se a economia não melhorar e a arrecadação continuar em queda, vamos ter de pensar em outras fontes de receita”, disse o secretário da Fazenda, Angelo Bevilacqua, que já estuda meios de aumentar o recebimento da dívida ativa, hoje em impressionantes R$ 1,1 bilhão.

 

 

FRASE:

"As três comissões estão bem formadas, por pessoas que querem investigar; isso é o principal"

Renato Pupo (PSD) sobre sorteio dos integrantes de três CPIs na Câmara de Rio Preto para investigar suspeitas de irregularidades na gestão do ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB)

 

 

CEV quer mexer em regimento 

Em meio à polêmica provocada pelas diferentes interpretações do Regimento Interno da Câmara de Rio Preto para a formação de CPIs, Fábio Marcondes (PR) protocolou projeto que cria uma comissão especial de vereadores para analisar mudanças nas regras internas do documento. Marcondes sustenta que o Regimento não merece uma revisão desde 1990. Na própria gestão dele como presidente da Casa (2015/16) foram alteradas algumas normas internas. O fato é que a peça está cheia de retalhos, alguns contraditórios entre si.

 

 

coluna_MaquiadaEmRua - 23032017

 

 

O prefeito Edinho Araújo mandou dar uma maquiada em rua de acesso ao Residencial Solidariedade, caso o presidente Michel Temer prefira ir de carro à inauguração. As marcas de tapa-buraco dão ideia de como coisa estava feia

 

 

 

 

 

NOTAS:

 

coluna_JeanDornelas - 23032017

 

Patinho feio

O vereador Jean Dornelas (PRB) não se conforma com a decisão do presidente da Câmara, Jean Charles (PMDB), de ignorar o parecer elaborado por ele sobre como devem ser formadas as CPIs. “Me sinto discriminado, talvez por ser considerado um vereador ‘novato’, do ponto de vista dos demais vereadores”, diz Dornelas (foto).

 

 

Iguaizinhos

Dornelas vai além e acusa Jean Charles e os demais vereadores que eram de oposição na legislatura passada de se comportar da mesma forma que o grupo de parlamentares que apoiava o ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB) ao se utilizar “de supostas dúvidas no regimento para impor seus interesses políticos individuais”.

Só se

José Luiz Franzotti está inclinado assumir o PV de Rio Preto. Disse que já conversou, inclusive, com a direção do partido em São Paulo. “Mas quero entrar pela porta da frente”, afirma ele. O secretário de Desenvolvimento de Rio Preto, Lizst Abdala, que é do partido, disse que desconhece qualquer negociação com Franzotti para ele tomar à frente da legenda na cidade.

 

 

NA REDE:

Prefeitura X Ielar

A Prefeitura de Rio Preto soltou até uma nota nesta quarta-feira, 22, nas redes sociais para desmentir o que classificou de “boatos” nas mesmas redes de que município deve para Ielar e que por isso a instituição ameaça fechar as portas. A Prefeitura sustenta que a entidade é que não pode receber os recursos por questões legais. 

 

coluna_GilmarMendes - 23032017

 

Pau no ministro

Não dá para dizer se as ruas de Rio Preto e de outras cidades do País vão encher neste domingo, 26, dia de manifestação de apoio à Operação Lava Jato, mas uma coisa é certa: o ministro Gilmar Mendes (foto), do Supremo Tribunal Federal, vai ser o “Judas” da vez. A malhação já começou nas redes sociais depois que ele defendeu a anulação de provas sigilosas, cujo conteúdo vaza para a imprensa.

 

Dissensão

Numa rápida olhada no Face do Movimento Brasil Livre (MBL), um dos grupos que organizam a manifestação de domingo em nível nacional, percebe-se nos comentários de boa parte dos internautas uma ressaca do civismo que contagiou o País no período que antecedeu o impeachment de Dilma. Outra parcela reclama que o MBL não incluiu o repúdio à reforma da Previdência na pauta de protestos. 

Ontem e hoje

E falando em reforma, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, desanca os ex-presidentes Lula e Dilma. Aloysio mostrou vídeos de um e outro, em janeiro do ano passado, defendendo o aumento da idade mínima para se aposentar. “O Lula e a Dilma sabem que é preciso fazer uma reforma da Previdência e mentem com objetivo de fazer política para voltar ao poder. É só isso que eles querem”, disse no Face.

 

 

CURTAS:

Indireta - Sem citar o nome do antecessor Valdomiro Lopes (PSB), o prefeito Edinho Araújo (PMDB) não deixa escapar uma oportunidade para cutucá-lo. Até nas apresentações em powerpoint faz questão de destacar que “construir é o de menos” e que o “que onera é operar esses espaços, com equipamentos e pessoal; muitas vezes isso custa o valor de um prédio por ano”.

 

coluna_JoãoRoque - 23032017

 

 

Atentos - O presidente da Câmara, Jean Charles (PMDB), nomeou João Roque (foto) diretor-geral da Casa, ambos foram colegas na Polícia Militar, onde chegaram a coronel. Tenente Pacheco, que era assessor no gabinete de Jean Charles, vai assessorar Roque na Diretoria Geral. Mas os adversários estão de olho mesmo nas nomeações que atendam vereadores aliados de Jean.

 

 

Liberou geral - O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta­feira, 22, projeto de lei que tramitava na Casa desde 1998 para regulamentar a terceirização no País, liberando­a para ser usada em qualquer ramo de atividade das empresas privadas e em boa parte do setor público. 

Um câmpus - O prefeito Afonso Macchione (PSB) tenta levar um câmpus da Unesp para Catanduva. Fez o pedido pessoalmente para vice-governador Márcio França, que o recebeu em São Paulo juntamente com o deputado estadual Orlando Bolçone. Os dois são colegas de partido do prefeito. Uma das melhores universidades públicas do País, a Unesp é mantida pelo governo estadual.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso