Diário da Região

06/05/2016 - 17h55min

FIM DA OCUPAÇÂO

Estudantes desocupam Assembleia após 4 dias

FIM DA OCUPAÇÂO

Taz Assunção Estudantes já fora do prédio da Assembleia Legislativa em São Paulo
Estudantes já fora do prédio da Assembleia Legislativa em São Paulo

Os estudantes decidiram desocupar a Assembleia Legislativa em São Paulo nesta sexta-feira, dia 6, após quatro dias. Taz Assunção Upes, aluno do Senac de Rio Preto, que participa da manifestação afirmou que a imposição de multa pela Justiça no valor de R$ 30 mil pesou na decisão.

Upes diz que, neste momento, há um "grupo de resistência" dentro da Casa. "O que acontece é o seguinte: o pessoal está saindo, mas vai sair de forma mais política. E não do jeito que eles querem. Vai sair hoje ainda, mas não todos", afirma o estudante rio-pretense de dentro da Assembleia.    

Ele gravou vídeo nas redes sociais cobrando publicamente os deputados estaduais Orlando Bolçone (PSB) e Vaz de Lima (PSDB), ambos com base eleitoral na cidade, a assinarem o requerimento para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar fraude nos contratos do fornecimento de merenda pelo governo do Estado. 

Os estudantes publicaram uma carta aberta à população antes de deixar as dependência da Casa. "Tomamos um duro golpe da Justiça. Nós que não conseguimos nem comprar o lanche na cantina, não aceitaremos que nossos pais paguem pela corrupção. Há meses travamos uma luta democrática contra o ladrão de merenda. Sabemos o valor que tem a democracia e a importância de se respeitá-la", diz trecho do documento.

O deputado estadual João Paulo Rillo (PT), que é acusado de ajudar os estudantes na ocupação da Assembleia, afirmou que a saída foi um "ato de grandeza política". Ele disse que foi um "orgulho" ter apoiado a invasão. Colegas de Rillo já o denunciaram no Conselho de Ética por suposta quebra de decoro parlamentar pelo apoio aos alunos e ter agredido um policial militar.  

Leia a íntegra do documento: 

CARTA ABERTA DOS ESTUDANTES AO POVO PAULISTA

Foram quatro dias de ousadia, resistência e luta. Pela primeira vez na história da ALESP e do Estado de São Paulo o povo se viu representado neste importante espaço. Nós jovens, negros, mulheres ao lado do povo e toda sua diversidade, ocupamos o plenário do poder legislativo, ensinamos e aprendemos muito.

Resistimos. Mesmo com toda a desinformação, truculência e terror psicológico nos mantivemos inabaláveis e convictos da legitimidade do nosso movimento. O que nos move é apenas a fome e o desejo de ter uma escola e uma educação que atenda as necessidades de desenvolvimento, emancipação e dignidade de todas e todos.

Conquistamos a mais importante vitória que um movimento pode ter: A opinião de todos vocês. Recebemos o apoio e o carinho de mães, pais, professores, trabalhadores, funcionários da ALESP, artistas, intelectuais, autoridades e os mais diversos setores da sociedade, o que fez toda a diferença para nós.

Tomamos um duro golpe da Justiça. Nós que não conseguimos nem comprar o lanche na cantina, não aceitaremos que nossos pais paguem pela corrupção. Há meses travamos uma luta democrática contra o ladrão de merenda. Sabemos o valor que tem a democracia e a importância de se respeitá-la.

Apesar de não ter repressão e violência policial, o governo decidiu pela truculência econômica. Por isso, nossa decisão coletiva foi desocupar a ALESP. Não recuamos, não desistimos e nada vai nos calar. Nossa luta, graças a essa ocupação, atingiu um patamar histórico.

Através da nossa ocupação começamos a escrever mais um grande capítulo da história do Brasil, depois de muito tempo o povo pautou o principal parlamento estadual do país.

Paralisamos o estado de São Paulo, o Brasil e o mundo travando os trabalhos da ALESP para que todos os deputados nos ouvissem nesse momento. Na próxima semana estaremos aqui novamente cobrando que cada deputado ouça a nossa voz, a voz de milhares de estudantes secundaristas que há meses estão sem merenda.

Seguiremos em luta intensa pela abertura da CPI, pela punição dos ladrões de merenda e pela escola dos nossos sonhos.
Apenas começamos!

MUITO OBRIGADO PELO APOIO DE TODAS E TODOS

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso