Diário da Região

11/05/2016 - 17h32min

Brasília

Renan propõe reduzir tempo de fala, mas, sem consenso, requerimento não é votado

Brasília

O presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), tentou agilizar a sessão que analisa a admissibilidade de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, mas assim que fez a sugestão de reduzir o tempo de cada senador para 10 minutos, o líder do governo Humberto Costa (PT-PE) se mostrou contra. "Não cabe a mim nem adiantar e nem atrasar o relógio da história. Hoje teremos uma decisão da admissibilidade do impeachment", disse garantindo que haverá uma decisão ainda hoje. Pela regra que está vigorando desde o início da sessão de hoje, cada senador tem 15 minutos para falar na tribuna do plenário. Diante da falta de consenso em plenário, Renan não chegou nem a colocar o requerimento em votação. O senador Humberto Costa chegou a propor que a sessão de debates fosse interrompida hoje e retomada amanhã, o que também foi rejeitado pelo presidente da Casa.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso