Diário da Região

30/05/2015 - 00h00min

RIO GRANDE

Kassab libera R$ 15 mi para projeto de captação de água

RIO GRANDE

Edvaldo Santos/Arquivo Sistema de abastecimento vindo do rio Grande terá 52 quilômetros de extensão
Sistema de abastecimento vindo do rio Grande terá 52 quilômetros de extensão

Muita gente riu ao ouvir o ex-prefeito de Rio Preto Toninho Figueiredo dizer, por diversas vezes, que usaria água do rio Grande para abastecer a cidade. Porém, contrariando as avaliações da época, o primeiro passo efetivo para a realização da megaobra já foi dado. Com isso, o que parecia absurdo no final da década de 1980, começa a ganhar traços de realidade.

Uma verba de R$ 15 milhões da Secretaria Nacional de Saneamento Básico, órgão subordinado ao ministério das Cidades, foi disponibilizada à Prefeitura no último dia 18 e será usada para transformar em projeto executivo uma espécie de “esboço” que o Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto) concluiu no final do ano passado.

Segundo a assessoria técnica do ministério, a conclusão do projeto significa “meio caminho andado” para o início das obras. Além de Rio Preto, outros seis municípios (Icém, Palestina, Nova Granada, Onda Verde, Mirassol e Bady Bassitt) poderão ser beneficiados pelo novo sistema de abastecimento, que terá 52 quilômetros de extensão. Só a obra da adutora tem valor estimado de R$ 300 milhões.

Não há ainda data prevista para o início das intervenções, que devem levar pelo menos dois anos.  O anúncio oficial da verba será feito hoje pela manhã, em Rio Preto, durante visita do ministro das Cidades, Gilbero Kassab. Ele vai se reunir com prefeitos da região no gabinete do chefe do Executivo rio-pretense, Valdomiro Lopes, no oitavo andar da Prefeitura.

O convênio com o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para o início do estudo foi assinado em setembro do ano passado, com base no anteprojeto do Semae, mas o valor só foi liberado agora, o que permite a abertura de licitação para contratar a empresa que vai elaborar o plano executivo. Valdomiro disse em março, durante a reinauguração da Estação de Tratamento de Água (ETA), que a captação no Grande pode garantir a segurança hídrica da cidade para os próximos 50 anos.

Tratamento

Para poder distribuir a água fluvial à população, o Semae terá de construir uma Estação de Tratamento de Água para tornar potável a chamada água bruta (captada no rio Grande). A área para a construção da estação já foi reservada pela Prefeitura, por meio de projeto de lei aprovado pela Câmara. O terreno fica no distrito industrial Carlos de Arnaldo, às margens da BR-153. Outros 9 quilômetros de adutoras serão construídos para levar a água tratada da estação até os reservatórios de Rio Preto.

 

RIO Clique na imagem para ampliar

Produção supera necessidade

A capacidade atual de produção, tratamento e distribuição de água do Semae é de 4,5 bilhões de litros por mês – superior ao consumo médio mensal de toda a cidade, que é de 3,6 bilhões de litros. Esse volume é captado por meio de 255 poços que alcançam o aquífero Bauru (mais próximo da superfície) e oito poços que atingem o aquífero Guarani (mais profundo).

Ainda assim, a autarquia planeja ampliar a capacidade produtiva com a construção, em médio prazo, de mais dois poços no Guarani e outros 15 no Bauru. A alternativa de buscar água no rio Grande tem o objetivo de dar “descanso” aos dois aquíferos que, em períodos de seca, podem armazenar menos água e, consequentemente, fazer cair a capacidade de captação provocando, por exemplo, racionamento de água em casos mais extremos. Atualmente os reservatóriso do Semae (caixas d'água, tanques e represas) podem armazenar 95,3 milhões de litros.

Perdas

Segundo dados do próprio Semae, falhas e vazamentos são responsáveis pelo desperdício de 32% da água tratada e distribuída na cidade pela autarquia. Na maioria dos países desenvolvidos, esse índice é inferior a marca de 10%, como é o caso do Japão, onde apenas 2% da água tratada é perdida no trajeto até as casas e empresas. 

 

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.