Diário da Região

19/09/2015 - 00h00min

Trânsito

Guarda terá 100 mil formulários de multa

Trânsito

Guilherme Baffi Prefeitura põe mais agentes no trânsito para ‘canetar’ motoristas
Prefeitura põe mais agentes no trânsito para ‘canetar’ motoristas

A Guarda Municipal de Rio Preto terá mais agentes destacados para fiscalizar o trânsito e vai ganhar 100 mil folhas para aplicar multas em motoristas. São 2 mil talonários de auto de infração de trânsito com 50 blocos cada um. O lote de talonários para autos de infração de trânsito faz parte de licitação aberta ontem pela Prefeitura. Entre dezenas de materiais, como banners, panfletos, adesivos e os talões de auto de infração de trânsito.

A concorrência tem custo estimado em R$ 313,2 mil. O secretário de Trânsito de Rio Preto, Aparecido Capello, afirmou ontem que os talonários serão utilizados pelos agentes da Guarda que atuam na fiscalização do trânsito. “É para a Guarda. É uma licitação para atender as necessidades”, afirmou. Na última semana, Capello aumentou a quantidade de agentes que podem atuar no trânsito. Até julho, eram 31 agentes.

A nova lista, publicada no diário oficial do município, constam mais 23 agentes. Com isso, 54 guardas municipais podem multar atualmente. A corporação tem 139 membros atualmente. Cerca de 40% dos agentes já podem aplicar multas. De acordo com comandante da Guarda, coronel João Roque Borges de Souza, nem todos agentes designados para atuar no trânsito ficam exclusivamente na fiscalização, aplicando multas. “É uma possibilidade.

Por exemplo, um guarda atua na segurança mas designado para o trânsito ele também pode autuar”, afirmou. Ainda de acordo com o comandante, convênio entre Prefeitura e Polícia Militar prevê autuações com compra de material pelo município. De acordo com levantamento divulgado pelo Diário, entre janeiro e julho deste ano, a Guarda Municipal aplicou 2.530 multas de trânsito.

Radar

A polêmica sobre radar instalado no final do viaduto que dá acesso à avenida Murchid Homsi continua. Motoristas reclamam que o aparelho está “escondido”. O radar pega motoristas seguem sentido represa/avenida e passam pelo local em velocidade acima de 40 quilômetros por hora. Em apenas um mês, seis mil multas foram aplicadas pelo radar. O vereador Paulo Pauléra (PP) apresentou projeto, aprovado em primeira discussão, que proíbe radares perto de postes ou árvores. O radar do viaduto fica atrás de um totem de sinalização de trânsito.

Capello afirmou ontem que não irá mudar o local do aparelho. “Não vou mudar nada. Temos de cumprir a lei. Em viaduto a velocidade máxima permitida é de 40 quilômetros por hora. Não quero que nenhum motorista seja multado, mas é preciso respeitar a velocidade”, afirmou o secretário. Segundo Capello, no local foram registrados 21 acidentes neste ano e próximo fica uma escola. “Quem mora perto não reclamou de nada. Só elogiam porque ali registramos muitos acidentes”, disse o secretário.

 

 

 

>> Acesse aqui o Diário da Região Digital

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.