Diário da Região

20/10/2015 - 19h04min

Brasília

Cunha descarta pedir licença do cargo durante investigação

Brasília

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse nesta terça-feira, 20, que não cogita pedir licença do cargo em razão das investigações que apontam que ele possui contas bancárias secretas na Suíça, pelas quais teria recebido propina. "Não existe essa figura", afirmou o peemedebista, ao ser questionado se pretende se afastar do cargo durante as investigações. O presidente da Câmara também negou que esteja manobrando para atrapalhar os trabalhos do Conselho de Ética, no qual o PSOL e a Rede protocolaram pedido de investigação contra o peemedebista por quebra de decoro parlamentar. "Desconheço (manobra). Não tem ato meu nesse sentido, até porque não praticaria qualquer ato", afirmou Cunha. O presidente do Conselho de Ética da Câmara, José Carlos Araújo (PSD-BA), anunciou hoje que pedirá explicações à Mesa Diretora da Câmara sobre a mudança dos prazos para que o colegiado devolva o processo que pede investigação de Cunha por quebra de decoro parlamentar. Ele disse estranhar a notícia de que o prazo para devolução do processo é de três sessões ordinárias - e não qualquer tipo de sessão. "Estranhei quando recebi a notícia. Estava contando que a resolução também valia para o Conselho de Ética", afirmou Araújo. Ele se referia à resolução 7 da Mesa Diretora, que estabelece que qualquer tipo de sessão, seja ela ordinária ou extraordinária, vale na contagem de prazos. Por interpretação da Mesa, o prazo para devolver o processo acabará na próxima quinta-feira, quando a terceira sessão ordinária desde que o pedido foi entregue deve ser realizada. Oposição O presidente da Câmara evitou comentar a mudança de tom da oposição, que deve passar a cobrar mais enfaticamente a saída do peemedebista do cargo durante as investigações. "(Não penso) Nada. Cada um pode ter o posicionamento que quiser, é um direito deles. Minha posição é a mesma. Com qualquer que seja o posicionamento, não vou alterar meu comportamento", afirmou. Ele disse não se sentir atualmente apoiado nem pela oposição, nem pelo governo.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.