Diário da Região

08/12/2015 - 20h42min

Brasília

Alckmin repete que impeachment não é golpe e que Câmara deve analisar o processo

Brasília

Após se reunir com a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), voltou a defender que impeachment não é golpe e que caberá ao Congresso definir o destino da presidente. "Eu tenho ouvido muito que o impeachment é golpe. O impeachment é previsto na Constituição brasileira, e a Constituição não é golpista", disse. Segundo ele, é natural que existam "teses diferentes" e esse debate deverá acontecer na Câmara, onde todos podem manifestar a sua opinião. Alckmin esteve em Brasília para participar de uma reunião convocada por Dilma para discutir o combate ao zika vírus. Segundo ele, a presidente não falou de impeachment durante o encontro, que reuniu representantes de 25 Estados. Coube ao governador do Maranhão, Flávio Dino, fazer uma defesa da presidente durante o encontro. Horas antes, Dilma reuniu um grupo de 15 governadores contrários ao impeachment, em mais um gesto para demonstrar apoio ao seu mandato. Ao final, eles divulgaram um documento chamado de "Carta da Legalidade", onde afirmam que não há elementos jurídicos para o afastamento da presidente.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso