Diário da Região

12/07/2016 - 00h00min

CASO TAVOLARO

Oposição diz que base ‘abafou’ presente a ex-procurador

CASO TAVOLARO

Hamilton Pavamn/ Arquivo Ex-procurador-geral Luiz Tavolaro, que teria ganhado carro de luxo. (Foto: Hamilton Pavamn/ Arquivo)
Ex-procurador-geral Luiz Tavolaro, que teria ganhado carro de luxo. (Foto: Hamilton Pavamn/ Arquivo)

Autor do requerimento de abertura de CPI para apurar denúncias contra o ex-procurador-geral de Rio Preto Luiz Tavolaro em 2012, o vereador Marco Rillo (PT) afirmou que base governista “abafou” as investigações que envolveram homem forte do primeiro mandato do prefeito Valdomiro Lopes (PSB).

Na edição de domingo, 10, o Diário revelou que o Ministério Público reiterou pedido para que o prefeito e o ex-procurador sejam condenados por improbidade administrativa. Com base em quebra de sigilo bancário, o promotor Sérgio Clementino sustenta que Tavolaro recebeu carro de luxo de grupo ligado à Constroeste, que acumula mais de R$ 500 milhões em contratos com a Prefeitura nos dois mandatos de Valdomiro.

De acordo com o MP, um Passat retirado em agência da Faria Veículos, em São Paulo, em março de 2009, em nome de Alcides Barbosa, apontado como “sócio oculto” de Tavolaro, foi vendido para outra concessionária da Capital em maio do mesmo ano. Seis dias depois, o ex-procurador comprou um Land Rover, em Ribeirão Preto. A quebra de sigilo aponta que o dinheiro para pagar o Land Rover saiu da conta bancária da concessionária onde o Passat foi vendido. Essa foi a fórmula para ocultar o que seria um “presente” para o ex-procurador. A Constroeste negou irregularidades, assim como o prefeito e também Tavolaro.

As denúncias feitas por Alcides Barbosa foram investigadas na Câmara. Só que a CPI, formada só por vereadores aliados do prefeito à época, apontou no relatório final que não tinham sido comprovadas irregularidades em relação ao Passat. Para chegar a essa conclusão, a comissão ouviu Tavolaro e consultou dados do Detran, que mostraram que o veículo estava em nome de Alcides Barbosa.

Para a oposição, a CPI não aprofundou a investigação. “Foi feita uma operação abafa do governo. Não se aprofundaram na investigação. Por isso é importante essa descoberta do Ministério Público, publicada no Dário, sobre esse presente”, afirmou Rillo.

Depois que a oposição conseguiu reunir assinaturas para abrir a CPI, vereadores governistas também assinaram o pedido. Com isso, o presidente da Câmara à época, Paulo Pauléra (PP) , fez sorteio para definir os integrantes. O presidente da CPI foi Francisco Júnior (DEM), que meses depois de concluir a CPI foi nomeado secretário de Esportes. A relatoria ficou com Alessandra Trigo (PSDB). Celso Luiz Oliveira (PSB) completou o grupo. O ex-presidente da CPI não foi localizado nesta segunda, 11, para comentar as declarações de Rillo. Júnior não retornou recados deixados em seu telefone celular e mensagem na internet .

Sobre o carro, o relatório limitou-se a informar que “toda documentação apresentada” demonstra que Tavolaro “nunca” possuiu Passat em seu nome.

A CPI tentou ouvir Alcides Barbosa, mas ele não apareceu para prestar depoimento. A comissão teve acesso à cópia de inquérito do Ministério Público que motivou o processo contra Tavolaro.

Criminal

As acusações sobre os “presentes” - há também uma viagem à China - e até suposta irregularidade em licitação de coleta de lixo de 2009 são alvo de inquérito que tramita no setor de Crimes de Prefeitos, em São Paulo, para apurar suspeita de corrupção ativa e passiva.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso