Diário da Região

14/04/2016 - 16h57min

O jogo em Brasília

Confira em tempo real como está o placar do Impeachment

O jogo em Brasília

NULL NULL
NULL

Confira abaixo, em tempo real, a posição de cada integrante da Câmara dos Deputados e do Senado Federal sobre o impedimento da presidente Dilma Rousseff (PT)

Atualizado às 23h40

No dia em que secretários e ministros de Estado reassumiram seus mandatos na Câmara para votar o processo de impedimento da presidente Dilma Rousseff, o Placar do Impeachment do jornal “O Estado de S. Paulo” registrou ontem 342 votos favoráveis à saída da presidente, número necessário para a admissibilidade do pedido na Casa. O placar contabilizava, ainda, 127 votos contrários, 16 indecisos e 28 parlamentares que não quiseram responder.

Apesar da intensa movimentação na composição da Câmara, em 9 das 13 mudanças o suplente que saiu tinha o mesmo posicionamento do parlamentar que retornou. Foi assim com a chegada do ex-ministro Celso Pansera (PMDB-RJ) no lugar de Zé Augusto Nalin (PMDB-RJ), ambos contra o impeachment. E com a de Sergio Zveiter (PMDB-RJ) no lugar de Laura Carneiro (PMDB-RJ), ambos a favor.

Também saíram os deputados Mendes Thame (PV-SP), Lobbe Neto (PSDB-SP), Marcelo Aguiar (DEM-SP), Roberto Freire (PPS-SP), Marquinho Mendes (PMDB-RJ) e Celso Jacob (PMDB-RJ). No lugar, entraram, respectivamente, Floriano Pesaro (PSDB-SP), Samuel Moreira (PSDB-SP), Arnaldo Jardim (PPS-SP), Rodrigo Garcia (DEM-SP), Marco Antônio Cabral (PMDB-RJ) e Pedro Paulo (PMDB-RJ), todos pró-impeachment.

Do grupo governista saíram Flavio Nogueira (PDT-PI) e Wadson Ribeiro (PC do B-MG) para a entrada dos ex-ministros peemedebistas Marcelo Castro (PI), da Saúde, e Mauro Lopes (MG), da Aviação Civil - todos contra o afastamento. Pela coligação de Minas, reassumiram os petistas Patrus Ananias, Miguel Corrêa e Odair Cunha.

Senado

Com a manifestação do senador Cristovam Buarque (PPS-DF) - a favor do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff - e da senadora Lídice da Mata (PSB-BA) - contra o processo de afastamento da petista -, o placar no Senado registrou ontem 43 votos favoráveis à saída da presidente do cargo e 18 contrários. Para que o processo seja admitido e aberto no Senado são necessários 41 votos. A Casa tem, ainda, de acordo com o levantamento, 9 parlamentares indecisos e 11 no grupo dos que não quiseram responder. 

Cristovam Buarque, que foi ministro de Lula e atualmente é crítico do PT, estava, até ontem, entre os indecisos. Lídice da Mata estava no grupo dos que não quiseram responder. Tanto PPS quanto PSB já declararam apoio ao impeachment da presidente. Também ontem o senador PP Benedito de Lira (AL) afirmou que está indeciso. Alvo da Operação Lava Jato, o senador foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no esquema de corrupção e desvios na Petrobrás.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso