Diário da Região

09/09/2016 - 00h00min

PROPOSTAS

Candidatos a prefeito têm promessas fartas de emprego

PROPOSTAS

Guilherme Baffi 19/1/2016 Homens trabalham para finalizar prédio de empresa instalada no Parque Tecnológico de Rio Preto: aposta da maioria dos candidatos para aumentar empregos na cidade
Homens trabalham para finalizar prédio de empresa instalada no Parque Tecnológico de Rio Preto: aposta da maioria dos candidatos para aumentar empregos na cidade

Os candidatos a prefeito de Rio Preto são generosos nas promessas para resolver um problema que aumentou bastante de 2015 para cá: o desemprego. O candidato governista Orlando Bolçone (PSB) dá até um número. Fala em criar 29 mil empregos.

Franco atirador, Daniel Nhani, do radical PCO, diz que vai acabar com a burocraria na Prefeitura e deixar rolar solta a atividade informal na cidade, de ambulantes a perueiros sem qualquer intervenção do poder público. Também de olho neste nicho, de pessoas que criam o próprio emprego, Carlos Arnaldo (PDT) diz que vai criar mais duas agências do Banco do Povo, que oferece empréstimo a pequenos empreendedores a juros subsídios. Ele e Kawel Lotti (PSDC) também prometem reduzir alíquota de ISS para atrair empresas. Lotti também diz que a Prefeitura vai criar frente de trabalho.

Edinho Araújo (PMDB) e João Paulo Rillo (PT) têm em comum a promessa de criar um centro de convenções. A maioria dos candidatos também fala em continuar os investimentos no Parque Tecnológico.

Abaixo, as propostas mais detalhadas de cada um dos seis.

kawel_caricatura

KAWEL LOTTI (PSDC)

Estabelecimento, pela Prefeitura de contratos temporários de trabalho, visando gerar empregos nas secretarias que tenham maior interface com o cotidiano da população; redução das alíquotas de ISS de 5% para 4% e de 3% para 2%, associada a um estudo de viabilidade de concessão de isenções.

Bibliotecas

Criação de bibliotecas em bairros periféricos, integradas a centros sociais, com acervos que cubram, minimamente, necessidades de conhecimentos profissionais. A iniciativa empresarial privada pode ser sensibilizada para contribuir com edificações e acervos, podendo vir a ser beneficiada pela Lei de Incentivo à Cultura, com deduções no Imposto de Renda. Fomento (com recursos materiais e, se possível, financeiros) às atividades culturais implementadas por grupos locais, que impliquem contratação, ainda que por prestação de serviços, de trabalhadores aqui residentes. A Prefeitura deverá, através da Secretaria Municipal de Cultura, servir de intermediária na busca de apoio financeiro junto a empresas locais que, por sua vez, terão benefícios fiscais

Redução de jornada

Subsídios no IPTU e ISS para empresas que, com cinquenta ou mais empregados, reduzam a jornada diária de trabalho para seis horas (sem redução de salário), de modo a permitir emprego para mais trabalhadores. Implantação de corredores para ônibus e táxis nas principais vias urbanas, o que contribuirá para, além de geração imediata de emprego e renda, comprimir custos de operação desses dois tipos de transporte urbano, inibindo seus operadores às frequentes solicitações de reajustes de tarifas. Implantação de ciclovias em corredores de tráfego volumoso e intenso de modo a permitir que muitos trabalhadores façam uso de suas bicicletas, de modo mais seguro, desonerando-os do pagamento da tarifa de transporte coletivo urbano por ônibus.

bolçone_caricatura

ORLANDO BOLÇONE (PSB)

A crise econômica que atinge o nosso país é gravíssima, e o desemprego é a sua face mais cruel. Por isso, em nosso plano de governo estabelecemos que a geração de empregos é uma de nossas prioridades. E para isso vamos instalar mais quatro minidistritos industriais, com previsão de geração de 4 mil empregos, dar pleno funcionamento ao Parque Tecnológico, com a instalação de empresas de tecnologia de ponta, e perspectivas de 5 mil novos empregos direitos e indiretos, que se somarão às empresas já instaladas, além de concluir o Eco Parque Empresarial Norte, cujas obras de infraestrutura estão em andamento e que em sua plena capacidade poderá gerar até 20 mil empregos. Ou seja, nossas ações afirmativas resultarão na criação de 29 mil empregos. Além disso, continuaremos a gerar empregos diretos com a continuidade das grandes obras iniciadas no atual governo, como as de mobilidade urbana.

Ação da Prefeitura

Avançar ainda mais na agilização de abertura de empresas, reduzindo o tempo para as que tenham interesse em investir e se instalar em nossa cidade. Vamos reforçar parcerias com entidades empresariais e universitárias representativas, para que seja estabelecido e reforçado um canal permanente de discussão e, em consequência, haja uma perfeita convergência de interesses, em que o objetivo maior seja a geração de emprego e renda.

edinho_caricatura

EDINHO ARAÚJO (PMDB)

O governo atual está completamente desconectado com o setor produtivo local, grande responsável pela geração de empregos. Comércio, indústria e setor de serviços não têm incentivos do poder público. Falta um local apropriado para a realização de grandes eventos, ampliando o turismo de negócios. Vamos implantar Centro de Negócios e Eventos para fomentar o turismo de negócios e eventos em áreas específicas, como a da Saúde. Iniciar processo para internacionalização de cargas no aeroporto

Vamos consolidar a implantação do Parque Tecnológico, e do Polo Joalheiro, iniciados em meu governo, abreviando o prazo de instalação das empresas.

Agência

Vamos criar a ADL (Agência de Desenvolvimento Local) em parceria com o terceiro setor, para buscar recursos complementares para diversas áreas da administração, além de fazer parcerias com o Ministério de Ciência e Tecnologia e outros órgãos do governo federal em projetos de fomento ao emprego e ao aperfeiçoamento formação profissional dos trabalhadores.

Propomos uma Política Industrial, privilegiando indústrias limpas, com produtos de alto valor agregado, e iniciar projeto para implantação de novo Distrito Industrial na Região Norte.

Vamos realizar gestões junto ao governo federal para o início das obras do Centro de Distribuição dos Correios, em área já disponível e dar continuidade à revitalização da área central de Rio Preto, modernização do Calçadão, recuperação das praças Rui Barbosa e Dom José Marcondes, aumentando a segurança na área e melhorando as condições de acesso e permanência de consumidores.

carlosarnaldo_caricatura

CARLOS ARNALDO (PDT)

Como gestor do Banco do Povo de 2009 a 2012, recebi o prêmio por ser a agência mais produtiva do Estado. Eleito prefeito, vamos continuar a incentivar o Banco do Povo, através da descentralização das agências. Vou abrir mais duas unidades na cidade, uma no bairro João Paulo 2º e outra na região do Parque Estoril. Serão três agencias à disposição da população de Rio Preto, para que as pessoas tenham facilidade e acesso ao Banco do Povo, permitindo recursos com juros barato, 0,35%, para compra de maquinários e equipamentos.

Parque Tecnológico

O Parque Tecnológico será o principal vetor de desenvolvimento e geração de emprego e renda do nosso governo. Iremos buscar empresas de tecnologia para investir na cidade e para isso vamos dar isenção do IPTU e parcelar em 60 meses os terrenos com 70% de desconto para quem gerar mais empregos. Assim que o Parque Tecnológico estiver pronto, a Prefeitura vai fazer parceria com Famerp, Unesp e as universidades privadas, para formação de mão de obra que o próprio Parque exigirá.

Cursos

Além disso, em parceria com as entidades, vamos oferecer cursos de qualificação de mão de obra para que nossos jovens e adultos, se prepararem melhor para o mercado de trabalho. Dessa forma, teremos profissionais qualificados e com melhores salários, pois estarão capacitados para exercer suas funções.

ISS

No que diz respeito ao ISS, vamos baixar a alíquota para 3%. Não teremos mais a alíquota de 5% porque é muito alta e afasta as empresas da cidade. Menos impostos, mais empregos. Isso ajudará os empresários a investirem mais e automaticamente representará mais empregos.

nhani_caricatura

DANIEL NHANI (PCO)

A criação de empregos, como supõe o setor patronal, não será garantido retirando direitos dos trabalhadores, flexibilizando leis trabalhistas ou terceirizando atividades, estas ações visam apenas o aumento do lucro às custas de mais exploração do trabalhador.

A maioria dos candidatos proporá a retirada de tributos como fomento a criação de empregos, nós, do Partido da Causa Operária, propomos que a Prefeitura controle todas as obras no município para contratação de mão de obra, voltando assim o orçamento público também para a criação de empregos.

Sem burocracia

Também propomos a total liberdade para ambulantes, perueiros, pequenos transportistas ou qualquer cidadão que queira trabalhar. O município deve retirar toda a legislação repressiva ao trabalhador que queira lutar pelo seu ganha- pão, derrubando a burocracia municipal burguesa que garante todos os monopólios e oligopólios na cidade estaremos gerando mais oportunidades para todos.

A administração municipal deve ser controlada pelo povo, toda decisão de relevância deve ser tomada junto aos munícipes. A Prefeitura não pode agir diretamente (com dinheiro público) ou indiretamente (burocracia) para beneficiar apenas alguns setores da sociedade (empresários), como dissemos antes o orçamento municipal pode ser voltado para a geração de emprego e renda para todos, através de obras ou de serviços públicos que demandem mão de obra especializada.

rillo_caricatura

JOÃO PAULO RILLO (PT)

Vamos integrar as secretarias de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho para criar, em parceria com as associações e sindicatos de trabalhadores e patronais, o Plano de Desenvolvimento Econômico para, entre outras ações, alinhar à demanda a oferta de cursos técnicos e tecnológicos para formação e qualificação dos jovens e trabalhadores por meio da Escola de Capacitação integral e tecnológica para jovens e adultos.

Para aprimorar a oferta de mais e melhores empregos, nosso governo vai buscar parcerias para a construção de um Centro de Eventos para incentivar o turismo de negócios e da saúde e promover Rio Preto como polo gastronômico, integrar a prestação de serviços de saúde com indústrias de biotecnologias e readequar os distritos e os minidistritos industriais, ouvindo os empreendedores que estão instalados nestes espaços.

Incubadoras

Primeiramente, é indispensável aliar os aspectos inovadores da ciência e tecnologia com o aspecto social. Além de promover a instalação e o pleno funcionamento do Parque Tecnológico, é necessário criar uma cultura de inovação, com uma política de incentivos e de promoção das iniciativas locais.

O aprimoramento da produção, com a aproximação entre a pesquisa e as empresas, deve ser incentivado para qualificar a produção e o emprego. Para isso, vamos criar e desenvolver incubadoras de empresas, fortalecer arranjos produtivos, estruturar laboratórios de uso compartilhados, atuar em conjunto com universidades e empresas, estimulando soluções locais para os problemas de nossa sociedade, são iniciativas fundamentais.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso