Diário da Região

05/07/2016 - 11h59min

Brasília

Defesa não poderá responder por Dilma caso ela falte a interrogatório no Senado

Brasília

A defesa da presidente afastada Dilma Rousseff não poderá responder a questões dos senadores caso a petista não compareça ao seu interrogatório na Comissão Especial do Impeachment. De acordo com o presidente do colegiado, Raimundo Lira (PMDB-PB), o ex-advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, poderá representar a presidente e ler um comunicado, mas não poderá responder aos questionamentos. O interrogatório está agendado para essa quarta-feira, 6, e a tendência é que a presidente afastada não compareça. Fontes próximas à petista informaram ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, que ela não irá, mas a defesa ainda não comunicou a ausência oficialmente. Segundo Cardozo, a questão ainda está sob análise. Nesta segunda-feira, 4, o líder da minoria, Lindbergh Farias (PT-RJ), defendeu que a presidente não venha presencialmente ao colegiado. Segundo o petista, que é parte da tropa de choque de Dilma, o processo "tem cartas marcadas" e ela não deveria participar da sessão, legitimando o "golpe".

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso