Diário da Região

23/03/2017 - 00h00min

SEMAE

Tarifa da água vai ficar mais cara

SEMAE

Rodrigo Lima Reunião do conselho do Semae na noite desta quarta-feira, 22, para definir o pedido de reajuste
Reunião do conselho do Semae na noite desta quarta-feira, 22, para definir o pedido de reajuste

O Semae, autarquia responsável pelos serviços de água e esgoto em Rio Preto, quer aumento de pelo menos 15,38% na conta entregue ao consumidor. O pedido será enviado ao prefeito Edinho Araújo (PMDB), que dará a palavra final. O percentual foi apresentado ao conselho consultivo do Semae durante reunião no início da noite desta quarta-feira, que referendou a proposta.

Entre as três propostas de reajuste apresentada ao grupo, foi escolhida a mais salgada para o consumidor rio-pretense e que prevê reajustes escalonados que podem chegar a 18,18%. De acordo com o superintendente do Semae, Nicanor Batista Júnior, as famílias inscritas na chamada tarifa social, não terão aumento. Já aqueles consumidores até 20 metros cúbicos de água vão ter reajuste de 15,38%; de 21 até 40 metros cúbicos, o índice é 16,78%. A partir daí, de 18,18%.

“Houve consenso de que o Semae precisa recuperar sua capacidade de investimento nos próximos anos para fazer frente ao aumento de produção de água e aumento do tratamento de esgoto”, disse Nicanor. “A proposta referendada estabelece a recuperação da inflação do período (IPCA), em torno de 15% e um pequeno reajuste real de aproximadamente 2% para fazer frente aos investimentos que precisamos fazer.” A última vez que a tarifa teve aumento, de 10,48%, foi em 2015.

 

Arte - SEMAE - 23032017 Clique na imagem para ampliar

Segundo o superintendente da autarquia, os grandes consumidores serão os mais afetados pelo aumento. “São as pessoas que consomem acima de 40 metros cúbicos, que é um volume que só acontece nas grandes casas dentro de condomínios fechados”, afirmou Nicanor. O secretário de Governo, Jair Moretti, sinalizou que o prefeito não tem receio de desgastes com o aumento. “Ainda que tenha desgaste. É um governo que não tem medo de assumir as responsabilidades.”

Recentemente, o prefeito já assumiu o ônus político ao autorizar o reajuste de 15% na tarifa de ônibus, que passou de R$ 2,60 para R$ 3. O superintendente do Semae admitiu que a atual situação econômica é “difícil” e que é “doloroso pedir para o prefeito dar esse aumento” de 16,53% em média. Mas ponderou que sem o aumento o Semae correria o risco de fechar este ano sem dinheiro em caixa para pagar a folha de pagamento, o 13º salário e energia elétrica.

“Esse reajuste deve aumentar em média R$ 5 por mês para cada casa”, disse. Entre os investimentos previstos pela autarquia neste ano estão a perfuração de poços, a continuidade da ampliação da Estação de Tratamento de Água e a manutenção da Estação de Tratamento de Esgoto. Não há prazo para Edinho decidir se atende o pedido apresentado pelo Semae.

Estudo

Entre as propostas apresentadas pela comissão formada por técnicos do Semae havia reajuste no valor de 14,1% da tarifa de água, o que serviria apenas para garantir a “manutenção das atividades”. A outra proposta era 15,38% sem o escalonamento.

 

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso