Diário da Região

07/03/2017 - 00h00min

ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS

Alckmin admite pela primeira vez intenção de ser candidato

ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), admitiu nesta segunda-feira, 6, pela primeira vez a intenção de ser candidato à Presidência da República nas eleições de 2018. “Se disser que eu não quero ser, que não pretendo ser, não é verdadeiro. Agora, cargo majoritário não é vontade pessoal. É fruto de uma vontade coletiva. E tudo tem seu tempo”, disse Alckmin em almoço com aproximadamente 400 empresários promovido pelo Lide (Grupo de Líderes Empresariais)

A declaração foi dada pouco depois de o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), ter declarado publicamente apoio ao governador como nome do PSDB para a disputa presidencial. “Ainda que não seja a hora e o momento, e não é, mas que fique claro que a posição do João Doria como cidadão, brasileiro e eleitor é que Geraldo Alckmin será o meu candidato à Presidência da República do Brasil”, disse o prefeito.

O almoço com Alckmin estava agendado havia meses, e desde a semana passada se especulava que seria usado para o lançamento informal da candidatura do governador ao Planalto. Internamente, Alckmin, que disputou o cargo em 2006 e perdeu em segundo turno para Lula, enfrenta uma disputa com os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e José Serra (PSDB-SP).

O Lide foi fundado por Doria e presidido pelo prefeito até o ano passado. Ele disse ter ido ao evento “não como prefeito, mas como cidadão brasileiro nascido em São Paulo”, discursou e saiu sem esperar que o almoço fosse servido.

Antes de Alckmin iniciar sua participação, o ex-ministro da Indústria e Comércio Luiz Fernando Furlan, que comandou o evento, advertiu que o governador não responderia a perguntas sobre "o prato do dia" (candidatura presidencial).

Mesmo assim, coube à presidente do Lide Mulher, Sonia Hess, perguntar se o governador seria candidato.

Boatos

De acordo com Doria, o objetivo da declaração de apoio, segundo ele mesmo extemporâneas, foi dissipar boatos sobre uma possível candidatura dele próprio ao Planalto. “Toda hora, todo dia, a todo momento me perguntam se eu sou candidato a presidente, a governador. Sou candidato a prefeitar”, disse.

Ao justificar a declaração de apoio, Doria, que foi lançado candidato a prefeito por Alckmin contrariando setores importantes do PSDB, usou várias vezes a palavra “gratidão”.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.