Diário da Região

12/07/2016 - 00h00min

FÓRMULA 1

Mercedes desiste de recorrer contra punição a Rosberg

FÓRMULA 1

A Mercedes recuou na sua intenção de recorrer da punição imposta ao alemão Nico Rosberg durante o GP da Inglaterra, domingo, e anunciou nesta segunda-feira que não vai apresentar uma ação para anular a decisão que impediu uma “dobradinha” dos seus pilotos na prova vencida pelo inglês Lewis Hamilton. Nas voltas finais em Silverstone, Rosberg passou a ter problemas com o câmbio da sua Mercedes. Diante disso, a equipe passou a orientação pelo rádio para que o alemão não utilizasse mais a sétima marcha.

Nico Rosberg terminou o GP da Inglaterra em segundo lugar, mas os comissários de pista apontaram que a equipe violou o regulamento que aponta a restrição de informações a serem repassadas aos pilotos via rádio. Por causa disso, o alemão foi punido com o acréscimo de dez segundos ao seu tempo final de prova. Com essa decisão, perdeu o segundo lugar na prova para o holandês Max Verstappen, da Red Bull.

Rosberg viu a luta pelo título da Fórmula 1 ficar ainda mais acirrada. Afinal, a sua vantagem na liderança do Mundial de Pilotos agora é de apenas um ponto para Hamilton - 168 a 167. Felipe Massa terminou em 11º, enquanto Felipe Nasr ficou em 15º. A próxima etapa, o GP da Hungria, será disputada em 24 de julho.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso