Diário da Região

05/08/2017 - 11h46min

Paris

Ainda sem poder estrear, Neymar é aclamado pela torcida do PSG em apresentação

Paris

Às 16h deste sábado em Paris, 11h em Brasília, o DJ Martin Solveig, um dos astros da música eletrônica na Europa, abaixou o volume de sua música e puxou o coro no estádio Parc des Princes: "Ney-mar! Neymar!". Entusiasmada, a torcida do Paris Saint-Germain respondeu com os gritos de guerra do clube francês. Mesmo impossibilitado de estrear em razão da Federação Espanhola de Futebol, que não enviou a documentação da transferência à Liga de Futebol Profissional da França (LFP), Neymar foi o alvo de todas as atenções em Paris momentos antes do confronto de sua nova equipe com o Amiens. A apresentação do brasileiro foi simples, rápida, mas calorosa, com direito a fogos de artifício em pleno campo e com uma multidão ecoando seu nome. O narrador oficial da cerimônia não economizou no entusiasmo: "Chegou o momento tão esperado, essa data de 5 de agosto de 2017, um evento mundial". O presidente do PSG, Nasser Al Khelaifi, então, tomou a palavra e pediu mobilização de parte da torcida. "Nossos torcedores sempre sonharam com uma grande estrela. Neymar está aqui conosco hoje. Agora é preciso trabalhar para ganhar muitos troféus", disse o dirigente, que assumiu o clube sob forte rejeição em 2011, nomeado pelo fundo soberano do Catar, o Qatar Investment Authority (QIA), proprietário do PSG. Então, Neymar foi chamado ao pequeno palco instalado no gramado: "Nosso novo número 10 vermelho e azul, Da Silva Santos Júnior", gritou o narrador, dando a deixa à multidão. A torcida completou em delírio: "Neymar!". Tímido, o brasileiro tomou o microfone e falou, em português, sobre a emoção de estar em Paris após quatro anos defendendo as cores do Barcelona. "Estou muito feliz. É outro grande sonho que estou vivendo. Vim aqui para fazer história", garantiu. A seguir, arriscou algumas palavras em francês, lançando ao público dois slogans do clube: "Paris est magique. Ici c'est?", disse o craque, também dando a deixa à torcida, que completou, entusiasmada: "Paris!". Neymar a seguir deu a volta no campo, próximo da arquibancada, chutando bolas ao público, acenando e mandando beijos para os torcedores, enquanto o narrador enaltecia a contratação que custou 222 milhões de euros ao PSG: "O capitão da seleção brasileira está aqui!", disse o mestre de cerimônia. A reação não poderia ser outra: gritos de "Neymar!, Neymar!, Neymar!". O novo ídolo do clube, então, correu de volta a às torcidas organizadas do time, tirou a camisa e arremessou aos torcedores. "Obrigado, Neymar!", disse em português o narrador, mais uma vez incitando a torcida a prosseguir na aclamação ao craque. Apesar de toda a festa, o brasileiro não pode estrear na primeira rodada do Campeonato Francês. Isso porque a Federação Espanhola não enviou à LFP até a meia noite de sexta-feira, como exige o regulamento, o Certificado de Transferência Internacional, documento que autoriza a inscrição de um jogador no campeonato.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.