Diário da Região

05/08/2017 - 00h00min

AMÉRICA ‘DESALOJADO’

Time de basquete do América transfere jogo para Catanduva

AMÉRICA ‘DESALOJADO’

Guilherme Baffi/Arquivo América pede que Smel melhore estado da quadra do Centro Regional de Eventos. Marino Manella deseja mandar jogos no Alberto Cecconi, porém, Federação só aceita ginásio com piso de taco
América pede que Smel melhore estado da quadra do Centro Regional de Eventos. Marino Manella deseja mandar jogos no Alberto Cecconi, porém, Federação só aceita ginásio com piso de taco

Com o Centro Regional de Esportes reservado para um show sertanejo e um evento evangélico, o time de basquete do América/Unirp/Rodobens/Smel/3M adiou sua partida de estreia no Campeonato Paulista A-1 (Divisão Especial) para o próximo dia 19 e no ginásio Anuar Pachá, em Catanduva. O jogo deveria ocorrer neste domingo, 6, em Rio Preto. Porém, terá o evento evangélico no local, que já havia sido agendado há três meses, segundo a Secretaria de Esportes e Lazer (Smel).

Com isso, o América remarcou o jogo com o time Paulistano e também comunicou a Federação Paulista de Basquete, sem antes consultar a Smel. E, mais uma vez, a data (dia 19) coincidiu com a realização do show sertanejo. “Não vou aborrecer o Paulistano novamente para mudar a data, já programaram viagem e tudo. Jogo em Catanduva ou em Jales, que ofereceu duas quadras em condições”, disse o presidente do Rubro, Marino Manella, que acena por transferir o jogo para Catanduva. “Em Jales são 140 quilômetros a mais para eles (Paulistano), lógico que não vão.”

Agora, o primeiro duelo no Estadual em Rio Preto está marcado para o dia 16, uma quarta-feira, às 20 horas, diante do Bauru. Antes, o América fará o seu primeiro jogo no Paulista, no dia 12, contra a Liga Sorocabana, em Sorocaba. No dia seguinte pega o Mogi das Cruzes. O desejo do time rio-pretense é que a Smel melhore o visual da quadra antes de mandar seus jogos em Rio Preto. O piso já deteriorado pelo tempo, precisa de alguns cuidados, mas nada que impeça o América de jogar. “São detalhes que são fáceis de fazer, mas queríamos ao menos que polissem para dar um melhor visual”, disse Manella.

Outra saída apontada pelo cartola seria a colocação de um piso de taco no ginásio Alberto Cecconi (exigência da Federação), onde tradicionalmente o basquete do Rubro joga. O investimento, porém, deve ser em torno de R$ 160 mil e teria de ser bancado pelo município. Fora das quadras, o presidente americano Marino Manella trabalha para reforçar o elenco. Nesta segunda-feira, 7, está prevista a chegada de dois reforços norte-americanos. O armador Darnell Rashee Artis e o lateral Justin Adery Knight. Os dois são da Filadélfia e estão em Nova Iorque aguardando condições de vôo para o Brasil.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.