Diário da Região

09/07/2017 - 00h00min

BRASILEIRÃO

Corinthians mantém folga e mira duelo contra Palmeiras

BRASILEIRÃO

Ale Frata/Estadão Conteúdo Jadson foi o autor de três gols corintiana contra o Deportivo Lara
Jadson foi o autor de três gols corintiana contra o Deportivo Lara

O Corinthians venceu a Ponte Preta por 2 a 0, na noite deste sábado, 8, na arena Itaquera, um resultado que tem reflexos importantes na edição atual do Campeonato Brasileiro e até na história do clube. Com o décimo triunfo no torneio, com gols de Jadson e Jô, o clube soma 32 pontos, conservando a folga na liderança e se mantém como único invicto. O goleiro Cássio ainda defendeu um pênalti quando o time já vencia por 2 a 0. 

Agora, o Corinthians soma 26 jogos de invencibilidade e iguala o quarto maior período sem perder de sua história, que ocorreu na temporada de 2015 quando Tite levou a equipe ao título brasileiro. A maior sequência invicta do clube ocorreu em 1957, com a marca de 37 partidas sem perder. Mesmo com números tão expressivos, a torcida já traçou a próxima meta: o confronto diante do Palmeiras, quarta-feira, no Allianz Parque. ‘É quarta-feira’, gritava a torcida no final da partida. 

O Corinthians ditou o ritmo da partida e obrigou o adversário a recuar, limitando-se aos contra-ataques. Aos 46 minutos, após cruzamento de Romero, Jô ganhou a disputa pelo alto, cabeceou sozinho e Aranha fez defesa extraordinária. Na sequência, Jadson ficou com o rebote e abriu o placar, aliviando toda a angústia dos torcedores ao longo do primeiro tempo. Foi o terceiro gol de Jadson no Campeonato Brasileiro. 

No primeiro minuto da etapa final, o Corinthians ampliou e parecia definir a partida. Após cruzamento de Rodriguinho, Jô finalizou sozinho e marcou seu sétimo gol no torneio e o 14º na temporada. Aos 28 minutos, ele foi substituído por Kazim por estar pendurado com dois cartões amarelos. Carille resolveu tirá-lo para preservá-lo para o clássico diante do Palmeiras. 

A vitória que parecia certa correu riscos aos 28 minutos, quando o árbitro Ricardo Marques Ribeiro marcou corretamente pênalti de Guilherme Arana em Sheik. Lucca bateu no canto, forte, mas Cássio conseguiu a defesa e completou a festa corintiana na sua arena. Já a Ponte Preta parou nos 15 pontos, na zona intermediária da classificação. O time voltará a jogar na quarta-feira, quando vai receber o Bahia no Moisés Lucarelli. 

Corinthians 2 X 0 Ponte Preta

Ficha Técnica

Corinthians

Cássio; Léo Príncipe, Pablo, Balbuena e Arana; Gabriel, Maycon (Camacho), Rodriguinho, Romero e Jadson (Pedrinho); Jô (Kazim). Técnico: Fábio Carille.

Ponte Preta

Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo e Fernandinho; Fernando Bob, Jadson (Lins), Elton (Wendell) e Renato Cajá (Claudinho); Lucca e Emerson Sheik. Técnico: Gilson Kleina.

Gols: Jadson aos 46 do 1º tempo; Jô a 1 minuto do 2º tempo. Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro. Renda e público: Não divulgados. Local: arena Itaquera, em São Paulo, na noite deste sábado, 8. 

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso