Diário da Região

29/07/2017 - 23h29min

Miami

Em possível adeus de Neymar, Barcelona vence Real Madrid em amistoso nos EUA

Miami

No amistoso que pode ficar marcado como aquele que foi o último jogo de Neymar com a camisa do Barcelona, o time catalão venceu o Real Madrid por 3 a 2, na noite deste sábado, no Hard Rock Stadium, em Miami, nos Estados Unidos, que acabou sendo palco de um confronto entre os arquirrivais nesta reta final da pré-temporada e que foi válido pela International Champions Cup, competição amistosa que conta com vários dos maiores clubes do futebol europeu. Com uma proposta estratosférica do Paris Saint-Germain em mãos, o atacante brasileiro está prestes a dar uma resposta oficial ao clube francês após a negociação entre as partes ter se tornado a maior janela de transferências do futebol mundial. O clube da capital francesa teria prometido dobrar o salário atual do astro, o que lhe renderia 30 milhões de euros anuais (cerca de R$ 110 milhões), e ainda desembolsar o valor da multa rescisória de contrato, de 222 milhões de euros (aproximadamente R$ 812 milhões), para tirá-lo da equipe catalã. Antes de revelar o seu futuro, Neymar tratou de mostrar serviço mais uma vez pelo Barça em solo norte-americano, onde anteriormente já havia sido o principal nome das vitórias que a equipe conquistou sobre Juventus (2 a 1) e Manchester United (1 a 0), marcando todos os gols do time nestes outros amistosos de pré-temporada. O JOGO - Realizado em ritmo eletrizante no primeiro tempo, o amistoso deste sábado contou com um início arrasador por parte do Barcelona. Embora o brasileiro tenha reclamado de um problema no pé esquerdo logo no primeiro minuto, já voltou ao gramado em seguida e viu de perto o Barça abrir o placar no terceiro minuto. Após o lateral brasileiro Marcelo cortar Messi em uma primeira investida do atacante, a bola sobrou para Busquets, que voltou a acionar o argentino, que invadiu a área adversária pelo lado direito, deu um corte seco em Modric e tocou para a bola bater em Varane e encobrir o goleiro Navas. E quando o Real ainda tentava se reorganizar em campo para buscar a reação, acabou levando o segundo gol pouco depois, aos 6 minutos. Carvajal saiu jogando errado e perdeu a bola. Na sequência do lance, Neymar recebeu a bola pela esquerda e tocou entre dois marcadores. No caminho, Marcelo não conseguiu fazer o desarme e a bola ainda passou por Suárez antes de encontrar Rakticic, que finalizou cruzado para ampliar para 2 a 0. O Barça não diminuiu a carga ofensiva depois de balançar as redes de novo e chegou a dar a impressão de que poderia aplicar uma goleada ao desperdiçar outras duas boas chances, aos 10 e aos 11 minutos, respectivamente com Suárez e Rakitic. Entretanto, o Real começaria uma boa reação aos 13, quando descontou o placar com Kovacic, que finalizou para redes depois de um belo drible no zagueiro Piqué. O gol não inibiu o time catalão, que seguia buscando o ataque e poderia ter aberto 3 a 1 com Messi aos 30 minutos, quando o argentino driblou Varane e finalizou rasteiro para Navas defender com a perna. O Real, por sua vez, foi buscar o empate aos 35 minutos. Em rápido e belo contra-ataque, Asensio trocou passe com Kovacic, dominou com tranquilidade após se livrar da marcação de Jordi Alba e, com categoria, finalizou no canto esquerdo baixo do goleiro Cillessen. Após o término do primeiro tempo, o Real voltou para a etapa final cheio de novidades, com Zinedine Zidane promovendo as entradas de Jesús Vallejo, Nacho, Lucas Vázquez e Isco nos lugares de Sergio Ramos, Varane, Modric e Marco Asensio, enquanto no Barça apenas Iniesta saiu para a entrada de Sergi Roberto. NEYMAR DÁ PASSE PARA GOL - E o Barcelona, assim como na etapa inicial, marcou novamente logo no início do segundo tempo. Aos 4 minutos, Neymar bateu falta da esquerda e encontrou Piqué, que recebeu a bola nas costas da zaga e completou de primeira com a perna direita para fazer 3 a 2. Cinco minutos depois, o brasileiro teve a sua melhor chance para balançar as redes no clássico, que recebeu um passe pelo lado esquerdo da área, cortou para o meio e bateu, mas a bola passou rente à trave esquerda de Navas. Pelo lado do Real, Isco parou em grande defesa de Cillessen aos 14 minutos Já aos 17 minutos, Messi, Suárez, Aleix Vidal e Umtiti saíram do Barça para as entradas de Denis Suárez, Alcácer, Nelson Semedo e Vermaelen. Neymar, como se estivesse ganhando mais tempo para poder vestir a camisa do clube, foi mantido no gramado até aos 27, quando também foram sacados Piqué, Rakitic, Jordi Alba e Busquets e entraram Arda Turan, Mascherano, Aleña, Digne e Sergi Samper. Logo em seguida, aos 28, Marcelo, Casemiro, Carvajal, Kovacic, Bale e Benzema saíram também para as entradas de Theo Hernández, Marcos Llorente, Hakimi, Dani Ceballos, Óscar e Borja Mayoral. Com tantas modificações dos dois lados, o jogo caiu muito de qualidade e também de ritmo, tendo em vista o próprio desentrosamento das equipes. O Real ainda quase marcou em belo chute colocado de Dani Ceballos que passou perto do gol, aos 38 minutos, mas o Barça sustentou com tranquilidade a vantagem de 3 a 2 até o final e saiu na frente na série de três duelos que travará com o rival em um intervalo de menos de 20 dias. As duas equipes voltarão a se enfrentar nos dias 13 e 16 de agosto, respectivamente no Camp Nou e no Santiago Bernabéu, pela final da Supercopa da Espanha, que marca o embate entre os campeões do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso