Diário da Região

07/03/2017 - 00h00min

PAULISTÃO

Em alerta, Novorizontino troca técnico

PAULISTÃO

Guilherme Baffi 12/1/2017 Júnior Rocha teve duas vitórias, um empate e quatro derrotas
Júnior Rocha teve duas vitórias, um empate e quatro derrotas

O sinal de alerta bateu e a direção do Grêmio Novorizontino resolveu trocar seu comando na disputa do Paulistão. Júnior Rocha, que em sete partidas teve apenas 33,33% de aproveitamento dos pontos, deixou o clube, que acertou a chegada de Silas, ex-Avaí, de Santa Catarina. Sua apresentação será na manhã desta terça-feira, no estádio Jorge Ismael de Biasi e a estreia na sexta-feira, 10, contra a Ferroviária.

“Como nosso time não conseguiu ter uma sequência boa no Paulista, decidimos, em comum acordo com o Júnior que era hora de trocar, e o Silas foi em quem a gente pensou. Acreditamos muito na nossa classificação”, disse o executivo de futebol do Tigre, Marcelo Barbarotti.

Paulo Silas do Prado Pereira, 51 anos, marcou época como jogador de futebol por 20 anos, defendendo 16 clubes entre Brasil, Portugal, Uruguai, Itália, Japão e Argentina. Aqui foi lançado pelo São Paulo, mas defendeu clubes como Internacional, Vasco, Atlético-PR, Atlético-MG e pendurou as chuteiras em 2004 na Inter de Limeira. Também defendeu a Seleção Brasileira entre 1986 e 1992.

“É um nome que nos agrada muito e que chega com apoio de todos para que consiga realizar seu trabalho da melhor forma possível, levando o Novorizontino à segunda fase do Paulistão”, disse o presidente do time, Genilson da Rocha Santos.

Silas começou a carreira de técnico em 2007 no Fortaleza e já rodou por Avaí, Grêmio, Flamengo, esteve no Catar, Náutico, América-MG, Portuguesa e Ceará. Em 2008, levou o Avaí à Série A do Brasileirão depois de 29 anos e foi Campeão Catarinense em 2009. Dirigindo o Grêmio foi Campeão Gaúcho em 2010 e pelo Ceará conquistou a Copa do Nordeste em 2015.

O Tigre vem de derrota de 3 a 2 para o Linense, no último sábado e soma sete pontos no Grupo C do Paulistão. Apesar de brigar de perto pela vaga nas quartas de final do Paulistão, pelo aproveitamento também corre o risco de ser rebaixado à Série A-2 - os dois piores entre os 16 times caem. O zagueiro Jeci, se recuperando de lesão muscular, pode reforçar o Tigre

Leão tem baixas e faz jogo da pet

Depois da segunda derrota seguida no Paulistão, o Mirassol se prepara para dois duelos decisivos em casa, Ituano, na próxima segunda-feira, dia 13, e Santo André, dia 16. Pelas contas do técnico Moisés Egert, com mais três vitórias o time se garante no mata-mata de quartas de final. Além dos dois rivais, o Leão recebe o São Bento na rodada final. Fora de casa ainda pega Palmeiras e Novorizontino.

Egert conta com o retorno do volante Paulinho para o duelo com o Ituano, mas perdeu o lateral-esquerdo Raul, expulso contra o Botafogo, e o atacante Zé Roberto, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

O duelo contra o Ituano também fará parte da campanha Futebol Sustentável da Federação Paulista de Futebol. O torcedor poderá trocar duas garrafas pet vazias por um ingresso. Em princípio serão 2 mil entradas para o setor da arquibancada descoberta. As trocas começam na quarta-feira.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.