Diário da Região

04/03/2017 - 01h55min

São Paulo

Cuevas bate argentino de virada, se vinga e segue na rota do tri do Brasil Open

São Paulo

Atual bicampeão do Brasil Open, Pablo Cuevas sofreu para se manter vivo na luta pelo título desta edição do ATP 250 realizado em quadras de saibro no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo. Terceiro cabeça de chave da competição, o tenista uruguaio se viu em apuros diante do argentino Diego Schwartzman, mas venceu por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 5/7, 6/4 e 6/4, em confronto encerrado apenas na madrugada deste sábado, para ir às semifinais na capital paulista. Com o triunfo, Cuevas se credenciou para enfrentar neste sábado na luta por uma vaga na decisão o espanhol Pablo Carreño Busta, primeiro pré-classificado deste Brasil Open, que também no final da programação noturna superou o italiano Fabio Fognini com direito a um "pneu" (6/0) no primeiro set, antes de liquidar o duelo em 7/6 na segunda parcial, com 7/1 no tie-break. Atual 33º colocado do ranking mundial, Cuevas precisou de 2h13min em quadra para despachar a revelação argentina Diego Schwartzman, que aos 24 anos de idade ocupa o posto de 44º tenista do mundo e antes de "vender caro" a derrota para o uruguaio nas quartas de final havia aberto campanha atropelando o brasileiro Thomaz Bellucci por 6/2 e 6/0, para em seguida também arrasar o austríaco Gerald Melzer por duplo 6/2. E Cuevas, por sinal, conseguiu conquistar em São Paulo uma espécie de vingança sobre Schwartzman, pois em janeiro deste ano o argentino passou como um trator por cima do uruguaio na estreia do Aberto da Austrália, em Melbourne, onde eliminou o 22º cabeça de chave do Grand Slam com parciais de 6/3, 6/3 e 6/0. Schwartzman já havia levado a melhor sobre Cuevas no duelo anterior a este da Austrália, superando o uruguaio também em sets diretos no Torneio de Antuérpia, na Bélgica. Até este reencontro na capital paulista, o bicampeão do Brasil Open só havia derrotado o argentino por uma vez, no Torneio de Hamburgo de 2015, no primeiro embate entre os dois. Até por isso, Schwartzman foi para a quadra cheio de confiança em São Paulo e venceu o primeiro set por 7/5 após conquistar duas quebras de saque e ver o seu rival converter um de dois break points. Na segunda parcial, porém, Cuevas deu o troco na mesma moeda ao conseguir duas quebras de serviço e fechar em 6/4 ao também ser superado apenas em uma oportunidade com o saque na mão. Já no terceiro set o argentino deu a impressão de que estava no rumo de mais uma vitória sobre o uruguaio ao confirmar os seus dois primeiros games de saque, conquistar uma quebra e abrir 3/0. Cuevas, porém, não deixou se abater e logo reduziu a desvantagem para 3/2 ao converter um break point no quinto game. A partir dali, o bicampeão não foi mais superado com o serviço e obteve uma nova quebra no nono game para virar a partida para 5/4 e sacar para o jogo. Schwartzman ainda mostrou força ao conseguir três break points no décimo game e colocar pressão sobre o seu rival, mas o uruguaio se salvou por três vezes e, apenas no seu segundo match point, liquidou a partida. Contra Pablo Carreño Busta na semifinal deste sábado, Cuevas irá reeditar a decisão do ano passado, na qual ficou com o título ao bater o espanhol por 2 sets a 0.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso