Diário da Região

26/01/2017 - 00h00min

UM JOGO FRATERNO

Brasil vence a Colômbia no amistoso em tributo à Chapecoense

UM JOGO FRATERNO

Pedro Martins/MoWA Press Autor do gol da vitória, Dudu (esquerda) comemora com Diego
Autor do gol da vitória, Dudu (esquerda) comemora com Diego

Desde que o Jogo da Amizade foi anunciando, no fim do ano passado, o técnico Tite vinha dizendo que o resultado do campo era o que menos importava. Havia um propósito nobre na partida entre Brasil e Colômbia - arrecadar fundos para os familiares das vítimas do voo da Chapecoense e agradecer o carinho dos colombianos em meio à tragédia. O aspecto solidário da partida foi alcançado, mas faltou torcida nas arquibancadas do Engenhão, nesta quarta-feira à noite, e um pouco de futebol dentro de campo.

Ao todo, 18.695 pessoas foram ao estádio assistir a Seleção Brasileira vencer a Colômbia por 1 a 0. Muitos clarões puderam ser vistos no remodelado Engenhão, utilizado pelo Botafogo, algo bem diferente do que acontece nos jogos pelas Eliminatórias da Copa.

O público fez sua parte. Antes do jogo, com as luzes do estádio apagadas e apenas com um grande símbolo da Chapecoense iluminado no gramado, a galera aplaudiu de pé os jogadores Alan Ruschel, Neto e Jackson Follman, do time catarinense, e o radialista Rafael Henzel, sobreviventes do desastre aéreo. Eles receberam uma homenagem dos chefes de delegação de Brasil e Colômbia e cantaram juntos os hinos nacionais.

Quando a bola rolou, o que se viu foi uma Seleção diferente da habitual e sem muita inspiração. Formado apenas por atletas que atuam no País, com um único treino preparatório e com jogadores ainda longe de sua melhor forma física, o Brasil foi um time burocrático, que optou por toques curtos e pouca verticalidade. Nem de longe foi o time que devolveu o encanto à torcida no segundo semestre do ano passado.

Tite sabia que seria dessa forma, mas aproveitou a partida com a Colômbia para observar mais de perto o comportamento de jogadores que poderão fazer parte do grupo para as próximas partidas das Eliminatórias. Dois deles se destacaram. Lembrado por Tite em entrevistas no ano passado, o zagueiro gremista Pedro Geromel foi titular e demonstrou.

 

Dirigentes da Chape e sobreviventes - 26012017 Dirigentes da Chape e sobreviventes foram homenageados

Mas o principal nome na partida foi o meia palmeirense Dudu. Jogando aberto pela esquerda, ele criou as melhores jogadas ofensivas do Brasil e foi o autor do gol da vitória, marcado de cabeça no primeiro minuto do segundo tempo.

Na metade final do segundo tempo, Tite colocou Luan na vaga do discreto Diego Souza, e Camilo no posto de Dudu. O Brasil ganhou velocidade e passou a assustar o gol de González. O placar, contudo, não foi mais mexido. Nem precisava. Afinal, o próprio Tite sempre disse que o resultado era o que menos importava.

Mas, independentemente do peso esportivo do jogo desta quarta, Tite ampliou para sete vitórias em sete jogos o seu ótimo início de passagem pelo comando da Seleção Brasileira, que voltará a jogar pelas Eliminatórias da Copa de 2018 em 23 de março, quando enfrentará o Uruguai, fora de casa, com o objetivo de ampliar ainda mais a sua liderança no qualificatório sul-americano para o Mundial - hoje tem quatro pontos de vantagem sobre os uruguaios, vice-líderes. O resultado deve colocar o Brasil na liderança no ranking da Fifa.

Brasil 1 X 0 Colômbia

Ficha Técnica

Brasil

Weverton; Fágner, Rodrigo Caio, Pedro Geromel e Fábio Santos (Jorge); Walace, Willian Arão (Rodriguinho) e Lucas Lima (Gustavo Scarpa); Robinho (Diego), Diego Souza (Luan) e Dudu (Camilo). Técnico: Tite.

Colômbia

González; Bocanegra, Felipe Aguilar, Tesillo e Farid Díaz (Balanta); Abel Aguilar (Cuéllar), Uribe, Macnelly Torres (Montoya) e Copete (Hernández); Borja (Rangel) e Téo Gutiérrez (Berrío). Técnico: José Pekerman.

Gol: Dudu a 1 minuto do primeiro tempo. Árbitro: Jorge Ignacio Balino (Argentina). Renda: R$ 1.219.675,00. Público: 18.695 torcedores. Local: estádio Engenhão, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso