Diário da Região

26/01/2017 - 00h00min

SEGUNDONA

América vai ao arbitral na sede da Federação Paulista

SEGUNDONA

Orlandeli NULL
NULL

No ano passado, o América quase ficou fora da disputa da quarta divisão (Segundona Paulista) por não estar com o estádio Teixeirão habilitado dentro do prazo estabelecido pela Federação Paulista de Futebol (FPF). O clube só conseguiu ingressar na competição em razão da exclusão do Taquaritinga, que também estava com o seu estádio sem atender as exigências da entidade.

Nesta temporada, a história deve ser diferente. O presidente Luiz Donizete Prieto, o Italiano, participa nesta quinta-feira, 26, às 15 horas, na sede da FPF, da reunião arbitral do campeonato e diz que levará todos os laudos em mãos. O último a ficar pronto foi o de Segurança, emitido pela Polícia Militar. “Vamos ter de construir uma cabine para a Polícia Militar, mas nos deram o prazo de seis meses”, afirmou Italiano.

No site da federação, o estádio do Rubro consta como interditado desde 26 de outubro de 2016, mas já estão renovados o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, até 31 de novembro de 2017, o laudo de Condições Sanitárias e de Higiene, até 5 de maio, o de Prevenção e Combate de Incêndio, até 30 de novembro, além da Vistoria de Engenharia, com validade até 20 de dezembro de 2018.

O América já anunciou a contratação do técnico Wagner Miranda e marcou o início da preparação da equipe para terça-feira, dia 7 de fevereiro. Até dia 24 do próximo mês, a comissão técnica fará avaliações para a composição do elenco. A principal preocupação da diretoria agora é angariar verba para custear as despesas e a primeira ação, iniciada nesta semana, é o recebimento da anuidade junto aos proprietários de cadeiras cativas e camarotes.

Para conquistar a confiança do torcedor, a direção americana promete entrada gratuita dos proprietários nos jogos do Rubro no Teixeirão. Os valores são de R$ 160 para as cativas e R$ 600 para os donos de camarote. “Quem pagar vai ter a gratuidade nos ingressos. O dono de camarote terá seis entradas por partida”, informou Italiano.

O dinheiro é para socorrer as despesas iniciais de estrutura além das taxas de refiliação junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Federação Paulista. “Da federação já pagamos, foi R$ 1,2 mil, e falta a CBF, que é R$ 2,5 mil”, disse o cartola. “Ainda temos as taxas de jogadores que foram embora e que têm contrato, além da compra de pratos, panelas, todos os acessórios de cozinha, colchões e pagar os dois funcionários que cuidarão do gramado”, emendou.

O América possui 3,8 mil proprietários de cativas e 171 de camarotes, e espera arrecadar pelo menos R$ 120 mil. Vale ressaltar que o Teixeirão foi inaugurado em fevereiro de 1996 e que até hoje as cativas são descobertas e que os camarotes não foram construídos, mesmo com os proprietários já tendo pago por eles.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso