Diário da Região

26/01/2016 - 18h20min

São Paulo

Ibovespa fecha em baixa, na contramão das bolsas no exterior

São Paulo

A Bovespa trabalhou o dia todo na contramão de Nova York e fechou a sessão desta terça-feira, 26, como começou: em queda. Sem pregão na véspera, por causa do feriado do aniversário de São Paulo, a terça-feira serviu para ajustar posições ao comportamento dos ADRs em Wall Street ontem. O Ibovespa encerrou a sessão em queda de 1,40%, aos 37.497,48 pontos. Na mínima, marcou 37.112 pontos (-2,42%) e, na máxima, 38.031 pontos (estabilidade). No mês, acumula perda de 13,50%. O giro financeiro totalizou R$ 4,620 bilhões, segundo dados preliminares. Os profissionais consultados reforçaram a leitura da manhã de que a Bovespa hoje teve um pregão de ajuste. O sinal negativo também foi atribuído à falta de credibilidade do governo, que deixa o investidor desconfortável em assumir posições na bolsa. Ontem, em dia de recuo das bolsas norte-americanas, o ADR preferencial da Petrobras (PBRA) cedeu 5,24%, enquanto o ordinário (PBRN) teve baixa de 3,63%. No caso da Vale, o ordinário (VALE) caiu 5,29% e o preferencial (VALEP) recuou 4,76%. Hoje, a ação ON da estatal caiu 4,03%, a R$ 5,96, enquanto a PN perdeu 4,76%, a R$ 4,20. Destaque para a notícia das 13h21 de que os trabalhadores da Petrobras receberam indicação da empresa de que o resultado financeiro do último trimestre do ano passado pode comprometer o ganho acumulado nos primeiros nove meses do ano. O preço do petróleo conseguiu reverter as perdas da manhã e virou para cima à tarde, quando passou a operar com forte valorização. A alta do petróleo impulsionou as bolsas americanas, que bateram máximas no começo da tarde e suavizaram as perdas da Bovespa. Às 18h10, o Dow Jones subia 1,42%, o S&P tinha ganho de 1,03%, e o Nasdaq, de 0,78%. O contrato do petróleo para março fechou em alta de 3,65%, a US$ 31,45. Vale destacar que no começo da tarde saíram projeções negativas do Banco Mundial para o petróleo e mais 36 commodities, mas isso acabou não fazendo preço nos ativos. Vale ON cedeu 0,89%, a R$ 8,95, e a PNA subiu 1,34%, a R$ 6,82, ambas melhorando na reta final. JBS ON caiu 7,33% e liderou a lista de maiores quedas do índice, depois que foi veiculada notícia informando que o Ministério Público Federal em São Paulo denunciou nove investigados ligados ao Grupo JBS e ao Banco Rural, instituição-chave no caso do mensalão, por crime contra o Sistema Financeiro Nacional.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso