Diário da Região

31/08/2017 - 14h04min

Washington

EUA devem detalhar reforma tributária nas próximas semanas, diz Mnuchin

Washington

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, afirmou nesta quinta-feira que a meta original de aprovar uma reforma tributária abrangente no Congresso até agosto "atrasou um pouco", mas que o governo do presidente Donald Trump ainda está a caminho de conseguir passar leis para realizar essas mudanças até o fim deste ano. Segundo ele, o governo e o Congresso devem detalhar a reforma tributária nas próximas semanas e a Câmara dos Representantes e o Senado estão circulando um plano de reforma no setor entre seus integrantes. Em entrevista à rede CNBC, Mnuchin também afirmou estar "muito confiante" de que o Congresso aprovará legislação para elevar o limite de endividamento do governo em breve, a fim de evitar problemas nos pagamentos do país. O secretário do Tesouro disse, porém, que a data para aprovação do Orçamento pode ser um pouco alterada e não ocorrer em 29 de setembro. Ele afirmou que a ajuda para lidar com os problemas causados pela tempestade tropical Harvey poderia afetar o momento em que será necessário elevar o teto da dívida. Mnuchin afirmou que 29 de setembro continua a ser a data na qual o Congresso deve elevar o teto, mas que os gastos do Tesouro serão afetados em setembro por um pacote de ajuda para as áreas atingidas pelas chuvas. "Pode haver algum impacto de uns dois dias." A autoridade americana comentou que ter um dólar um pouco mais fraco é "de alguma forma, melhor para o comércio do país". Ao mesmo tempo, Mnuchin ponderou que, no longo prazo, o dólar mais forte reflete a confiança na economia americana. O secretário do Tesouro disse que o governo tem uma boa relação de trabalho com a presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Janet Yellen. Segundo ele, o governo e o Fed trabalham juntos para melhorar a regra Volcker, que busca limitar os riscos tomados pelas instituições financeiras. Para Mnuchin, o governo acredita em regulação "apropriada", para garantir que os bancos possam emprestar. Questionado sobre quem pode ser o próximo presidente do Fed, ele não quis dizer quantos candidatos havia além da própria Yellen, mas informou que Trump deve decidir sobre o próximo no comando do Fed no fim deste ano. (Equipe AE, com agências internacionais)

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso