Diário da Região

09/07/2017 - 00h00min

GRANDE VITRINE DIGITAL

Presença na internet é fundamental para o sucesso de uma empresa

GRANDE VITRINE DIGITAL

Pixabay NULL
NULL

Quando você precisa de um produto ou serviço para os quais ainda não tem uma empresa da qual é cliente, qual a primeira coisa que você faz? Pesquisa na internet, correto? Com a ampliação do acesso à internet, grande parte da população tem nas ferramentas de busca e nas redes sociais seus guias para encontrar soluções para as suas necessidades. Por isso, não estar na internet já não é opção para um negócio que quer ter sucesso, é obrigatoriedade. Para se destacar em um mercado cada vez mais competitivo, qualquer empresa, independente do seu tamanho, deve ter uma presença digital. Mas o que é isso, exatamente?

O Sebrae define presença digital como a forma como sua empresa se apresenta em uma plataforma digital, expondo a marca direta ou indiretamente, através de um website, de canais em redes sociais próprios ou de terceiros, de aplicativos, blogs, etc. Em resumo, é como sua empresa é vista e percebida pelos seus clientes na internet. Dentro do vasto campo de mídias sociais existente, algumas, como Facebook e Instagram, são essenciais para a empresa que quer se manter relevante. 

Afinal, são as mais utilizadas atualmente pela população. Mas há, ainda, uma lista imensa de redes sociais e sites que são fundamentais, dependendo de sua área de atuação, por seu conteúdo muito específico. Hoje, a internet é o principal veículo de comunicação do mundo. Como consequência, interagimos virtualmente através dos serviços de busca. Todos nós pesquisamos algo, afirma Fabio Takahashi Onishi, especialista em gestão da comunicação em mídias sociais e docente do Senac Rio Preto, por isso, a empresa que não construir sua presença on-line, dificilmente será encontrada pelo seu público.

“Não sendo achado, seu negócio fica restrito no atendimento aos seus consumidores e não chega a novos mercados. Já as redes sociais permitem que as empresas conversem e forneçam novas experiências ao seu público, com isso, elas aumentam sua reputação on-line e se tornam relevantes nesse mundo digital.” Segundo Edgard Neto, consultor do Sebrae-SP, em média, 60% das pessoas usam redes sociais ou serviços de busca como o Google antes de adquirir um produto ou serviço.

“É uma forma de adquirir conhecimento da marca e analisar as avaliações feitas pelos usuários de uma empresa”, explica. É aí que entra outro elemento determinante nessa questão. Não basta ter uma presença digital, tem que saber como tirar o máximo de proveito desse mundo que pode, ao mesmo tempo, ser a melhor e a pior coisa para o seu negócio. Especialmente nas redes sociais, os consumidores podem ser bem agressivos caso algo não os agrade. Uma situação aparentemente pequena pode ganhar proporções desastrosas. 

Por isso, é muito importante estar preparado para receber críticas e lidar com elas da melhor forma possível, porque a internet nunca esquece. “Ela tem memória. Os ‘prints’ permitem que qualquer deslize fique imortalizado na rede para sempre. Não adianta você apagar o erro. Por isso é tão importante lidar com o consumidor sempre com educação, de maneira pontual e substancial”, aconselha Neto. E a quantidade de erros cometidos nas mídias sociais por empresas é grande, afirma Onishi. Todos contribuem para que a empresa ganhe uma má reputação que, para ser revertida, dará muito trabalho. 

O que mais acontece é a falta de preparo para lidar com esse universo. Empresários acham que, por utilizarem redes sociais em sua vida particular, lidar com elas no seu negócio será a mesma coisa. “Hoje, se vê muitas empresas despreparadas, sem um bom planejamento estratégico de mídias. Pensam que estar nas redes sociais é somente divulgar uma oferta. Alguns dos principais erros que vemos empresas cometerem são falta de planejamento, conteúdo irrelevante, fazer spam nas redes sociais, falta de comprometimento, focar apenas em números e falta de interação com o público”, conta o docente do Senac.

Outro erro muito comum, nesse caso, bem específico aos usuários do Facebook, é a criação de um perfil em vez de uma página para o seu negócio. “Não só não é interessante você ter um perfil como é proibido para fins comerciais segundo as regras da rede social. Ter uma página traz vários benefícios, como não estar limitado a 5 mil amigos e poder direcionar a publicidade paga com foco em filtros específicos de público, diferenciando por sexo, idade, cidade, classe, tudo”, afirma Neto.

Clique AQUI para ver os 15 mandamentos para uma empresa ter sucesso no mundo digital:

Como agir

Com os consumidores cada vez mais exigentes, sempre em busca de novas experiências com marcas e estabelecimentos, toda empresa precisa estar ciente que a partir do momento que opta por estar em uma rede social, ela tem que estar disposta a conversar a todo o momento com o seu público e sempre serão exigidos novas formas de interação com os produtos e serviços, explica Onishi.

“Para eficácia de um bom planejamento de mídias sociais, devemos definir o público alvo relevante para empresa; pesquisa e análise dos cenários de negócio; ações estratégicas envolventes que estimulem a participação; monitoramento; e avaliação constante do ambiente.” Um último conselho? Não se esqueça de ser criativo sempre, diz Neto. “Use sempre motivos a mais para o cliente comprar. Datas comemorativas, feriados. E tente ser interessante quando for criar postagens.”

 

Benitez & Ramos - 09072017 A Benitez & Ramos aumentou sua presença digital e ganhou espaço no mercado

Não sabe mexer? Busque quem saiba

Umas das regras para um bom resultado nas mídias sociais é saber utilizar suas ferramentas a favor da empresa. E se a própria empresa não sabe como fazer isso, a dica é buscar quem saiba. Foi o que a Benitez & Ramos, empresa de parafusos, ferragens e ferramentas há 20 anos em Rio Preto, fez. Eles entraram no mundo on-line pelo Facebook. Criaram uma página seguindo a tendência do mercado, mas não tinham a dedicação especial necessária, sem conteúdos semanais direcionados ao seu público alvo ou mesmo conhecimento para geri-la.

“Era uma página sem sal e sem açúcar”, conta Francine Ramos, responsável por gestão e gente da empresa. Vendo a necessidade de se inserirem adequadamente neste universo, buscaram uma empresa especializada em conteúdo e comunicação nas redes sociais para dar o suporte. A equipe fez um estudo do que era feito, do perfil da empresa, do público-alvo e gerou estratégias para iniciarmos o trabalho.

“Desde o momento em que oficialmente entramos com conteúdo e demos a repaginada no Facebook, assim como passamos a utilizar o Instagram, só temos crescido e nos tornado mais vistos. Fomos sentindo nosso público, o que ele queria ver e ouvir, nos baseando nos dados estratégicos e nos adequando. Hoje, a página já tem nossa ‘cara’, nosso DNA”, conta.

A página da empresa ajudou na captação de novos clientes e a trazer os clientes ativos para as campanhas realizadas. O alcance das publicações cresceu 4.684% só no último ano, o que fortaleceu a presença da marca e contribuiu para novas vendas, afirma Francine. “Manter a página interessante e atrativa ao público é o desafio maior. As coisas mudam com muita rapidez, surgem ferramentas novas, modismos e precisamos acompanhar isso tudo.” 

De bar a voluntariado

A força de divulgação no mundo digital não tem restrições quanto a áreas de atuação. Funciona bem tanto para um bar quanto para uma entidade assistencial. Percebendo que as mídias tradicionais de divulgação já não davam o mesmo retorno, a choperia Zero Grau, há 33 anos no mercado rio-pretense, entrou de cabeça no mundo digital. Os resultados são melhores e o investimento é menor, afirma Patricia de Paula, proprietária do estabelecimento. 

“As mídias digitais permitem segmentar melhor o público, coisa que a mídia tradicional não nos proporcionava. Assim, podemos ‘ir até o público-alvo’ e focar no segmento que ele necessita. É como dar um tiro certeiro. Isso aumentou o número de clientes segmentados que o bar queria atingir, e tivemos um aumento significativo.” A visibilidade é o principal ponto positivo das redes sociais para a Associação de Assistência à Criança com Deficiência (AACD). 

Elas funcionam como uma extensão do voluntariado, afirma Adriane Cirelli, presidente voluntária da AACD Rio Preto. “É o que chamamos de corrente do bem. Elas mostram tanto o trabalho que é desenvolvido quanto nossas necessidades. A rede social abriu essa oportunidade para que mais pessoas possam colaborar. Outra questão que nós notamos é que muitas pessoas gostam de colaborar, mas com objetos, não com dinheiro.

Por exemplo, quando falamos que estamos precisando de alguma coisa ou serviço, é comum que a pessoa pratique diretamente o serviço ou que compre e peça para entregar.” Segundo Adriane, esse contato direto entre a instituição e seus seguidores na rede social também cria uma conexão, faz com que eles se sintam um pouco parte da gestão e conheçam mais de perto as dificuldades de gerir uma entidade como essa.

 

Emerson Roberto Zenaro - 09072017 Emerson pede para todos os clientes fazerem uma avaliação do seu negócio

 Emerson cresceu mais de 60%

Emerson Roberto Zenaro está no mercado de frete há dez anos, quando montou a Emerson Mudanças. Começou com um caminhão velho e pequeno prestando serviços para algumas empresas antes de se voltar para uma clientela mais variada. Foi nesse momento que ele percebeu o quanto a propaganda, mesmo aquela feita no boca a boa, é importante para o negócio.

Há um ano, mais ou menos, resolveu investir na divulgação na internet. Partiu em busca de informações, criou uma página no Facebook e começou a alimentar o seu perfil no Google, para conseguir destaque quando as pessoas pesquisassem por serviços de frete de mudança em Rio Preto. A estratégia dele foi recorrer aos próprios clientes para vender o serviço prestado.

“Fiz cartões e, depois que finalizo um serviço, entrego um desses cartões para os clientes e peço para que eles entrem nas minhas redes sociais e no Google para fazer uma avaliação”, conta. Ele também está sempre postando fotos dos trabalhos e movimentando suas contas na internet para que o perfil ganhe cada vez mais visibilidade.

Hoje, ao pesquisar o termo “frete mudança rio preto” na ferramenta de busca, Emerson está entre as primeiras respostas, com exceção dos anúncios pagos, que ganham destaque. “Minha clientela cresceu 60% ou mais nesse período.” Com o crescimento, Emerson expandiu o negócio. Atualmente, conta com dois caminhões e uma picape para serviços menores. Além disso, passou a contratar funcionários diaristas para auxiliarem no trabalho.

O que é SEO?

SEO (Search Engine Optimization) tem como objetivo otimizar um conteúdo publicado na web para que ele consiga uma posição privilegiada nos serviços de busca, como Yahoo, Bing e, claro, o mais famoso de todos, Google. Isso é possível por meio da aplicação de técnicas com base no estudo do funcionamento dos buscadores, tendo como principal referência os serviços de busca.

Destaque-se nos serviços de busca

Como melhorar sua posição nas páginas de busca de maneira orgânica?

  • Quantidade de links internos e externos direcionando para a página da empresa
  • Boa colocação da palavra-chave no conteúdo
  • Autoridade do domínio (quantidade e qualidade de links para o site da empresa)
  • Conteúdo relevante (que responda as perguntas do usuário)
  • Atualização constante de conteúdo
  • Experiência do usuário (quanto tempo as pessoas passam navegando nas páginas da empresa)

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso