Diário da Região

24/08/2017 - 18h07min

São Paulo

Ibovespa sobe 0,93% e supera os 71 mil pontos com aprovação da TLP

São Paulo

A agenda doméstica positiva continuou a alimentar o otimismo dos investidores e levou o Índice Bovespa à sua terceira alta consecutiva nesta quinta-feira, 24. O ponto alto do dia foi a aprovação do texto-base da Medida Provisória 777, que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP), no plenário da Câmara. A nova vitória reforçou a percepção de força do governo e deu fôlego extra às ações. Com isso, o Ibovespa terminou o dia em alta de 0,93%, aos 71.132,79 pontos, maior patamar desde 12 de janeiro de 2011. Os negócios somaram R$ 8,6 bilhões. "A aprovação da TLP é muito relevante, mas parecia algo bastante complicado, dadas as pressões contrárias à sua criação. A nova taxa vai representar uma importante mudança estrutural na economia, com efeitos na política monetária e no fiscal, com o fim do subsídio da TJLP", disse Vladimir Pinto, gestor de renda variável da Grand Prix Asset. A medida provisória foi aprovada em votação simbólica no plenário da Câmara, após intensos desentendimentos entre integrantes da base do governo e da oposição, que se arrastavam desde a véspera. A votação dos destaques foi adiada para a próxima terça-feira e, em seguida, seguirá ao Senado. No final da tarde, a agência de classificação de risco Moody's divulgou nota na qual afirma que a TLP representa um passo no movimento do BNDES em direção a um mercado mais competitivo para financiamento de longo prazo. O Ibovespa já iniciou o dia em alta, com o mercado ainda refletindo o bom humor com os anúncios de privatização de 57 empresas estatais, ontem, e também da Eletrobras, na segunda-feira. As altas do dia foram concentradas nas "blue chips" de commodities e dos setores financeiro e elétrico. Vale ON subiu 4,12%, apesar da queda dos preços do minério no mercado à vista chinês. Pesaram favoravelmente análises positivas de bancos sobre a empresa e sobre o mercado de metais. Petrobras ON e PN avançaram 0,56% e 0,29%, também descoladas dos preços do petróleo, que caíram nas bolsas de Nova York e Londres. As ações da Eletrobras, que ontem passaram por realização de lucros após o rali da terça-feira, hoje voltaram a subir. Eletrobras ON e PN ganharam 3,98% e 1,26%. Os papéis sofreram volatilidade ao longo do dia, em meio a dúvidas quanto a privatização da empresa, que envolverá um grau de complexidade considerado elevado.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso