Diário da Região

17/04/2017 - 09h32min

Brasília

Alta do PIB de 2017 projetada pela pesquisa Focus cai de 0,41% para 0,40%

Brasília

O mercado financeiro reduziu pela segunda semana consecutiva a previsão para o crescimento da economia neste ano. De acordo com a pesquisa Focus divulgada na manhã desta segunda-feira, 17, pelo Banco Central (BC), a mediana das expectativas para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017 caiu de 0,41% para 0,40%. Há um mês, a perspectiva era de avanço de 0,48%. Para 2018, a estimativa para o crescimento da economia permaneceu em 2,50% pela quarta semana seguida. Ao contrário da piora da previsão para o conjunto de toda a economia, as projeções para a produção industrial para 2017 subiram de 1,20% para 1,26%. Há um mês, estava em 1,22%. Para 2018, a estimativa de crescimento da produção industrial também subiu de 2,19% para 2,28%. Quatro semanas antes, essa previsão era de 2,10%. Já a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2017 caiu de 51,50% para 51,40%. Há um mês, estava em 51,65%. Para 2018, as expectativas no boletim Focus recuaram de 55,00% para 54,85%, ante o patamar de 55% observado quatro semanas antes. Balança comercial Economistas do mercado financeiro elevaram pela quarta semana seguida a previsão para o superávit da balança comercial em 2017. A estimativa de saldo positivo este ano subiu US$ 50,90 bilhões para US$ 52,00 bilhões, ante US$ 48,10 bilhões de um mês antes. A elevação observada nas últimas semanas acontece a despeito do impacto negativo da Operação Carne Fraca - que encontrou graves fraudes no agronegócio. Para 2018, os economistas do mercado reduziram ligeiramente a projeção de superávit de US$ 42,49 bilhões para US$ 42,00 bilhões. Há um mês, a expectativa estava em US$ 40,00 bilhões. Para as transações correntes, as previsões coletadas pela pesquisa Focus para 2017 indicaram expectativa de manutenção no saldo negativo em US$ 26,00 bilhões. A previsão de déficit externo em 2018 subiu ligeiramente, de US$ 36,25 bilhões para US$ 36,75 bilhões. Um mês atrás, o rombo projetado era de US$ 26,60 bilhões e US$ 37,65 bilhões, respectivamente, em 2017 e 2018. Para os analistas consultados semanalmente pelo BC, o ingresso de Investimento Direto no País (IDP) será mais do que suficiente para cobrir o resultado deficitário. A mediana das previsões para o IDP em 2017 segue em US$ 75,00 bilhões. Para 2018, a perspectiva de entrada de investimento direto subiu de US$ 74,00 bilhões para US$ 75,00 bilhões. Quatro semanas antes, o mercado previa entrada de US$ 72,00 bilhões e US$ 74,50 bilhões, respectivamente. A projeção do BC para 2017 é de IDP de US$ 75,00 bilhões.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso